.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

A raiva envenena corpo e mente, por isso acalme-se!



Cultivar valores que fazem parte da nossa vida diária é uma arte, muitas vezes cansativa e temos que ser absolutamente equilibrados para não deixar que um sentimento como a Raiva predomine nosso ser e nos faça pessoas destemperadas e mau humoradas.  Principalmente se nos sentimos como se estivéssemos numa praça de guerra, meio difícil de ficar zen o tempo todo e que é como se encontra nossa sociedade atual, onde a cada instante temos que conviver com atitudes de violência e horror que nos cercam.

Eu não gosto de sentir este sentimento -  Raiva -,  porque acaba registrando em nós mesmos, como consequência; dores, insatisfações, tensões e muita coisa negativa e auto-destrutiva, .



Seis tipos de pessoas são tristes

No grande poema épico indiano, Mahabharata é dito:
- Aquelas que têm inveja dos outros
- Aquelas que odeiam os outros
- Aquelas que estão descontentes
- Aquelas que vivem da fortuna dos outros
- Aquelas que são desconfiadas
- Aquelas que têm raiva"

Verdadeiramente, é a raiva que produz as outras cinco condições que causam a tristeza.
E esta raiva assume muitas formas, muitas facetas como: aflição, ressentimento, contrariedade, mau humor, aspereza, animosidade, explosões de raiva, ira, rancor, crises de choro e soluço. Muitas vezes, as lágrimas não são sinais de fraqueza, mas a força da raiva.



A minha raiva é transformada em  'desprezo ou nojo', justamente para controlar minha cabeça e não fazer algo errado deixando que minhas emoções me desestabilizem e me façam mal.  
Do que tenho desprezo e nojo:

  • do incompetente metido a sabichão;
  • da mediocridade e isto impera em todos os cantos da Terra, inserida, principalmente naqueles que têm o poder nas mãos;
  • do mau gosto e da falta de educação;
  • do fariseu que acha que somente ele terá um lugar no paraíso porque sua religião é a dona da verdade;
  • da hipocrisia, dos que fingem ser cordeiros em pele de lobo;
  • do corrupto e dos que comungam com ele;
  • da TV brasileira de baixo nível e que poderia fazer um trabalho fantástico para elevar a forma de pensar dos espectadores assíduos;
  • daqueles que escolhem votar num político safado só porque ele é seu conterrâneo;
  • do motorista que quer ganhar vantagem, seja na buzina ou na manobra perigosa colocando em risco pessoas inocentes;
  • da inépcia do Poder Público Municipal, Estadual e Federal - alguns dão certo, mas a grande maioria protege muito pouco a população;
  • dos filhinhos de papai que pensam ganhar vantagem dando carteirada por aí;
  • dos donos de cães que deixam imundícies nas ruas;
  • da deselegância de certas mulheres que envergonham nossa espécie;
  • daqueles que esnobam com o que é de outros e nada têm de seu;
  • da ganância e da mesquinharia;
  • do mentiroso que mente tanto que até acredita que sua mentira é verdade;
  • dos sem coração, que não sabem usar da compaixão pelo ser vivo;
  • dos políticos deste país, sem palavra, sem compromisso, sem moral, sem ética e sem vergonha. 






"A raiva surge de nossos desejos insatisfeitos, de nossas mágoas, frustrações, decepções e gera infelicidade."







Este post faz parte da Blogagem Coletiva sobre Sentimentos, comandada pela amiga Glorinha do Café com Bolo.









37 comentários:

Bia disse...

Beth, normalmente eu sou uma pessoa calma, mas quando finalmente consequem me tirar do sério e me deixar com raiva... sai de baixo!

Não sou muito de explodir, mas fico com vontade de esganar a pessoa.

bjs

orvalho do ceu disse...

Oi, querida
Começou seu post divinamente bem no meu modo de ver esse sentimento degradante: CULTIVAR VERDADEIROS VALORES...
Isso gera equilíbrio no coração da gente... e temos força de lutar contra o destempero... o mau humor... a negatividade... a destruição... a emoção desestabilizada...
Gostei muito da sua abordagem das lágrimas como expressão da raiva... pensei, ao ler, na criança birrenta e chorona...
O que enumerou dá asco mesmo...
Tenha uma ótima sexta cheia de serenidade.
Abraços fraternos

Mila Viegas disse...

Adorei! Tb não gosto de sentir raiva e quase não a sinto não. Mas, ninguém é de ferro né? Tb procuro transmutar, elevo para outro plano e me impregno de coisas boas.

