.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

domingo, 28 de novembro de 2010

O Feijão e o Sonho



Somos Quem Podemos Ser Engenheiros do Hawaii


Um dia me disseram
Que as nuvens não eram de algodão
Um dia me disseram

Que os ventos às vezes erram a direção
E tudo ficou tão claro
Um intervalo na escuridão
Uma estrela de brilho raro
Um disparo para um coração

A vida imita o vídeo
Garotos inventam um novo inglês
Vivendo num país sedento
Um momento de embriaguez

Somos quem podemos ser
Sonhos que podemos ter

Um dia me disseram
Quem eram os donos da situação
Sem querer eles me deram
As chaves que abrem esta prisão
E tudo ficou tão claro
O que era raro ficou comum
Como um dia depois do outro
Como um dia, um dia comum

A vida imita o vídeo
Garotos inventam um novo inglês

Vivendo num país sedento
Um momento de embriaguez

Somos quem podemos ser
Sonhos que podemos ter

Um dia me disseram
Que as nuvens não eram de algodão
Sem querer eles me deram
As chaves que abrem esta prisão

Quem ocupa o trono tem culpa
Quem oculta o crime também
Quem duvida da vida tem culpa
Quem evita a dúvida também tem

Somos quem podemos ser
Sonhos que podemos ter



Eu sonho com os pés no chão e acho que por isso nunca construi castelos na areia e nem lutei com moinhos de vento, pois tal qual uma Maria Rosa de O Feijão e o Sonho, tenho dificuldades para entender os sonhadores que agem assim e esquecem tudo ao seu redor.  Tenho receio por estes e estou sempre a lembrar que as nuvens não são de algodão.  E martela-me a pergunta: Até onde pode ir alguém por seu sonho mais íntimo?
















15 comentários:

lolipop disse...

Beth, querida amiga...
Há sonhos e sonhos. Por alguns, mesmo que pareçam desmedidos, vale a pena lutar. Uma referência importante para mim, é o famoso discurso de Martin Luther King em 1963 conhecido por "Eu tenho um sonho..."
"...Agora é o tempo para fazer da justiça uma realidade para todos os filhos de Deus."
Mas vc tem razão, e os Engenheiros do Hawai também..."as nuvens não são de algodão.
Adorei o seu texto e reflexão.
Carinhos

Zélia Guardiano disse...

Belíssimo posta, Beth!
Belíssimo!
Somos quem podemos ser...
"Somos aquilo que conseguimos fazer com o que fizeram de nós"...
Grata, querida, por este momento especial de reflexão!
Forte abraço

Cacá disse...

Quando eu saí da casa de meus pais aos 15 para "ganhar" o mundo, me disseram esta frase e eu nunca mais a abandonei em minha vida.

"O desacordo entre os sonhos e a realidade nada tem de nocivo, se sempre que quem sonha acredite seriamente no seu sonho, observe atentamente a vida, compare suas observações com seus castelos nas nuvens e, de uma maneira geral, trabalhe escrupulosamente para a realização de seus sonhos."

Um lindo dia, Beth. Meu abraço. paz e bem.

Dani dutch disse...

Olá web-mãe, tudo bem?
Eu sou sonhadora e procuro ser sempre positiva, mas tenho sempre o pé no chão, otimo domingo. bjuss

Astrid Annabelle disse...

Por isso que existe a recomendação tão cantada em verso e prosa..."Siga o caminho do meio" Beth querida!
Ao usarmos em simultâneo a razão e a intuição conseguimos trilhar o caminho do coração!
Lindo post!
Eu gostei!
Beijo grande aqui de ubasol.
Astrid Annabelle

Cucchiaio pieno disse...

Oi querida
Boa lembrança para alguém, como eu, que esta' sempre nessas nuvens de algodão!
Bjim
Léia

Dori DLua disse...

Post bom pra refletir, hein?!
Eu gosto de sonhar, mas ando sonhando com os pés no chão. Aprendi isso. Sonhar por sonhar já me trouxe decepções e hj estou mais na realidade.
Essa música é fantástica! E post acompanhou!
Bju

Glorinha L de Lion disse...

Maninha, muito oportuna essa letra ... Jé eu, vivo com os pés e a cabeça nas nuvens...sonho e esqueço do feijão...e vivo queimando a panela...hehe beijos,

manuel marques disse...

Poema lindíssimo.

Beijo.

Lúcia Soares disse...

Beth, sonhar sonhos possíveis é o melhor, mas às vezes precisamos voar longe, alto, e sonhar algo poderoso, quem sabe alcancemos.
Meus pés são fincados no chão e às vezes queria meus castelos de areia...

"Quem ocupa o trono tem culpa
Quem oculta o crime também
Quem duvida da vida tem culpa
Quem evita a dúvida também tem"


Beijos!

ML disse...

Provavelmente, a circunstância é o limite, Beth.
"Eu sou eu e a minha circunstância." (Jose Ortega Y Gasset)

bjnhs e ótima semana

Camille disse...

Ola Beth,
Eu acabo lendo os comentarios junto, por que sao uma reflexao em cima dos posts( acho que sou uma boa leitora de blogs, leio ate o que esta em volta, hehehehe)
Ate aonde as pessoas podem ir com seus sonhos mais intimos? Ate as ultimas consequencias. Umas podem ate morrer por eles, outras construir coisas belissimas. Ha sonhos e sonhos como disse "Lolipop". Concordo. Linda letra voce escolheu..
Beijos!

pensandoemfamilia disse...

Oi Beth.
Considero os sonhos importantes, mas também procuro manter meus pés no chão.
Eu sou muito persistente quando desejo algo, assim corro, algumas vezes, atrás dos meus sonhos.
bjs
Obs:Amanhã é dia do relato da nossa Querida Giovanna lá no meu espaço.
bjs

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

A música foi muito bem escolhida, perfeita.

Beth, eu li o "Feijão e o Sonho" obrigado na escola. Mas não é que adorei o livro?

E o que é sonho, o que é idealização?

Sabe uma coisa que notei? Muitas vezes o sonho tb é uma forma de fuga. Imersos no sonho, a realidade pode ser deixada de lado. O sonho pode esconder muitos medos, inseguranças, uma falta de saber o que se quer de verdade na vida. Muitas vezes o sonho não existem em si por ser um sonho e sim nada mais é que rejeição do momento atual, com suas obrigações e responsabilidades.

Muitas vezes, para ajudar um sonhador, se faz mais importante conversar com ele, para trazê-lo com segurança à realidade atual. e assim o sonho pode ser até esquecido, pois já não servirá mais como fuga.

bjs Beth, uma boa semana pra vc

LILIANE disse...

Beth
como a Camile, vou lendo os comentários e observando o que cada um acrescentou e contribuiu para que nossa visao fique ampla.
Que sonhos eu posso ter?
é uma pergunta que faço sempre!
Estou buscando uma resposta.