.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Superstições, você tem?





Lendo o extinto blog Banana&Etc. encontrei esse pequeno texto que enumera tantas superstições que o brasileiro tinha, ou talvez ainda tenha, e  mesmo ao longo dos anos perdura no imaginário popular influenciando até as mais novas gerações.
Veja se conhece algumas delas ou já não ouviu sua mãe dizer.  
Conhece também mais alguma?



Você é supersticioso?
Eu não (toc, toc, toc)


- Dá azar abotoar uma peça de roupa de forma errada. É uma péssima previsão
- Deixar cair faca é briga, garfo é visita, colher é visita de mulher
- Colocar bolsa no chão faz o dinheiro acabar
- O cabelo não cresce mais, se cortado na Sexta-feira Santa
- Vassoura atrás da porta espanta visitas
- Dá sorte vestir algo pelo avesso, desde que isso ocorra por total distração
- Comer manga com leite faz mal
- Mulher que tem o segundo dedo do pé maior que o primeiro, manda no marido
- Quem passa debaixo do arco-íris vira mula-sem-cabeça
- Cruzar com gato preto na rua dá azar
- Deve-se entrar numa casa com pé direito para ter felicidade
- Derrubar um copo d'água sobre a mesa dá sorte
- Tomar água de chuva dá papo
- Mulher casada que tomar café em xícara sem pires ficará viúva
- Dá azar dormir com meias, faz a pessoa ficar vesga
- A pessoa que é pulada não cresce mais
- Passar debaixo da escada é má sorte
- Quebrar um espelho, dá sete anos de azar
- Dá má sorte entrar em uma casa, pela primeira vez, pela porta dos fundos
- Sapato virado com a sola para cima chama azar


















25 comentários:

pensandoemfamilia disse...

Mais alguns: sapapo com sola para cima a mãe morre; visita tem que entrar e sair pela mesma porta para não levar a fortuna; varrer os pés de mulher solteira impede casamento.

bjs

Mila Viegas disse...

Hahahaha, já era pra eu estar vesga e viúva.. hihihihihi!

beijocas

Taia Assunção disse...

Hehehehe...gostei. Só tenho uma superstição, sapato virado com a sola para cima...e como com mãe não se brinca, toda vez que vejo um virado vou lá e desviro e minha caçula faz a mesma coisa, enquanto a mais velha morre de rir...beijocas!

Cacá - José Cláudio disse...

Já era pra eu ter morrido há muito tempo, Beth! hahahaha! Acho que nunca tive superstição. Tive medos na infância de umas coisas que eram atribuídas à superstição, mas acho que os adultos diziam isso era para fazer a gente ser obidiente. Agora, essa de dormir de meias, vou falar pra minha mulher que os olhos dela vão revirar (ela só dorme de meias) hahahaha! Muito legal, Beth. Abraços e ótimo fim de semana. paz e bem.

✿ chica disse...

Em mudanças, a primeira coisa que entra na casa, é um pote de mel ou qq coisa doce... Nunca sal,rsr beijs,lindo fds,chica

Astrid Annabelle disse...

Bom dia Beth querida!
Vim ler os últimos posts que ainda não havia visto...todos excelentes!
Conheço e cresci com todas essas surpestições..fazer o que? estamos no Brasil..Terra de magia e encantamentos!!!rss
E por via das dúvidas....hehehe
Beijão e inté.
Astrid Annabelle

Mona Gouvea disse...

Vim te convidar parra conhecer meu ateliê, passa la que tem novidades para o dia dos namorados, te aquardo,bjo.

Misturação - Ana Karla disse...

Aff maria Beth!
Eu tinha quase todas essas superstições, mas ainda bem me auto tratei e me livrei dessas coisas. kkkkk
Bom final de semana
Xeros

Dulce disse...

Xiiiiiiiiiiii... Minha amiga!... Cresci ouvindo isso tudo... hehehehe.
Supersticiosa? Olha, não sou, não, viu?
Mas, como costumava dizer meu velho pai... "Yo no creo em las brujas, pero que las hay, las hay..." hehehehe

Luciana disse...

Beth, que interessante, recordar é sempre bom.
Tem umas aí que eu nem conhecia, outras que acho que é mais mito ou lenda do que supersticão, como a da manga com leite.
Eu crio minhas próprias e nem semper acredito nas já existentes.

Beijo e um ótimo final de semana.

Lucia Cintra disse...

Nenhuma, Web-mae, nenhuma! Eu acredito que quando acreditamos com tudo em algo, nos mesmos atraimos essas coisas. Entao se a pessoa acredita numa superticao...

bjos

Glorinha L de Lion disse...

