.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Complementando a raiva e a ira.

Recebi por e-mail da amiga Fafá o quadrinho abaixo:





FALAMOS DEMAIS, 
OUVIMOS DE MENOS!
DISCUTIMOS MUITO, 

DIALOGAMOS POUCO E
TOMAMOS DECISÕES PRECIPITADAS EM NOSSAS VIDAS.


"Esteja  pronto para ouvir, 

seja tardio para falar e 
mais tardio ainda para irar-se.." 


A ira é feia, mas ninguém consegue viver sem sentir um pouco de raiva, pelo menos às vezes. Raivas pequenas, quando alguém pega a vaga do carro que você já considerava sua, raivas maiores, contra as injustiças deste mundo em geral e a nós, em particular. 







27 comentários:

Yoyo Pizy disse...

Miga,
Passei só padra dizer que enviei um email pra você.Volto amanhã para comentar
Bjo

Astrid Annabelle disse...

Olá Beth! Boa noite!
Corujemos!!!!
Conheço uma frase ótima:
"Que as suas palavras sejam sempre melhores do que o seu silêncio"
Não sei de quem é esta frase, mas ilustra bem o que você quis dizer ao considerar que falamos demais e ouvimos de menos.
A Arte de Ouvir precisa ser cultivada com urgência!
Adorei este post complemento!
Beijos para uma boa noite que agora vou dormir. Até amanhã.
Astrid Annabelle

Lúcia Soares disse...

Pois é, Beth. Realmente ouvimos de menos e falamos de mais. Eu, com certeza, já fui assim. Hoje sei me conter um pouco, mas só um pouco...
Beijos!

Ivana disse...

Verdade, Beth! A gente fala muito mesmo, né? E ouvimos de menos. Eu me policio, porque tenho uma séria tendência a "concluir" as coisas antes da pessoa terminar de falar. Aurélio que diz que tenho "ansia de adivinhador". Coisa mais feia. Mas eu chego lá.

Cris França disse...

adorei! rs bjs

Renata disse...

AH, que lindo!!!!

Todos nos temos um pouco do pequeno Timmy, e muito mais ainda da mamae do Timmy...seria tao melhor saber ouvir mais, e falar menos...mas nos ainda estamos longe disso.

No final a vida eh tao simples, basta abrirmos nossos ouvidos poucos minutos, pra estarmos muito mais proximos daqueles que sao importantes pra nos

Cultivemos a arte da escuta,estejamos alertas!

Bom dia, otimo sabado!

orvalho do ceu disse...

Oi, Beth
Esse príncípio espiritual do "esteja pronto para ouvir..." é uma Lei da abedoria humana...
Boa complementação, querida.
Tenha ótimo sábado aí.
Bjs fraternos

James Pizarro disse...

A ira, assim como o ódio, só fazem mal a quem odeia ou fica bravo.
Ter ódio, ou ficar zangado, é mais ou menos como tomar veneno e ficar esperando que o objeto do nosso ódio ou ira morra.
Quem se envenena é só a gente.
Até bioquimicamente isso é explicado, pois descarregamos adrenalina demais, etc...
Já a contemplação, a meditação, o exercício fisico fazem o cérebro liberar endorfinas...que são pacificadores bioquímicos, que nos trazem harmonia, quietude, paz.

Beijo

James Bond+

Glorinha L de Lion disse...

Post sábio! Até que sei ouvir. Posso até não concordar, mas sou boa ouvinte pras minhas amigas, não sou?
Agora, quanto às decisões precipitadas, ah! nisso dou aula! Sou uma impulsiva, por isso acabo me dando mal. Ainda não aprendi a pensar antes de falar, mas já melhorei. Espero melhorar mais a cada dia, aprendendo com vcs, meus amigos. Grande beijo.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

É um quadrinho, pra rir...
mas qtas vezes não reproduzimos este quadrinho no cotidiano?

por isso precisamos sempre respirar fundo antes de tirarmos nossas conclusões.

ótimo toque e reflexão
bom fds pra vc e sua família, querida Beth

Mari disse...

Adorei o quadrinho. Tem tudo a ver com a raiva. Ela nos bloqueia, não nos deixa pensar direito, e como bem disse o Ale, nos faz tirar conclusões precipitadas.

Beijos Beth

Beatriz disse...

