.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

terça-feira, 19 de junho de 2012

Puxão de orelhas da vida


Tem dias que reclamo por qualquer coisa; do trânsito infernal da cidade, do calor excessivo, da falta de calor humano, do tempo que escoa pelas mãos, do desacordo humano em todos os sentidos, muito disso ou daquilo.
Então eu dou de cara com um pequeno verso e me posiciono, porque às vezes são necessárias poucas palavras para sacudir a minha cabeça. E eu me renovo e sinto que falam pra mim, diretamente à minha alma.

"Ó Deus, não me castigue se falo 
minha vida foi tão bonita! 
Somos humanos, 
nossos verbos têm tempos, 
não são como o Vosso, eterno."

-Adélia Prado- 

27 comentários:

Menina no Sotão disse...

Eu acho que o ser humano gasta tempo demais com bobagem. Estava escrevendo um texto no meio da tarde de ontem sobre os discursos intelectuais que muita gente toma pra si como verdade e ponto final. Desiste do texto porque tenho medo de gente intelectual e acho que ando lendo muito Rubem Alves. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Reclamar não causa prazer, só desconforto e cansaço...

bacio

✿ chica disse...

Estava desligando pra ir na Oma e me deparo com isso.LINDO! precisamos desses puxões de orelha!! Muito legal! beijos,lindo dia e resto da semana,chica

Cucla disse...

Querida,
Nesses dias de tempos tão agitados cada vez mais o tempo no parece fugir das mãos, mas creio piamente que ele se faz menor para que possamos desfrutar cada vez mais dos prazeres.
Esses sim são longos e nos permitem emocionar a qualquer tempo e medida.
Mas somos humanos, e estamos constantemente em evolução.
Para evoluir é necessário as vezes escorregar.Tenha um lindo dia.

Socorro Melo disse...

Oi, Beth!

Genial! Que versos tão lindos, e tão cheios de sabedoria!

Sim, precisamos de puxões de orelha sempre, pois, nos esquecemos constantemente da beleza, da proteção, do amor divino, mas, que não nos esqueçamos nunca de que Ele, diferente de nós, é misericórdia infinita.

Grande abraço, amiga
Socorro Melo

Wilqui Dias disse...

O melhor de tudo é que você está aberta as mudancas, mudar de ´´reclamona pra agradecida´´por exemplo,conheco vc tao pouco mas, nunc aimagino que vc reclame tanto como se descreveu, seu blog passa uma mulher antenada, inteligente, jovem por dentro e por fora, que acima de tudo ama viver, eu só consigo ver isso quando venho aqui, rsrsrs
Mas claronao lhe idealizo, por com isso eu lhe tiraria o direito de ser humana, com falhas.
Mas gosto muito fa forma que a Beth se expressa, encontra palavras exatas pra pessoas e horas exatas, e melhor consegue nos levar a uma linha de pensamento unica, com um texto longo ou com uma simples frase, esa é vc pra mim. bjs boa semana mesmo na terca.
Haa cheiros Brasileiros(daNoruega) com cheiro de primavera. rsrs
Haaa e diga pro seu mariducho que a Noruega é grande(nem tanto) mas que vcs vem de aviao, num é a pé nao, rsrs
Seria um prazer lhe ver, bater um papao longo e claro lhe dar mil cheiros pessoalmente, desde já minha casa, minha familia, e meu coracao estao todos abertos VELKOMEN I NORGEN!!! bjs

Wilqui Dias disse...

Depois que escrevi marido disse que é...VELKOME TIL NORGE...
Eu perdida no I e no TIL KKKKKK
ou seja bem vinda a Noruega. bjs

Regina Rozenbaum disse...

Ando conjugando tanto o passado que me esqueço do presente e quando percebo tôgarrada no futuro do pretérito. De verdade mesmo Beth? Gerúndio já! Uma forma nominal que diz que minhas ações estão em curso. Essa mineirinha, de cidade bem perto de Beagá, me encantou, para sempre, com sua "mulher é desdobrável". Somos mesmo e tanto que garantimos o direito de reclamar. E portanto nem carecemos de puxões de orelha. Alerta belo esse de Adélia!
Beijuuss n.a.
Beijuuss, amada, n.a.

Maria Célia disse...

