.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

terça-feira, 6 de julho de 2010

Nhenhenhé no comércio (reedição)


Eu não sei vocês, mas de vez em quando fico irritada com uns modismos bobos e chatos que surgem por aqui. E um assim meio estranho e que parece alimentar aquela idéia de país que ainda guarda o ranço do colonialismo é o de usar os vendedores como uma espécie de mordomo para nos atender. No caso, o que quero dizer é que agora a mania, pelo menos aqui na cidade onde moro e no Rio de Janeiro em seus vários shoppings, é de os vendedores levarem sua sacola até a saída e se despedirem cheios de salamaleques. A gente fica louco para pegar o que pagou e sair, mas o vendedor fica segurando e não entrega, leva até a saída e aí sim, te libera, cumprindo um ritual que por vezes nos deixa meio constrangidos. Foi assim que aconteceu comigo noutro dia, quando comprei um cachecol, coisa fácil de pagar e levar logo, mas tinha lá a vendedora segurando a sacolinha e me acompanhando até a porta. Acho esquisito mesmo, e incomoda mais do que agrada!



Ahhh, sinceramente, preferiria que o atendimento fosse outro, diferente por exemplo nas respostas que recebo quando pergunto se aquele pagamento à vista tem desconto. Geralmente aqui no Brasil não tem desconto para quem paga à vista ou quando tem é uma mixaria de 4% que eu não tô nem aí pra isso. E chega a ser irritante quando pergunto e a vendedora diz "Não, não damos desconto à vista, mas você pode dividir em 2, 3, 4, mil...." ApapÔ! Eu não quero dividir nada, não tô pedindo isso, quero apenas fazer jus a um desconto para pagamento à vista o que é mais do que justo.
A impressão que dá quando me falam essa coisa de dividir um determinado produto é que, sem perceberem estão dizendo pra você nas entrelinhas: "Olha, se você acha que é caro, divida em várias parcelinhas e compre logo, sua duranga kid!" Mas, não é???


Tem também o vendedor que te persegue desde quando você pisa num grande magazine, perguntando se já tem o cartão da loja, se não quer fazer o mesmo, que é bem rapidinho e coisa e tal. Pera lá, quando quero alguma coisa vou direto perguntar no devido lugar! Noutro dia, uma dessas vendedoras me perseguiu tanto numa loja que chegou a me dar pena, pois a mesma quase implorando me disse que ainda não tinha feito nenhum cartão aquele dia e que se eu fizesse um com ela, poderia rasgá-lo depois, não utilizá-lo, mas ela poderia pelo menos mostrar que conseguiu uma cliente naquele dia. Claro, que a bocó aqui fez, por pena total da infeliz! E já rasguei, também, claro!


Será que o lojista pensa que isso agrada ao cliente, que vai deixá-lo à vontade quando mal põe os pés numa loja e uma vendedora começa a te seguir e querer mostrar tudo o que tem bem ali, fácil de ver e pegar?! E quando não tem preço ou quando tem e fica exposto numa folhinha bem micro, lá em baixo, no cantinho quase escondido da vitrine?! Ou quando colocam aqueles preços tipo assim: 3 x 130,00 - notem o detalhe capicioso, malicioso dos numerozinhos que vêm antes dos 130! Você pode 'entrar de gaiato num navio' ou passar seu cartão e levar um baita susto depois.

Muito engraçado isso de levar você até a porta da loja, às vezes surpreendem  vindo com dois beijinhos na despedida, mas não querem dar desconto à vista! Não volto mais, pronto! Se pensam que isso é uma boa estratégia de venda estão redondamente enganados.


Avec moi, non!









(Este post foi escrito em 2009)










29 comentários:

Dani dutch disse...

OI Beth, tudo bem?
Confesso que um dia quase fui pega por esse 2 x 70.00, mas presto sempre muita atenção depois desse fato, e na minha opinião também é estranho o vendedor levar o cliente até a porta da loja com a sacola. Cada coisa viu..
Já aconteceu comigo de uma vez me darem brindes e cobrarem na nota, vi isso na fila do caixa e fui lá devolver a nota ao vendedor e pedi pra ele tirar. Mas essas lojas que já tentaram ser espertinhas, nunca mais entrei também.
BJusss

Luciana Håland disse...