Bem pertinente Beth,
Eu sou uma das que falam demais! Mas sei ouvir bem também, não tanto como deveria, mas estou no caminho....Ufa!
Beijocas,
Bia
www.biaviagemambiental.blogspot.com

Eduardo disse...

Oi Beth, essa eh uma grande verdade e os quadrinhos sao bem eloquentes; eh preciso escutar bem antes de agir, pois poderemos estar entendendo errado o que a outra pessoa esta tentando comunicar.
Eduardo

pensandoemfamilia disse...

Oi Beth

Penso que precisamos utilizar todos os nossos sentidos. Meu post de hoje é só para ser visto, pois temos vários canais de entendimento, não é mesmo.

Kelly disse...

Adorei a tirinha, realmente agimos de mais e ouvimos de menos. Infelizmente tenho que assumir, sofro de raiva crônica!!! QUe feio né? MAs é verdade, fico irada com muita facilidade, vivo tentando me controlar, mas nãoé fácil.
Beijos

Sonia Beth disse...

Ai Beth e quanta confusão e dor esta precipitação nos traz , não?

beijinhos

Gisley Scott disse...

Olha do que eu já paguei mico pq eu falei demais não está no gibi, no jornal,na enciclopédia, quem dirá no Guiness...Tenho procurado trancar a matraca...A gente não fica prejudicado por não falar de cabeça quente, mas o que foi dito de cabeça quente sempre prejudica a gente :S! hahahaha :)

Amei o versículo bíblico.É uma passagem de Tiago 1.

Fernanda disse...

Pois é!

Mas quantos de nós seremos capazes de fazer o que está mais certo!!!

Por mais que tentemos ter essa compostura, a verdade é que às vezes a tampa salta, ou por outras palavras, o chileno sai fora do pé :))))
depois vem o arrependimento...tarde demais!!! não é????

Beijinhos
Ná- Na Casa do Rau

Françoise disse...

Vishiiiii, que histórinha hein????

Realmente só me dou mal quando sou impulsiva demais , affff!!!!! Por vezes a ira é maior que a sensatez , há muitos momentos loucos assim nesta vida injusta. Engraçado que estava falando isso pro meu marido ontem, muitos inocentes acabam pagando pelos pecadores, tá bom, acho que ja estou até mudando de assunto, rs.....
Beijos mil.

Liza Souza disse...

Beth, ótimos textos sobre a raiva. Voce como sempre nos presenteia sempre com uma otima e reflexiva abordagem em tudo que escreve.
Beijos

Nina disse...

Oi lindona!

Nao preciso nem dizer que concordo plenamente com tua frase abaixo, o quadrinho tem tudo a ver mesmo, sabe, às vezes me enquadro nisso tbm, ser mae é complicado em alguns pontos, a gente fala bem mais que ouve mesmo.. ai ai, se policia Nina...

como tá o Rio querido, querida?? Eita saudade disso ai viu?!
Um bj com carinho

ML disse...

Eu fala pra caramba, desde pequenininha (meu apelido era " vitrolinha", saca o drama), então este post me vestiu como uma luva!

bjnhs

PS: como dizia minha avó, "a palavra é de prata, o silêncio é de ouro"...

ManDrag disse...

Perdemos a sabedoria de escutar.
Quando o outro vai falar já nós acreditamos saber o que ele vai dizer, mesmo sem que tenha proferido um único som.
É muito triste viver rodeado de gente que não entende o que queremos dizer.

Abraço

Amica Philosophiae disse...

A raiva deixa a gente burro e arrependido do que falamos e fizemos. Mas o que fazer se somos apenas humanos, imperfeitos e muitas vezes egoístas!

Manuela Freitas disse...

Olá querida Beth,
Está muito giro e muito real. Muitos tristes acontecimentos sucedem, por não sabermos conversar como deve ser e entrarmos logo ao ataque!
Aqui costuma dizer-se «uma tempestade num copo de água»!
Muitos beijinhos,
Manú

Gina disse...

Olá, Beth!
Estava viajando e só agora pude conferir seu post da blogagem.
Essa tirinha está ótima!
Menina, quanta coisa pode acontecer como resultado de um mal entendido, vixe!!!
Ótima participação.
Boa semana.

Mila Viegas disse...

Eu não conhecia esse quadrinhos e, apesar de ter achado engraçadinho ele passa uma mensagem bem explícita. Nunca se precipite.

beijos