Hoje, por exemplo, estávamos eu e 'Guguxa até agora rindo de gargalhar no MSN. Foi ótimo! Desopilou legal. Porque você sabe, a nossa raiva atual é compartilhada (eu e guguxa) e a gente está muito juntas nisso. Por um lado foi bom, a gente se aproximar mais e compartilhar a força, a coragem, a ousadia... além de rir um bocado.

Beijocas Bethinha!!!

Hj tá um frio do cão aqui! rs

Nilce disse...

Perfeito, Beth

Não gosto de sentir raiva, mas é humano. Então que tentemos manter pelo menos o equilíbrio.
Esta lista que vc fez é muito boa.
Também sinto asco por tudo isso.

Bjs no coração!

Nilce

Astrid Annabelle disse...

Olá Beth querida!
Excelente participação.....nem esperava que fôsse diferente!
A raiva sempre fica nos rondando mas dar poder para ela é escolha nossa.
Eu mudei para a beira o mar por isso...necessidade de sair do centro nervoso e raivoso de São Paulo. Pois a raiva contamina...
Quer saber, eu tenho raiva da raiva!!!!hahahaha
Muito boa a sua lista...muito boa!
Parabéns!
A alegria é um excelente antídoto!!!!
Beijo gostoso.
Astrid Annabelle

Chica disse...

Esses motivos dados são danados e nos deixam com raiva mesmo,não? Mas ela deve ser indiganação! Eu fico danada de raiva e depois, desopilo e passa!beijos,lindo dia,chica

Cris França disse...

Beth, tens razão a raiva destroi a gente antes de atingir o alvo.

bjs

Luciana Håland disse...

Beth, excelente post.
Eu também tenho nojo e desprezo por tudo que você colocou na lista. E ainda temos que junto com o nojo e desprezo termos paciência para ver e aguentar tudo isso, nem dá pra vomitar e botar pra fora. Dureza.

Beijo e um maravilhoso final de semana.

disse...

Concordo com você. Não vale a pena alimentar esses sentimentos. São destrutivos. Lindo final de semana com muito amor!!!Bjos

LILIANE disse...

Só posso concordar quando diz que a raiva produz dores, insatisfações e tensões.
As pessoas mais ansiosas e tensas são as que levam um estilo de vida que, ou provoca raiva nos outros ou nelas próprias.
Saber utilizar a raiva e a energia que ela tem como um ponto para a mudança me parece uma atitude bem inteligente.
Parabéns pela sua abordagem.
Gostei muito do seu blog.
Bom final de semana.
Carinhosamente, Liliane

Isadora disse...

Beth, certamente, raiva não é um bom sentimento. E a quem causa dano? A nós mesmos, mas ainda assim volta e meia nós a sentimos por diversos motivos, porém viver com ela a tiracolo certamente não fará bem nenhum.
Um beijo

Manuela Freitas disse...

Querida Beth,
Gostei muito da tua postagem, porque me identifico muito com tudo o que dizes. Eu também procuro ser moderada, mesmo em confronto diário com tanta coisa que me revolta. Sinto raivas, não digo que não, mas consigo recalcá-las e cá dentro fazer a terapia mental necessária.
Muitos beijinhos para ti,
Manú

Cantinho She disse...

Queridonaaaaaaa ficou fantástico o seu post, eu amei, realmente a raiva só faz mal pra gente mesmo, mas qdo coisas acontecem como acabei de saber com a Glorinha aí é impossível não sentirmos raiva, né? Afff! Como uma parte da raça humana é cruel... lamentável!
Se vc encontrar com a Glorinha por esses dias, por favor, depois que vc der o seu abraço apertado nela, dê um por mim tb... obrigadinha e pra vc... muitos beijos, beijos cariocas... hehe
She ;)

lynce disse...

Pois é minha caríssima amiga do vitual, tu mencionas uma série de defeitos nos quais eu não me revejo, nem nunca me revi. Não é que eu seja um anjo, que não sou, obviamente que tambem tenho defeitos como todos os outros, caso contrário, não seria humano.
Mas sou pessoa calma, serena, ponderada, compreensiva, que procura viver condignamente e que se preocupa, básicamente, com a sua vida e com a dos outros, especialmente com as dos mais desfavorecidos.
Eu costumo dizer que, nós só viemos ao mundo ganhar um fato, porque nascemos nus e quando morremos vamos vestidos (os que vão). Daí que uma das minhas filosofias de vida seja não me chatear literalmente com nada nem com ninguém. A vida é um bem demasiado precioso para ser desperdiçada com quezílias ou inimizades.
Mesmo nos momentos mais dificeis da minha vida, é dificil alguém me ver sem um sorriso nos lábios. É assim que funciono e adoro ser assim.
Beijinhos do lado de cá do "rio" com o desejo de que passes um excelente fim de semana.
:)))

Glorinha L de Lion disse...