Ai, Beth, vou ter que dizer: acho um saco esses vendedores do Brasil, e claro, brasileiro aqui reclama que tem pouco vendedor nas lojas e que eles não fazem esse atendimento 'vip' que rola por aí.
Eu detesto isso de ficarem me seguindo dentro de uma loja, perguntando meu nome e me chamando pela loja como se fosse minha amiga de infância, tocando no meu braco (tática do contato), pedindo pra ver tudo que a gente prova, pra aprovar, claro, reprovar nunca, como se a gente não soubesse o que nos cai bem ou não, e aquele papo de se a gente compra uma blusa aí comecam a falar qeu a gente joga isso e joga aquilo que combina, tentando vender mais uma pecinha. Aqui nas lojas de roupas geralmente tem uma ou duas vendedoras, se a loja for maior tem mais uma, vão onde a gente está pergunta se precisamos de ajuda e se não saem de perto, acho ótimo, não necessito de paparicacão no shopping e menos ainda de ser reconhecida por um vendedor pra me sentir especial, mas isso acontece muito, carência.

Beijo

Camila Hareide disse...

Nossa, Beth, se fosse comigo eu diria "Larga logo a sacola senáo devolvo a porcaria da compra!" Eu ia odiar! Mesmo! Os lojistas daí estáo táo sem noção assim? Adorei o apapô! Vou adotar logo logo!

E obrigada pelo comentário. Minha voz está a caminho! "Você se lembra da minha voz? Mas o meus cabelos..."kkkkkkkkk

beijo e bom domingones procê!

Dani dutch disse...

OI Beth, tudo bem?
Tem selinho pra vc no meu blog..
Bjusss

GUILHERME PIÃO disse...

Sera que eles estão levando a sacola por serem educados ou para certificarem que não estamos levando nada a mais sem pagar...ehehehehe
Porque sera que todo vendedor é chato....?
Abraços

Olhos e pensamentos disse...

Perfeitoooooo, trabalhei em comercio muito tempo, loja de shopping, não dá pra mim...as vendedoras que deveriam ser amigas de trabalho, são umas cobras umas querendo comer as outras...tudo por conta da tal comissão, elas vendem até a alma da mãe delas

Meu Infinito Particular... disse...

Beth eu também fico tiririca com essa atitude de não dá desconto no pagto à vista, é que na verdade os juros já estão embutidos e pra eles isto significa mais lucro. Outra moda é colocar a placa do preço assim "a partir de 29" é um desrespeito, pois se não ficamos atentas somos atraídas pelos números e muitas vezes nada tem naquele valor. A Taco está com essa mania, nãogostei!!!

ML disse...

Eu também acho a "técnica" de "encantar o consumidor" daqui um saco.
Tem os que seguem como se a gente fosse ladra, tem os que fazem a perguntinha cafona "está procurando alguma coisa especial?", tem os íntimos que se vc não compra nem agradecem a visita e tem a história de levar a sacolinha até a porta.
Mas essa minha mãe sacou porque: é porque têm medo da gente roubar alguma coisa e enfiar na sacola.
Não é gentileza, é cuidado.

bjnhs

Lucia Cintra disse...

Eu nao suporto essas vendedoras que ficam em cima. Entrei numa loja uma vez (isso anos atras) e nao podia dar dois passos que cada hora vinha uma me perguntando se eu precisava de ajuda. Na quarta olhei bem feio pra elas e sai da loja.

Se ficam emcima, ou eu respondo pra me deixarem em paz, que se eu precisar de ajuda eu peco, ou eu saio na mesma hora. Nao suporto isso.

E esse negocio de querer que eu abra cartoes, nao faco de jeito nenhum. Aqui, quando voce abre um cartao, isso mexe com seu credito. E quanto mais cartoes ou inquisicoes pra cartoes aparecem no seu credito, mais seus "pontos" diminuem (tenho um post a respeito no blog; se quiser eu te passo, mas eh um assunto longo e complicado pra escrever aqui).

Entao, ja que meu credito eh bom, de jeito nenhum eu abriria um cartao da loja so pra ajudar uma fulaninha, pois mesmo rasgando ou cortando o cartao, a inquisicao de mais um cartao no meu nome estara registrado no meu credito, mesmo eu nao o usando. Nem morta, mesmo!! Voce eh mt boazinha, Web-mae!

E que negocio eh esse de ir ate a porta? Ah nao! Nao da pra pegar suas coisas e voce sair sozinha? Fala que nao quer, que coisa doida! rs

bjos

Lucia Cintra disse...

PS: Esse negocio de pagar 2, 3, 4 ou mais vezes, nao existe aqui. Se voce usa cartao, eh sua responsabilidade escolher como pagar o cartao de volta quando receber a conta.

