.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Um bom roteiro para férias ou dia dos namorados


"A sensação é única. Deixando para trás os ruídos da modernidade, o visitante entra pelos portões princiapis do palácio onde a cidade começou. Segue por uma alameda qualquer e, sem aviso, é envolvido pela quietude inalterável do jarim. Dali por diante, acontece o inevitável. O frescor, os aromas e os sons delicados convidam a escolher um banco, fechar os olhos e se transportar para um outro tempo. Talvez, até a época em que as charmosas "victórias", guiadas por cocheiros de cartola, ainda eram um meio de transporte comum: o mesmo período no qual os namorados, ainda tímidos, aproveitavam a cumplicidade das folhagens para trocar juras de amor eterno, guardados dos olhates curiosos de além do gradil.
Os jardins do Museu Imperial (feito pelo paisagista parisiense Jean-Baptiste Binot), possuem cerca de 100 espécies, muitas exóticas, como as bananeiras de Madagascar e as árvores de incenso. D.Pedro II era um reconhecido estudioso de Botânica e assinava artigos em revistas científicas internacionais com um modesto "Pedro de Alcântara, Imperador do Brasil", talvez por isso, o entorno de seu Palácio de Verão é uma preciosa coleção minimalista de espécies vegetais vindas de lugares como México, Japão, Índia, China e Austrália, entre outros. Até hoje, as linhas paisagísticas originais estão preservadas, assim como as estatuetas, os chafarizes e as fontes.
Mas isso não é tudo. Subindo a rampa, chegamos ao palácio, atrativo cultural eleito em 2007 como uma das Maravilhas do Estado do Rio de Janeiro. O espetáculo Som e Luz, que acontece de quinta a domingo, sempre às 20 hora, também é um dos atrativos imperdíveis numa visita à cidade."
(Revista de Cultura e Turismo de Petrópolis)



Vou fazer aqui um convite aos amigos do Brasil para que conheçam mais da nossa história e vejam de perto, uma cidade que tem muitos monumentos e arquitetura ainda bem preservados nos diversos casarios dos séculos XVIII/XIX. Portanto, nestas férias de meio de ano, se têm filhos em idade escolar é um passeio para levá-los a ver de perto o Museu Imperial, antiga moradia de verão do Imperador D.Pedro II, com todo o seu acervo histórico; assim como conhecer a Casa queSantos Dumont construiu e passava suas férias e criava suas idéias, ver os Palacetes numa belíssima rua feita por mãos e cérebro que pensava o melhor em termos de urbanismo e cuidados com a natureza. E, se você quer um passeio romântico no dia dos namorados, esta é a cidade certa, pois além de curtir as belezas naturais, poderá esticar na rua mais badalada e cheia de possibilidades de compras que é a Rua Tereza.

Abaixo fiz um slide para que conheçam alguns pontos desses que aqui falei e se precisarem de um guia turístico para mostrar-lhes a cidade e a região, minha amiga Heloísa é a pessoa certa para isso. É só contatar-me. Petrópolis está lá, na região serrana, esperando sua visita!

12 comentários:

Mila Viegas disse...

Eu simplesmente amo Petrópolis. Ano passado fomos a Baunerfest e foi fantástico! Já este ano não sei se poderemos ir porque temos uns compromissos no meio do ano.. Enfim...

Vou separar algumas fotos da Baunerfest e postar lá no meu blog. É uma festividade lindíssima!
beijos

Cristiane A. Fetter disse...

Menina, que saudades de Petrópolis, mas a festa alemã não é em outubro?
Passei momentos muito felizes nesta cidade, sei o trajeto de cor de Petrópolis até correias, suas curvas, andar pelo centro, almoçar na majórica, ai ai.
Vale mesmo a pena visitar.
Ao lado do museu imperial ainda tem aquela esposicão de carros da época imperial?
bjks

BarbieGirl disse...

