.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Portugal em Cobalto Azul


 -Imagem Amore-Facebook-

Quando esta semana descobri uma página no Facebook sobre Azulejos Portugueses, passei um tempinho por lá observando aquelas belezas que podemos encontrar em quase todos os cantos de Portugal e que é uma arte totalmente poética na sua forma de recriar a realidade a partir de figuras, lugares, fatos históricos, as mudanças na sociedade, as desigualdades sociais, as terras, hábitos, ideias, enfim; os costumes deste povo tão antigo e rico em história.

A beleza das imagens me fizeram voltar aos meus álbuns e rever algumas fotos que fiz quando estive em Portugal, e deixo aqui para que apreciem esta tão exuberante e detalhada arte de azulejos em azul cobalto.

-Nas paredes da famosa Pastelaria de Belém, Lisboa- 
-Pastelaria de Belém, Lisboa- 
 -Ruas de Coimbra-
-Coimbra- 
-Coimbra- 
-Parede na entrada do Oceanário de Lisboa- 
-Painéis em uma das estações do metrô de Lisboa-

Os painéis abaixo são da Página do Facebook sobre Azulejos Portugueses:

-Moças Jorge Colaço (1864-1942) - SAGUÃO DA ESTAÇÃO DA CP DE S. BENTO, NO PORTO.-
-Painel de azulejos (séc. XVIII) do Convento do Pópulo, Braga, retratando a meditação contemplativa dos monges da Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho-

-O Infante D. Henrique no Promontório de Sagres (1922). Painel de azulejos de Jorge Colaço (1868-1942)-

-CENA DE CAÇA (1670). Painel de azulejos (154 cm x 286 cm), fabrico de Lisboa. Museu de Lamego.-

-O PASTOR – Painel de azulejos da Estação da CP de Fronteira (Alentejo).-
E para terminar, uma das trovinhas características da formosa língua portuguesa:

 -sem autor ou fonte do lugar-

Abaixo, a história da Azulejaria em Portugal e suas origens:









20 comentários:

Georgia Aegerter disse...

Beth, uma beleza este teu post.

Eu adoro os azuleijos portugueses.

Aliás temos na entrada da casa azuleijos com o nosso sobrenome colado na parede do lado de fora da casa.

Esses azuleijos fazem parte de uma época e contam parte da história de Portugal. Ainda hoje se vê por lá estes belissimos azuleijos.

Bom fim de semana

Bjos

✿ chica disse...

Adoro os azulejos portugueses. Lindos os teus achados nas fotos e essa página do FB,pela amostra, deve ser maravilhosa!

Ficou maravilhosa tua página! beijos,tudo de bom,chica

Heloísa disse...

Que beleza, Beth.
Também me encantei com os azulejos, quando estive em Portugal. Muitos são os lugares com azulejos lindos, e lembro bem da Igreja Nossa Senhora do Terço, em Barcelos, cujas paredes são completamente azulejadas.
Que vontade de voltar.
Beijo.

Yasmine Lemos disse...

Lindos ,arte pura.
beijos um carnaval bem carioca pra vc rs

Teresinha disse...

Olá Beth,
Eu sou apaixonada por esses azulejos. Até coloquei alguns no blog.
Que trabalho riquíssimo!!!
Beijos mil

Sonia H disse...

Beth,
Que lindo post!
Adorei voltar aqui. As cores do teu blog me trazem uma paz.
Beijos,

Regina Rozenbaum disse...

Tô rindo aqui Beth...explico: emprestou sua lente pra euzinha foi? Tenho quase as mesmas clicadas rsrs Tive a oportunidade de conhecer/passear em Portugal por duas vezes e quero mais rsrs. Em cada cantinho, basta ter olhos, lá estão eles...contando história, nomes das ruas, portas das casas...lindos! E os do-ces??? Melhor pular esse capítulo delicioso, né messss?
Beijuuss Beth, já desejando um carnaval bem gostoso procê

Calu disse...

Betinha,
amo a arte da azulejaria portuguesa e sinto não ter tirados fotos tão belas quanto estas.Uma satisfação para o olhar.
Ótimo feriadão, amiga.
Bjkas,
Calu

Maria Célia disse...

Ei Bety
Verdadeiras obras de arte, como conseguiram criar tanta perfeição e beleza nestes azulejos.
Estou encantada, tanto pelas suas fotos, quanto pelas do Facebook.
Maravilha, não me canso de admirá-las.
Beijo.

Lúcia Soares disse...

Que lindos, Beth! Os de Coimbra, então, um sonho de beleza. Deve ser emocionante estar perto de uma parede coberta por essas belezas.
Linda partilha.
Beijo!

ML disse...

Belíssimos, Beth!

Com um post lindo desse, dá vontade de comprar uma passagem pra "Terrinha" ; > )

bjnhsssssssssss

Nina disse...

Nossa, que coisa bonita Beth. As cores sao incriveis e os desenhos, perfeitos nao? Teve um tempo que achava azulejo a coisa mais brega do mundo, ainda mais com arte impregnada, mas com o tempo passei a admirar.

Menina, outro dia soube, falando em azulejo, que aquele artista, se nao me engano chileno, aquele que enfeitou a escadaria com azulejos da Lapa, foi morto ne? Tomei ate um susto, pq qd estivemos la em 2011, estivemos com ele, fizemos fotos naquele lindo trabalho que ele fez, enfim... coisa mais complicada :-(

Lola disse...

Que coisa mais linda.
Obrigada por me proporcionar este
espetáculo.

R. R. Barcellos disse...

Belíssima arte, a azulejaria portuguesa. Creio que o próprio nome deriva da utilização dos pigmentos à base de cobalto, que resulta nesse inconfundível tom de azul.
Beijos,

Priscila Ferreira disse...

Como são lindos!
Adoro, lembrei das louças também!!
Ótimo carnaval pra você!
Beijos dinda

Toninho disse...

A arte portuguesa neles é mesmo fantastica e voce generosamente compartilhou momentos belos.
Grato Beth.
Bom feriadão para voce.
Meu abraço.
Bjo

Léia Silva disse...

Querida Beth
Não conheço Portugal, mas encantei-me pelas tuas fotos.
Esses azulejos são um verdadeiro encanto!
Um grande abraço pra vocês e tenham uma semana cheia de muita paz.
Léia

Georgia Aegerter disse...

Eu acho que vc tá na folia lá na Serra.

E eu de férias nestes dias de carnaval. Afinal é prá isso que ele existe, rs.

Boa semana


Bjos

Márcia Cobar disse...

Que fantástico!
Arte de primeira!
Lindíssimas suas imagens! São verdadeiras obras de arte!
A segunda imagem por ventura foi tirada nos pasteis de Belém em Lisboa?
Lembrou-me tanto o restaurante...
Saudades lá daquela terra... Achei tudo tão bonito...
Bjim querida!

Beth/Lilás disse...

Sim Marcinha, foram feitas lá nos pastéis de Belém em Lisboa.
Hummm só de me lembrar, já fico com a boca cheia d'água. rss
beijocas

-------------------------------------