Normalmente as lojas dao um desconto se usarmos o cartao dela, tipo uns 15% ou mais, mas voce paga o valor total do produto ali logo de cara (e se quiser pagar somente o minimo do cartao quando a conta chegar, a decisao eh sua).

bjos

Georgia disse...

Ai que tu tá quente com este post, ahahahahahah.

mas eu concordo com vc, é um sebo mesmo. Aqui nao tem isso e quando vamos ao Brasil e queremos comprar alguma coisa, nao gostamos tb dessa lambecao. Concordo contigo que sempre facilitam em crediarios para quem nao consegue pagar à vista e quem pode pagar à vista nunca é privilegiado? Tá certissima.

Um beijao

Lúcia Soares disse...

Oi, Beth. Também acho uma antipatia esse negócio da vendedora nos levar até a porta...Não são todas as lojas, mas uma boa parte. Sempre loja melhores. Acho que é uma deferência, um sinal de "chiqueza", mas não creio que desconfiem da gente, não! Enfim, não gosto também. Engraçado que todo mundo reclama das mesmas coisas, tudo é muito divulgado, e os lojistas continuam fazendo das mesmas...Será que nunca lêem um "manual do consumidor", nunca ouvem uma opinião? Por isso detesto fazer compras, acredita? "Pago" pra não entrar numa loja...Rsrsrsr Beijão.

Ana disse...

Vc está coberta de razão!
Não vi isso de ser levada até à porta por aqui... Com 2 beijinhos, então? Será que nunca leram um livrinho de etiqueta? Tá lá: quem está trabalhando, atendendo, NUNCA toma a iniciativa nem de apertar a mão... Isso cabe ao cliente, é uma opção dele!
gentileza é uma coisa, intimidade forçada e sem profissionalismo é outra!

Ah! Já me enganei com o preço, numa butique, e fiquei arrasada! Heheheh! Eram 6 X o preço que eu entendi! Heheheh! Imagina como eu tô fora da realidade!

Beijão!

Mila Viegas disse...

Comigo já aconteceu isso e muito mais.. kkkk.. Certo dia entrei numa loja meio "chic" para comprar um vestido.. e bla bla bla. Tive que preencher uma ficha mesmo pagando a vista e "SEM DESCONTO" também. Qual não foi a minha surpresa quando um belo dia, malhando os músculos na academia recebi uma ligação no meu celular. Era a vendedora que tinha me atendido nessa tal loja me avisando das promoções, novas peças e tudo o mais. Fala sério?!?! Tive que parar o que eu estava fazendo para dar atenção a um telefonema totalmente desnecessário. O detalhe é que ela ainda me ligou dizendo assim, "Oi Milena, aqui é fulana de tal!" e eu: "hããã, quem?"... Como se fosse uma conhecida de longa data. Afff, mau gosto... rs

Glorinha L de Lion disse...

Bem, pelo menos no Brasil as vendedoras pecam pelo excesso...e lá nas Oropa que elas nem olham pra nossa cara? Acho isso pior....a gente se sente as durangas do terceiro mundo, e elas pensam que as cucarachas só vão bisbilhotar, nunca comprar...pelo menos gentileza, mesmo que um pouco exagerada é melhor que ser maltratado...eu acho. Beijos maninha.

Gisa disse...

hehehehe adorei !! concordo contigo Betita !!

... saudades desse espaço especial, passei pra te deijar um bjka.

Mila Viegas disse...

Olha, faz tanto tempo que não compro nada em loja que não sabia dessa novidade de acompanhar até a porta. Mas que coisa mais inconveniente! Fala sério né? Tanta coisa para melhorar em termos de atendimento, ficam inventando essas modas que acabam afastando o cliente da loja.

beijos

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

O ruim é que todo esse puxa saquismo soa meio falso né. Tá na cara que não tem "sentimento algum" (claro, cobrar isso seria demais". Mas pra que tanta encenação?

Bom dia pra vc! e feliz Dia do Amor das Estrelas (Tanabata).

bjs

Lucia Cintra disse...

Eu sou meio cara de pau e falo mesmo quando algo me incomoda - acabei de ter que fazer isso e dar uma cortada numa mulher atendente do Lancome recentemente, pois ela nao me deixava em paz - acho que ela ficou meio P comigo falando que SE precisasse de ajuda que iria procura-la e que era pra ela ir ajudar outras pessoas, pois eu so estava olhando e nao ia comprar nada.

Fui meio grossa, pois mesmo eu falando que so estava olhando ela ficou ali grudada em mim do meu lado e isso me irritou.