Não tenho superstição nenhuma...mas o que ficou da infância é que não posso ver sapato virado que desviro na hora! rsrs beijos,

Valéria disse...

Oi Beth!
(risos)
Eu não me acho supersticiosa, mas não gosto de colocar bolsa no chão e tenho cuidado para não quebrar espelho, noooossa será que eu sou?
Beijo e ótimo final de semana!

Giovanna disse...

nossa! eu nem sabia, mas eu conheço quase todas essas! kkk
adorei seu blog, jah estou seguindo
beijos
likehappydream.blogspot.com
Jo

Bombom disse...

Aqui em Portugal, as pessoas da cidade não são muito supersticiosas, mas no campo ainda acreditam em muitos desses ditos. Quando era pequenita, a minha mãe não ligava nada a essas coisas, mas a tia que vivia connosco, meio a brincar meio a sério, ía verbalizando essas regras, talvez para que nós aprendêssemos. Hoje nenhum de nós os 9 irmãos, liga a isso. Mas ainda me lembro que ela não queria que abríssemos o chapéu de chuva dentro de casa, nem que puséssemos o chapéu em cima da cama, porque "dava azar". Se fôssemos 3 a fazer a cama ou a pôr a mesa, tinha de sair um ou de se arranjar um quarto ajudante, porque "com 3, ou morre o mais velho, ou o mais novo". Eu não acredito mesmo nada nisto, mas nunca me esqueço! Agora não conhecia mesmo, essa de "colocar a bolsa no chão faz o dinheiro ir embora". Se calhar é por isso que ainda não estou rica, he,he! Tenho a mania de pôr a mala no chão sempre que me sento! Bjs. Bombom

Maria Célia disse...

OI Beth
Superstição não tenho, entretanto, um hábito que nem sei se pode ser chamado de superstição- só corto cabelo na lua crescente.
Bjo

Cantinho She disse...

Hahahahaha adorei!

Menina que foto MARAVILHOSA no seu perfil, só hj que vi, muito LINDA!

Bjo, bjo

Ana disse...

Eu sou!
Mas eu mesmo invento as minhas próprias superstições... Heheheheh!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

aqui no Japão tem muitas... mas é mais por tradição, mta coisa o povo não acredita ou não segue mais.

tem uma q eu gosto, deixar um pequeno pirezinho com sal na entrada de casa, para repelir as más energias que trazemos da rua. e outra é a da ikebana, que simboliza o direcionamento de luz e amor, vc aponta a flor para o lado que vc julga que precisa de mais iluminação.

bjs

Teresinha Ferreira disse...

Até que não sou supersticiosa. Acho que tem coisas que até me dão sorte. Como por exemplo sexta feira 13.rsrs...
Bjs mil

ML disse...

Sou não. Acho tudo uma grande bobagem (tipo "gato preto dá azar", que ignorância!). Mas evito passar embaixo de escadas: só pelo "azar" de alguma coisa despencar na minha cabeça : > )
Pridência nunca é d+

bjnhs

Rosamaria disse...

Muitas destas eu não conhecia, Beth, mas quando eu era criança as superstições eram muitas. Minha irmã de criação fazia questão de varrer meus pés e eu fazia o mesmo com ela. Eu casei cedo e ela demorou, foi casar com 30 e tantos anos. Pura bobagem.
Bjim

Lu Souza Brito disse...

Ahahah Beth, conheço quase todas.
Mas como a maioria, nao deixo sapato virado solado para cima (é desejar a morte dos pais). Evito passar embaixo de escada e tomo cuidado para nao quebrar espelhos. Não que eu acredite, mas vai que...né? kkkkkkkk
Ah...jamais guardo roupa ao avesso. Traz má sorte, hehehe.

Lúcia Soares disse...

Acreditei muito, na maioria das listadas, mas agora não acredito mais.
Vivendo e aprendendo.
Mas também detesto sapato virado com a sola pra cima, desviro na hora. Mas só porque acho feio, desarrumado.
Também não andava de ré, nem por brincadeira, pois a mãe podia morrer! rsrs
Beijo!

Somnia Carvalho disse...

apesar de nao ver sentido nas supersticoes eu nao escapo de algumas... se vejo meu chinelo virado nao tem jeito! lembro de minha mae dizendo que a mae morreria, entao vou la e ... desviro!

ate passo debaixo de escadas, mas passo pensando e torcendo para nada errado acontecer... e mais forte do que a gente! rs