Oi Bety
Simplesmente encantadoras suas palavras, e este versinho da Adélia Prado de uma grandeza.
É uma bela sacudida.
Beijo.

Heloísa disse...

Beth,
Adélia Prado merece, sempre, ser citada.
Beijo.

Calu disse...

Avisinhos poéticos despertam a alma, Betinha.
E quem nos dias tão turbulentos de hoje, não precisa de um puxãozinho lindo destes?Ainda mais vindo da doce poetisa mineira.
Uma linda noite p/ ti.
Bjos mil,
Calu

Lamarque disse...

a expressao de adélia é a expressao do nosso humano diante do divino.... lindo demais. parabens lamarque

Teresinha Ferreira disse...

Olá Beth,
Quando paramos para refletir que estamos reclamando por tão pouco, já é um grande avanço. O pior é quando só reclamamos e não damos chances de algo atingir nossos corações e mentes para melhorar mais e mais e ver que as nossas insatisfações são passageiras.
Somos ricas, felizardas, pois temos o nosso espírito iluminado pela alegria.
Beijos mil

ML disse...

Eu tb reclamo por "nada" - minha vó vive dizendo que "reclamo de barriga cheia". Que vergonha...

bjnhs

Toninhobira disse...

Como diria o Raul Seixas:
Veja
Não diga que a canção está perdida
Tenha fé em Deus, tenha fé na vida
Tente outra vez.

E assim Beth é preciso parar/pensar e se dar um tempo e renascer lindo e forte.

Bela mensagem amiga.
Meu carinhoso abraço.

Lúcia Soares disse...

Um lindo verso, cheio de verdade. Também paro e penso sempre, quando estou reclamona. Mesmo nas tempestades da vida, sempre temos o que agradecer.
Beijo!

pensandoemfamilia disse...

PERCEBER E RESIGNIFACAR, GRANDE PASSO.
BJS

Isabel disse...

Todos temos dias em que reclamamos de tudo, mas depois aluma coisa ou algum acontecimento nos mostra que reclamar só nos faz mal e não resolve nada. Lindos versos e linda imagem: a janela com as flores, amei!
Bjs

Pitanga Doce disse...

Beth, em primeiro lugar essa imagem que tens aqui é tudo de lindo!

Olha, todas as vezes em que saio da Casa Ronald e deixo lá aquelas mães e suas crianças, penso: "como podemos reclamar de alguma coisa?" Mas o caso é que sonhamos e tentamos fazer dos sonhos uma realidade. Somos todos poetas e somos "alma e sangue e vida", como diz Florbela Espanca.

Beijos em tarde "gris"

Palavras Vagabundas disse...

Beth,
amei os versos da Adélia, afinal somos humanos...
bjs
Jussara

Sonia Guzzi disse...

Percepção de uma alma delicada...
Gde abraço, em divina amizade.
Sonia Guzzi

Pitanga Doce disse...

Boa noite, Beth. Chove no Rio.

Há mail.

Márcia Cobar disse...

"Nossos verbos tem tempo".
Muito profundo...
Bjs
Márcia

Misturação - Ana Karla disse...

É verdade Beth. Quantas vezes já reclamei por besteiras, enquanto que na minha frente havia muito mais importante a queixar-me.
As palavras sempre caem como uma "luva" na nossa resposta.
Boa tarde de paz.
Xeros

Camille disse...

Que lindo isso.
Pensei ate que fosse uma coisa de biblia mas é da Adelia Prado, ela de fato, conversa com Deus com suas poesias e nos fz concersar tb.
Adorei o post, eu tb sou assim, as vezes reclamo, su A reclamona, e ai penso: que vida boa eu tenho. Tudo se aquieta e vai fcando feliz.
Bjao

Bel Rech disse...

De vez em quando é preciso dar um tropeção em alguma coisa que nos faz acordar...
Paz e bem

Georgia disse...

A Biblia já diz: " Em tudo fica agradecida".

Mas quem diz que a gente aprende?

Só Deus mesmo para nos agüentar...


Bjos

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

esses dias eu tb tava pensando nisso, querida Mãe Gaia... a gente reclama mto. claro que tem horas que as coisas estão difíceis, mas... mesmo assim a Vida sempre nos presenteia mta coisa boa né?

é isso ai! bjs