Em caso de pedir pra fazer cartao, aqui eles perguntam uma vez e nao insistem, mas nas raras vezes que insistem, eu falo que ja tenho pra nao encherem o saco.

Agora esse negocio de levar a sacola ate a porta, eu pegaria da mao dela, falaria obrigado e que nao era necessario e pronto. Nao tenho paciencia pra essas coisas nao, Web-mae... Eu faco compras pra relaxar e nao pra estressar.

bjos

Barbie Girl disse...

Beth tá certíssima e continua assim... eu perguntei porque ela queria me levar até a porta e peguei minha sacola, a queridinha disse que são normas da casa e que se me levar até a porta eu volto... é mole ou quer mais???

beijos

Teresinha Ferreira disse...

Minha amiga Beth,
Isso que está acontecendo por aí, acontece por aqui também..kkkk...
Cara, fico indignada com essas atitudes que você citou. Concordo plenamente contigo. QUE COISA CHATA...DESAGRADÁVEL. Sem contar que parece que algumas vendedoras sentem que possui o rei na barriga, pois são tantas caras e bocas e desdem para um atendimento verdadeiro que dá NOJO. É muita falsidade. Às vezes, saio da loja reclamando de algumas posturas.
Esse lance do desconto. Também fico p. da vida. Mas...Vamos comprando, ficando chateadas...Comprando...E não voltando em determinados estabelecimentos.
Fique bem.
Bjs mil

ML disse...

Oi, Beth: e até hoje as lojas não aprendem a encantar o consumidor o que é muito simples: basta respeitá-lo.

bjnhs

gabriela disse...

Oi Beth
Aqui essa moda ainda não pegou de acompanhar o cliente até a porta, uma das coisas que detesto é entrar numa loja e andar perseguida, detesto acabo sempre por não comprar nada.
Eu gosto de entrar ver e escolher sem palpites de ninguém.
beijo grande desta amiga

Luma Rosa disse...

Beth, não gosto do excesso de intimidade das vendedoras, te tratam como se fossémos amiguinhas de longa data, querida aqui e ali! Outro dia, faltou a vendedora entrar na cabine comigo! Ah, não aguentei e disparei "Quanto precisar, te chamo, tá? queriiiiiiiiiiiiiiida" - nojinho mode on.
Se eu tivesse com um motorista me esperando na porta da loja, até que valeria a vendedora levar até ele a mercadoria, mas fazer 'hora' não dá, né? Todo mundo anda sem tempo!
Beijus,

Ivana disse...

Beth, não é só aí no RJ não!!! Aqui elas também são dadas a estas sebosidades!! Realmente, é um "forcejamento" de amizade, como diria o caboclo do interior do Pará!
Mas Bethinha, uma coisa que me deixa fula da vida é quando a gente tá experimentando uma roupa do vestiário e a vendedora vem com aquele "E aí, ficou bom? DEIXA EU VER?" Nãããããããooooo! Acho o cúmulo! E, claro, eu não mostro, nego, com delicadeza, mas nego.
Um beijo!

telescopio disse...

muito belo este blog!
nota 10

Rosamaria disse...

Beth, outro dia comprei umas roupinhas pras netas na Barriga Verde e tive a maior surpresa quando fui pegar a sacola depois de pagar. Só faltou a menina puxar da minha mão, e me levou até a porta. Fiquei de cara!
E quando a gente experimenta uma roupa que pensa que vai ficar bem e quando veste vê que não dá e elas ficam fazendo a maior rasgação dizendo que está ótimo? Dá vontade de xingar.
Bjim.

Laura disse...

Gente, to boba com essa moda. Elas pegam na mão tambem Beth???????? Minina, aqui num tem disso não.
Vc entra, elas falam bom dia, oferecem ajuda (as vezes), comprou, pagou, pegou - ali no caixa mesmo, e au revoir! Qdo muito oferecem o cartão da loja, se não queremos num precisa dar explicaçao e pronto.
Sofro com essas coisas que o povo arruma ai tem hora viu!

Lu Souza Brito disse...

Beth, graças a Deus nunca vi isso por aqui não. Eu dispensaria na hora.
Quanto aos cartões, dou logo um não, obrigada e pronto, corto conversa. E não adianta insistir senao banco a mal educada e ignoro solenemente.
E essa do desconto e eles falar pra parcelar em x é um saco. Já aconteceu comigo e minha resposta é: em 1,2 ou 10x eu vou pagar da mesma maneira. Então pago em 1. So quero saber o beneficio em pagar á vista. Claro que nao tem nenhum né.