.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

terça-feira, 15 de março de 2011

Quando o chefe não é chefe





Descobri nesta sexta-feira um genial reality show pelo canal GNT a cabo, e digo-lhes que nem se compara a este lixo televisivo que a Globo insiste em colocar no ar todos os dias e que Pedro Bial  chama de heróis seus participantes.


O programa em questão é o Undercover Boss e muito interessante, pois a cada semana o dono ou presidente de uma grande companhia americana, sai de suas salas confortáveis e refrigeradas e se disfarça de empregado em sua própria empresa, tendo assim a oportunidade de descobrir e tentar resolver problemas que somente podem ser percebidos por quem está ali com a mão na massa, mas que foram causados por decisões dele e de seus conselheiros no ato de suas administrações.

O programa desta semana mostrava o Presidente de uma enorme e luxuosa rede de hotéis americana que ao se passar disfarçado por um simples funcionário em um cargo menos qualificado de um desses hotéis, passa a conviver de perto com a realidade de seus funcionários, o que eles enfrentam no seu dia a dia, o que aspiram e até mesmo o que sonham.  Então ele coloca algum disfarce, como um novo penteado ou barba, junto com um  vestuário propício e pronto. Chega ao setor e é logo apresentado ao seu novo chefe e equipe. As câmeras não são escondidas, alegando-se que as imagens serão aproveitadas para um próximo treinamento.

Imaginem um alto executivo fazendo o trabalho de um reparador predial, arrumando um telhado quebrado, subindo e descendo, andando de um lado pro outro em grandes distâncias num mesmo dia para consertar coisas e tudo isso a pé, debaixo de sol ou chuva.  Assim como,  fazendo o trabalho de camareiros, arrumando, dobrando, limpando dezenas de quartos e banheiros por dia e tudo rapidamente e bem feito.  Claro que ele se viu enrolado muitas vezes, afinal não tinha preparo físico para tais 
funções e estava sempre esbaforido e cansado no final do dia.


No final de cada episódio, o chefe revela a sua verdadeira identidade e premia alguns dos funcionários com promoções e aumentos. Já outros, não tão bem avaliados, recebem mais treinamento e melhores condições de trabalho.


Fiquei pensando como as pessoas ao subirem na hierarquia das empresas, tendem a distanciar-se de seus subalternos, de seus clientes e fornecedores.  Reuniões, viagens e eventos fazem parte da rotina desses altos funcionários e com isso perdem a noção de como a coisa, lá na ponta, realmente funciona.  Neste momento ele avalia também as metas, a produtividade e o crescimento da empresa, através do comportamento de seus funcionários envolvidos neste processo.


Muitas vezes é preciso mudar de posição para enxergar com nitidez as oportunidades de melhoria que existem nas empresas, pois a essência do sucesso está nas mãos de quem faz, afinal as mesmas nada são  se não puderem contar com uma equipe entusiasmada e comprometida.  


Tomara que um dia este programa americano seja filmado aqui no Brasil e aí, cuidado, seu colega de trabalho poderá ser o tal 'chefe espião'!










*Undercover boss - O chefe espião: reality exibido no canal GNT por assinatura - sextas feiras às 22:20hs.







16 comentários:

chica disse...

Puxa, deve ser bem legal mesmo!
E deve fazer bem ou doer a consciência de muitos dirigentes que sentam no "poder" e lá ficam, mandando, exigindo , nada fazendo a não ser esperar pra depois criticar...

Adorei!beijos,chica

www.comtextosdavida.com disse...

Legal! Vou sugerir isto ao Secretário da Educação, quem sabe ele consegue consertar esta m... que se tornou a Educação por causa das besteiras que eles fazem.
Ele poderia se candidatar a professor OFA , L, M e vivenciar o cotidiano escolar. Penso que ficaria indignado diante de tantas aberrações na lei que eles mesmos criam.
bjs Lais

Tati disse...

