.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Entre Mariel e Glorinha
















O mundo hoje está bem diferente, muita coisa mudou para melhor e o processo de crescimento econômico, aqui mesmo em nosso país, foi percebido claramente nessa última década.  Nossos olhos percorrem a rede mundial e ficamos impressionados com a rapidez dos fatos, com a mistura de raças que deu em alemães negros, ingleses mulatos; com algumas marcas brasileiras em letreiros de shoppings na Europa; as tecnologias chegando praticamente juntas em todo mercado mundial, cinema e artes a mesma coisa, já não demoram como antigamente a chegar nas telinhas do interior do Brasil e é impressionante a velocidade da informação em todo o mundo atualmente.

Mas uma coisa, pelo menos por aqui, parece não estar seguindo este ritmo, já que lendo o excelente blog da Mariel, constatei mais uma vez que a Suécia só vai pra frente, enquanto o Brasil que a Glorinha me conta neste post , não compactua com o que gostaríamos que fosse esta possível 'globalização cultural'.

Não precisamos de mais marcas de carros para entupir as ruas, nem dos últimos modelos de tênis da Nike, nem de tanta bolsa ou vale gratuito.

Precisamos de Educação e Cultura e sermos reconhecidos num mundo com uma cultura global, senão vejam o que continuaremos a ver por aí:

18 comentários:

Dani dutch disse...

OI Beth. tudo bem?
É exatamente isto que falo para as pessoas aqui, o primordial é o investimento na educação, na criança .. e esta nota de jornal é a "cara" do tipo de cidadão que os políticos querem que sejamos.
bjuss

Isabel disse...

Beth, ainda estou a rir, rsrs
A educação e a cultura devem ser mesmo os pilares de uma sociedade, mas nem todos os países compreendem isso.
Mas também devemos lembrar que Suécia só há uma, os países escandinavos são um mundo à parte e são a minoria num mundo enorme e com muito a fazer para atingir a perfeição.
Bjs

novavidanovelhomundo disse...

Primeiro de tudo, fiquei feliz em ser citada em um assunto importante como esse. :)
Agora entrando no assunto, a educacão brasileira é muito fraca, geralmente falando, e eu acho o foco dado errado. Em Santa Catarina as melhores escolas estão focadas no vestibular, enquanto que as mais fracas estão focadas em "finalmente formar o aluno", que dificilmente cursará uma universidade. Que educacão é essa? Eu vejo que aqui eles tem todas as matérias que temos, e ainda culinária, marcenaria, corte & costura... tudo isso pra ambos os sexos, claro, estamos na igualitária Suécia. Mais do que informacão, eu vejo que aqui se tem formacão, o que dá independência pros jovens muito cedo.
Por fim, me entristece cada vez que penso nos 99% que não cursam uma universidade. Me entristece muito mais do que os 40% da Suécia. Isso porque eu sei que aqui é escolha, enquanto no Brasil não.
Beijos e espero que o Rio esteja tão ensolarado quanto a minha fria Luleå!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

hahaha
Vale paraíba hahaha
mas sinceramente eu não sei se rio ou choro com isso... q coisa triste, aonde vamos parar?

Gisa disse...

É Betinha, estamos longe de ter um país educado e culto.

Um beijo e bom finds

novavidanovelhomundo disse...

Ps: linkei esse post no meu de hoje. Espero que a tua descricão seja coerente, pois essa é a imagem que tu me passas com teu blog.
Beijos!

Chica disse...

Nossa!!Só rindo,pra não chorar!!!beijos,chica

Bordados e Retalhos disse...

Muito bom o post de hoje e a ilustração é a prova do que vc fala. Adorei, apesar da tristeza de constatar a verdade. Bjs

Wilma disse...

Vixe!!! que é isso!!! sem noção esse aluno. Completamente sem noção e preconceituoso, que triste!!! Precisamos sim de Educação para nossas crianças, mas há indivíduos que nem a boa educação salva, e esse aluno parece ser um exemplar. AFF!!!

Glorinha L de Lion disse...

Web mana, obrigada por me citar! Acho que nosso papel de blogueiras tb é esse...não só falando de coisinhas bonitinhas da nossa vida, ou das nossas tristezas, mas exercendo nossa cidadania...ou seja: denunciando, cobrando, mostrando. Blog tb é pra isso...não vivemos num mundo cor de rosa e olhando pro próprio umbigo como poderemos cobrar mais tarde?
Muito boa essa linkada que deu entre o melhor dos mundos e um dos piores, onde só não vê o que se passa ou quem não quer ou quem mama nas tetas do governo.
Beijos.

Teresinha Ferreira disse...

Olá Beth,
Devemos nos preocupar com a base da educação. Começando com a alfabetização...Meses atrás, quando estava dando aulas de artes para crianças, fizemos um trabalho sobre o meio ambiente e um garotinho de 5 anos veio me falar de sustentabilidade. Fiquei perplexa...Fique feliz em ver que nem tudo está perdido...Feliz em ver que os pais e que a própria escola estavam dando base para um futuro cidadão.
Com tantos vales por aí...VALE a pena investir no Brasil...

Luciana Håland disse...

Beth, já ri demais com essa do aluno, mas isso é verdade ou piada?
Custo a acreditar. Mas pelo menos o aluno despreparado estava bem humorado, porque isso é uma piada, claro.

Beth/Lilás disse...

Lu,

Peguei isto como forma de ilustração pela Net, mas considero que só possa ser mesmo uma piada. No entanto, sabemos, já vimos, absurdos em provas de vestibular ou de 2o.grau por aqui, parecido com isto.
beijussssss


------------------------------------------------------------------------------------------------------------

manuel marques disse...

Simplesmenet caricacto.

Beijo.

Lúcia Soares disse...

Ahahahhah Beth, segundo já li também, esta resposta foi de um aluno numa prova do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), no ano passado. Não sei se é verdadeiro ou não.
Generalizando, a escola no Brasil é deplorável, mas também há algumas que levam a sério o seu papel e formam cidadãos conscientes, como disse a Terezinha.
Mesmo as condições da Suécia sendo muito diferentes da nossa, a começar pela dimensão territorial,o ideal seria que todos tivessem a obrigatoriedade de estudar e pensar em um futuro melhor.
Educação não deveria ser apenas direito, devia ser obrigação, porque o cidadão bem formado é pagador de impostos, não vai cair na malandragem, enfim, vai ser uma pessoa de bem.
Bj

ML disse...

Isso é muito engraçado!

Pena que não seja piada.

E do jeito que as coisas vão, vamos continuar a "rir" por muito tempo.

bjnhs e ótimo feriado, Beth.

orvalho do ceu disse...

Olá,
Primeiramente, deu uma boa gargalhada: já não se faz aluno nota 10 como antigamente!
Depois, parabenizo-a por postar a realidade da educação brasileira... sou profesora aposentada e hoje me deparo com os professores sendo gritados pela janela das escolas... sabem o que estão fazendo? Unhas ou cabelos no salão em frente ao Colégio...
Bjs e muita paz!

Ivana disse...

Beth, me recuso a acreditar que seja verdade! Prefiro rir e achar que trata-se de uma piada! ahahah
Beijos!