Betita, minha amiga, vc que tem compartilhado comigo tantos momentos de alegria, emoção lágrimas, coelhadas, malaguetas...vc sabe que minha raiva é passageira. Explodo e daqui a pouco tá tudo bem...sou assim, difícil guardar raiva em mim. A não ser que me magoem muito, mas aí, vira tristeza. Com hj, estou triste, desanimada, mas vou melhorar. Seu post está ótimo, adorei sua lista. E concordo com ela. Tb tenho essas raivas. Mas o que me deixa com mais raiva é a impotência, não poder fazer nada pra mudar certas coisas. Beijos maninha, obrigada pelo seu carinho comigo e por sua enorme amizade.

Tati Pastorello disse...

Olá Beth, Tenho muitas raivas ainda, estas que você citou acima mexem comigo só de pensar. Aprendo também a lidar com elas. Tem sido mais fácil asim!
Um grande beijo.

Françoise disse...

Oi Beth,

Realmente o ódio, a raiva , são palavras que não combinam em nada com você. Sua lista é cheia de verdades, uma pena... digna de desprezo total.

Abraço e bom final de semana!

O Baú do Xekim disse...

Olá May, boa tarde.

Um lindo e feliz fim de semana.

Beijinhos.

Nika disse...

Olá Beth, adorei o post concordo com vc sobre as coisas que dão raiva, se todos tivessem raiva dessas coisas poderiamos ter uma sociedade melhor.
Acho natural sentir raiva, mas não devemos deixar ela comandar nossos atos ou mesmo fazer raizes em nosso coração.
Bjs.

Leci Irene disse...

Beth: eu também nãogosto de sentir raiva pq ela me deixa com meus sentidos adormecidos... e .. aí eu posso cometer alguma besteira!
Beijos

Bordados e Retalhos disse...

Beth, raiva é um sentimento que maltrata a gente, faz mal. Mas também é um tipo de indignação que nos move a buscar algo novo e só assim vale a pena. Sentir por sentir, remoer a vida toda, não nos ajuda. A minha raiva dura pouco, graças a Deus. Seu post ficou lindo, cheinho de coisas que eu gostaria de dizer. Bjs

Kelly disse...

Concordo quando você diz que a raiva nos faz infelizes. A insatisfação é muito grande, eu que vivo com raiva de tudo então nem fale! Tento me controlar, mas é difícil, beijos

ELA disse...

Oi, Beth!

Vc me chama de "Ela" mas um dia já me chamou de Michelle, lembra? rs...

Seu comentário foi mesmo de uma mulher experiente para outra nem tanto. Obrigada.

As fotos do "miau" arrepiado são demais! Gosto do ar dos felinos. Sem dúvida que a raiva é pior para quem sente, não para quem provoca. Achei legal vc expor tão categoricamente (usando tópicos!) as coisas que despreza.

Um abraço,
Michelle

Macá disse...

Beth
Raiva! Quem não sente? Principalmente agora nessa época de eleição. Quer motivo maior pra sentir muita raiva?
Mas fazer o quê, não é?
Eu sinceramente sinto, mas passa rapidinho. Não deixo que ela estrague um dia inteiro meu não.
beijos

pensandoemfamilia disse...

Oi Beth
A raiva nos prejudica imensamente, vc a transforma em desprezo e nojo.
Como seres humanos não temos como fugir de situações que nos enraivecem e noss entristecem. Penso que devemos nos liberar deste sentimento, conforntá-lo e realmente transformá-lo.
bjs

Socorro Melo disse...

Olá, Beth!

Eu assino aonde???
Essa lista está espetacular, pois, resume os principais objetos de nossas raivas.
Também tenho por hábito transformar raiva em desprezo, mas, e quando o causador da raiva é alguém do nosso círculo familiar? Não dá pra desprezar, temos que transbordar de amor pra aguentar e seguir em frente. É difícil, mas, vamos aprendendo, na marra, kkk
Seu texto está excelente, viu?

Beijos
Socorro Melo

Tati Pastorello disse...

Oi Beth, te respondi no meu blog, e resolvi trazer a resposta até aqui também, tá?
"OI Beth, preciso responder você. Sabe por que fui serena, sensata, cuidadosa? POr que me senti respeitada e querida. Mas ai de quem invade meu espaço, me força a alguma situação... nestas horas... hehehe Aí sim esta Tati que contei aqui aparece!
Beijos."