Oi Beth, fiquei curiosa sobre o programa. Qual o horário? Muito interessante mesmo. E seria bem legal ver nossos chefes passando pelas situações que passamos. Com isso trazendo sua bagagem para a prática. Devem sair inovações disso, não?
Beijos.

Lu Souza Brito disse...

Olá Beth,

Deve ser muito interessante mesmo. Uma boa forma do pessoal do "alto escalão" rsrsr, conhecer melhor sua propria empresa, identificar erros, enfim.
Ai menina, 11 anos de BBB é o fim da picada né?

Lucia Cintra disse...

Eu e Al assistimos sempre esse show. Realmente muito bom.

bjos

Thaís leão disse...

Betina, já tinha visto esse programa uma vez.É muito legal mesmo!
Imagina o cara que só fala mal do chefe!hauhauh!
bjs

Lúcia Soares disse...

Nunca assisti, Beth. Mas parece uma excelente ideia, um bom exercício para os poderosos.
Tive um chefe insuportável, era alto fisicamente, o que o fazia realmente olhar para os funcionários "do alto", como se fosse um gigante a ameaçar as formiguinhas operárias.
Acho que sai do emprego por total antipatia. Uns meses depois que saí, ele também mudou de emprego...rsrsr
Beijos!

Vera Lucia marques disse...

Bem interessante. Vou assistir. Concordo em gênero, número e grau com a observação referente ao nosso reality showzinho...Abrs!

Teresinha Ferreira disse...

Olá Beth,
Como vai?
Estava viajando...Saison...Ah!!! Não canso de falar que adoro estar por lá...Adoro tudo!!!! Sem contar com as perdas de peso. Vamos ver se marcamos para irmos juntas, ok???
Depois com calma vou ler as postagens, pois neste momento estou a mil por hora. rsrs...
Saudades!!!
Bjs mil

ONG ALERTA disse...

Fiquei curiosa, beijo Lisette.

Cris França disse...

deve ser engraçado, ainda mais pela velha tradição de se falar mau do chefe...rs
Mas quem abraça a profissão de liderança, tem sempre que estar aberto as lições que o nosso dia a dia nos dá. bjs querida

Georgia disse...

Uau Bethinha, esse programa deve ser bem legal mesmo.

Vou ver se o tenho por aqui porque tb temos o canal especial.

Valeu a dica.

Bjao

Tina disse...

Uiaa já propaganda desse reality no GNT mas ainda não assiti, deve ser mesmo bem bacana. E é bom na verdade pra ambas as partes pois em mtas empresas tem patrões que se acham no direito de humilhar os empregados, não reconhecer os esforços de um trabalho árduo e tbm existem os funcionários que não dão valor ao emprego que tem qdo mta gente por ai procurando por um emprego e esse ocupa lugar.

Vou ver se consigo assitir esse reality.
Bjsss

ML disse...

Beth, fiquei na fissura para assistir o programa, imagina o susto da "tchurma" quando falou o que não devia pro "boss"?

bjnhs e valeu a dica.

Flávia Furquim disse...

Olá! Desculpe, somente hoje vi seu comentário. Obrigada pela visita! Depois de postar, tive motivos para achar que aquele vídeo não era autêntico. Mas eu o mantive mesmo assim porque entendo que o assunto é relevante e não totalmente fora da realidade.E minha opinião sobre o assunto permanece a mesma.
Legal esse reality. Parece mais útil e interessante do que o que temos por aqui.
Abraços aqui do sul!
Flávia

Dani dutch disse...

Beth, isso sim é um programa pra ser assistido, confesso que não gosto de BBB, acho que não tem nada pra acrescentar.
Outro dia vi um programa na tv de jovens ricos que viajavam pra Africa pra trabalhar como garimpeiros, e passavam as mesmas situações dos trabalhadores locais.
No final sairam de lá pessoas mais humanas.
bjuss