.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

domingo, 4 de julho de 2010

E hoje as flores e música são para ...




Viver longe do país de origem, adaptar-se às tradições, cultura, língua e tantos outros desafios tem sido a luta de muitas jovens mulheres que conheço há algum tempo aqui pelo mundo dos blogues.   Não é raro lermos em seus posts diários estes momentos de companheirismo e dedicação familiar que conseguem no decorrer dos anos em que moram distantes de suas mães, irmãos e amigos que aqui deixaram, com força, determinação e amor que apoia um e outro cônjuge  a  fazerem grandes superações.   São pessoas com inteligência e habilidade emocional, encontram a chave para manter a união familiar, mesmo quando estão em lugares onde o calor humano só é sentido com o decorrer do tempo e o conhecimento que as pessoas vão tendo umas das outras.

Uma dessas moças que muito me impressiona é a simpática mineira, Liza,  que foi para Alemanha há dois anos, a fim de acompanhar o maridão Bebeto em seus estudos científicos e profissionais.  Eles foram ficando e hoje  a possibilidade de crescimento para alguém com sua capacidade é enorme, já que por lá para pessoas com este perfil o campo é denso, profícuo.  A Liza tem tido momentos difíceis, dias tristes quando enfrenta a falta de sol e o frio quase presente na linda Alemanha, mas seu amor é grande e tem superado a tudo isso, sempre com a presença alegre de seu filhinho e o carinho imenso de seu querido marido.

Para você, Liza, ofereço esta flor e uma música que me lembra sua vivência nestes anos em que a acompanho.  Beijos.







13 comentários:

Yoyo Pizy disse...

Certamente, a sua amiga ficará muito feliz com as flores
Bjo e bom domingo

Liza Souza disse...

Obrigada, Beth! Realmente nao tem sido dias fáceis. A saudade aperta demais, mas como voce disse o Miguel e o Bebeto tem sido minha forca para seguir em frente. Sem falar no carinho e conselho de amigas como voce. Nem sei como agrader pelo post, suas lindas e verdadeiras palavras, pela música e pela flor. Voce é muito especial! Obrigada de coracao. Agora me diz uma coisa. Que percepcao é essa, hein? Quem te disse que amo de paixao a Vanessa da Mata e principalmente essa música que vem embalando o meu relacionamento com o Bebeto desde o inicio? Viu como o que eu disse é a mais pura verdade. Só alguem especial poderia ter tamanha sensibilidade. Ouso a dizer que é dom de Deus e que Ele te usa para trazer alento, alegria e amor para a vida de quem tem a sorte de te-la por perto.
Uma excelente semana! Beijos

Eduardo disse...

Liza, so quem emigra para outros paises sabe o quanto a saudade aperta. Apesar da nova vida cheia de desafios e alegrias, parte do coracao fica sempre no Brasil, com as pessoas queridas que la estao.
Muito sucesso para voces.
Um abraco
Shrek

cantinho she disse...

Passando por aqui pra deixar beijinhos e desejar uma linda semana!
Beijo, beijo!
She

Luciana Håland disse...

Nossa, essa musica é simplesmente linda. Adorei.

Luciana Håland disse...

Beth, são obras de uma artista dinamarquesa, achei bem diferente e bizarro, o carrossel são bebês empalados, e tem uma menina no meio deles que é a algoz. Fiquei super impressionada. A escultora é bem jovem, Maria Rubinke, trabalha com porcelana, mas näo consegui muitas informacöes sobre ela. Coloquei somente as fotos e o título para ver o que as pessoas analisam sobre.

Beijo

Macá disse...

Beth
linda homenagem que você fez para a Lisa. Essas pessoas são poderosas mesmo, porque deixam tudo aqui para estar com a pessoa amada e fazer com que a vida lá caminhe - apesar das diferenças - pelo menos parecida com aqui.
Um beijo pra você

Natália disse...

Oi Beth
Que linda musica e que flores lindas que você tem sempre aqui.
Beijinhos Amiga e desejo-lhe uma óptima semana.

Isadora disse...

Bet como sempre linda homenage. Parabéns a Liza pois não deve ser fácil viver em um País estranho, longe de todos.
Um beijo

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Beth, antes de tudo um grande parabéns por sua sensibilidade e carinho com sua amiga.
Muito bonito o post.
Eu imagino como deve ser complicado pra uma pessoa viver fora do Brasil apenas por amar alguém. Eu vivo há uns 8 anos fora, mas tenho raízes aqui no Japão, pela origem. E aqui, de tanto brasileiro que tem, a gente até esquece tem horas que está no Japão.

Mas seria complicado viver em um país com o qual nunca tive ligação anterior, com costumes e lingua tão diversos. Que nada me faz lembrar das origens, do que sou, do que conheço.

Vou conhecer o blog de sua amiga, me pareceu mto interessante.

Bjs pra vc e uma excelente semana pra vc e seu maridão!

Crica Viegas disse...

Amo de paixão essa música, ofereci ao meu companheiro na vida nos 20 anos que completamos em 2010.
Linda homenagem!

Lu Souza Brito disse...

Essa música é apaixonante Beth!
Adoroooo, adoro ouví-la com meu marido.

Lúcia Soares disse...

Beth, a Liza disse que você acertou e eu digo que acho que acerta sempre, em suas homenagens.
Até hoje me encanto com sua música, que me fêz redescobrir Alejandro Sanz e cantarolar como há tempos não fazia.
Beijos!