Lúcia Soares disse...

Beth, todas as suas raivas são as minhas e mais outras que certemente temos. Só precisamos saber como controlá-la, pois o mal que ela faz fica conosco.
Tenho me policiado muito pra não sentir raiva, pois se não a extravaso, fica pior pra mim.
Mas há tanta coisa melhor pra sentir, que nem sei se vale a pena deixar a raiva se instalar, né?
Beijos!

(Beth, obrigada pela força no post sobre meu desânimo. É passageiro, vou me recompor rapidinho. Bj)

Crica Viegas disse...

Raiva é algo difícil de a gente lidar com ela...eu tô aprendendo muito ainda nessa vida.
Gostei muito do texto!

Deia disse...

Oi Beth! Estou com você - ter raiva para quê? Só nos faz mal. É claro que a sentimos, mas daí a alimentarmos, é outra história! Sua lista está ótima, bem completa! Um beijo, Deia.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Beth. Desculpe a demora em comentar. Ontem tentei, mas não tava dando certo. E para não ficar com raiva do blogger rs, deixei então para tentar novamente hoje.

Eu ADOREI o seu texto. São os mesmos motivos que me dão raiva. E tento tb sublimar o sentimento em algo menos pesado. E vou seguir o seu conselho, transformar a raiva em algo como o desprezo, indiferença.

Acho lindo o Mahabharata. E toda a sabedoria que o poema encerra.

Foi maravilhosa sua participação. Me vi retratado nos motivos que nos deixam indignados.

(Que bom que a Glorinha tem uma amiga como vc perto dela. )

bjs

Ivana disse...

Beth, a raiva realmente é um veneno na veia de quem sente. Em algumas situações é absolutamente necessária, principalmente quando serve para que externemos nossa indignação. Mas a longo prazo, a raiva contida, guardada, materializa em forma de doença. Isso eu não quero pra minha vida, não. E fico atenta.
Beijos!

Meru Sâmi disse...

Oi, Beth

Ontem eu estava muito aborrecida e quando soube do ocorrido com a Glorinha fiquei muito P.mesmo. Então decidi desligar tudo e ir ao parque tomar overdose de verde (Mãe Gaya regenera. ), o antídoto para todo esse veneno.
Por isso só hoje estou comentando em alguns blogues.

Muito sensatas as suas palavras. Se não tomamos uma atitude enquanto temos o controle, quem pagará mais caro é nosso corpo que, ficará com o bônus negativo.

Agradeço o seu comentário sobre minha postagem, gostei, pois o seu e o de todos os que comentaram, reflete que ainda há esperança sim, que vale a pena continuar fazendo o que nôs cabe. Obrigada!


Um ótimo final de semana e fique na Luz!

Beijos.

Bombom disse...

Cara Beth
Gostei imenso de ler a tua publicação. O início é uma "pérola" que nos deve fazer meditar no assunto. Quantas vezes nos magoamos e ferimos os outros por sermos insensatos... por não sabermos ouvir e tirarmos conclusões precipitadas!
Quanto ao resto, já sabes, estamos em sintonia.
Que a Fada de que falavas ontem nos dê o condão de relevar as nossas raivas e de as transformar em compaixão. Bjs. Bombom

Luma Rosa disse...

Conheço gente que passa o dia raivosa, numa total improdução! Porque enquanto a pessoa se apega a maldizer, a vida está passando... respirar olhando para o horizonte é um bom exercício! (rs*) mas acredito, muitas pessoas passam o dia olhando para 4 paredes e dentro das paredes do cérebro só pensam em problemas, daí não tem como, o humor acaba, a vida fica chata... se a cabeça é o nosso guia, vamos canalizar os pensamentos para coisas boas! Uma pausa para um chá! Bom fim de semana! Beijus,

Luma Rosa disse...

Conheço gente que passa o dia raivosa, numa total improdução! Porque enquanto a pessoa se apega a maldizer, a vida está passando... respirar olhando para o horizonte é um bom exercício! (rs*) mas acredito, muitas pessoas passam o dia olhando para 4 paredes e dentro das paredes do cérebro só pensam em problemas, daí não tem como, o humor acaba, a vida fica chata... se a cabeça é o nosso guia, vamos canalizar os pensamentos para coisas boas! Uma pausa para um chá! Bom fim de semana! Beijus,

ML disse...

Yes, Beth! Eu tb tenho "horror" (= uma "reiva" danada) de gente falsa (os "lobos em pele de cordeiro") que têm a maior cara de pau sempre pra dizer e desdizer o que disseram há 1 minuto atrás. Oh, raça!

bjnhs, bom final de semana