Adorei, estava doida para ir para lá com namorado, porque sempre vms para região dos lagos!! Tá aí uma excelente pedida, até pq dia 12/06, cai numa sexta feira!!! Hum, beleza!!
bjs

Lara disse...

Que cidade linda. Um dia vou aí conhecer todos esse pontos turísticos. Fortaleza é conhecida como terra da Luz, aliás o Ceará inteiro. Se quiser vim aqui, também temos nossas maravilhas.
beijooos.

gabriela disse...

Olá Mãe Gaia.
Pois eu vou-lhe contar mais sobre mim. O meu nome Gabriela tenho 51 anos 2 filhos a Sara com 32 anos e o Bruno com 24 tenho uma netinha que eu amo muito tem dois anos e meio sou avó a tempo inteiro, deixei de trabalhar para tomar conta dela e estou a amar,sou casada com um homem maravilhoso á 34 anos.
Sou muito alegre adoro rir, tenho alguns amigos brasileiros, tenho um que se chama Edson é de Fortaleza, casou cá com uma portuguesa e convidou-me para ser a madrinha e eu claro aceitei ele diz que eu sou a segunda mãe dele, na verdade tem idade para isso gosto muito dele e achei graça que no dia da mãe cá ele me telefonou a desejar um bom dia, fiquei muito contente.
Não sei porquê mas eu gosto muito da vossa cultura, não conheço o Brasil mas em breve vou aí a minha filha já foi 2 vezes esteve em S. SALVADOR DA BAIA E RIO DE JANEIRO.
Só diz maravilhas.
Amiga espero manter contacto com você beijos

Lúcia Soares disse...

Conheço Petrópolis através dos seus olhos. Espero visitar a cidade um dia. Mas por agora, inverno, não vou. Minha ojeriza a frio é patológica, quase! Mas num verão qualquer, irei, com certeza.

Ana disse...

Convite absolutamente tentador!

...

Mas me vejo, nos próximos meses absolutamente extasiada com cheirinho de neném!
Oh, céus! Não tenho disponibilidade emocional para sair daqui tão cedo!
Ainda bem que passa! Há de passar!! Heheheh!

Beijosss!

Luciana Håland disse...

Ontem eu estava vendo os episódios de O aprendiz 5 e lembrei de você, eles estavam em Petrópolis fazendo uma prova lá.
Linda cidade.

Beijo

Meire disse...

Beth!
Estivem uma vez em Petropolis, foi na minha Lua de Mel. Estavamos no Rio e um otorista de taxi que servia o hotel nos levou e foi nosso guia.
Nao estava no programa, nao sabia o q iria encontar, e confesso que valeu. Foi uma surpresa atras da outra.
Bjs

ML disse...

Sabe a quanto tempo eu não vou ao Museu?
Nem eu ;>)

O espetáculo das cores é elogiadíssimo - e eu nunca vi!

Sou uma petropolitana de araque, né?

bjnhs

Lucia Cintra disse...

Eu gostaria de poder ter ido visitar Petropolis nessa minha ultima visita ao Brasil, pois tenho somente vagas lembrancas de uma excursao de terceira serie que fiz.

Mas...com milhoes de pessoas pra rever, lugares pra visitar e somente 10 dias pra fazer tudo... Nao deu mesmo! Quem sabe nao consigo fazer isso na proxima vez?

Bjos

Beth/Lilás disse...

Cristianeeeeee,
A festa dos alemães de Petrópolis chama-se Bauernfest e é em finais de junho começo de julho. Esta a que vc se refere é a Ocktoberfest em Blumenau e é em Outubro.
Quanto aos carros antigos e carruagens ainda ficam ao lado do Museu num lugar especial para eles.
Bem lembrado, pois tem coias muito interessantes ali para se ver, inclusive o vagão onde D.Pedro gostava de subir a serra com a família real.
beijos
---------------------------------------

Barbiegirl,

Eu acho que vocês irão curtir bem mais do que ir para a praia nesta época, pois lá tem pousadinhas maravilhosas, fondues e vinhos e ainda por cima pode comprar roupas com preços acessíveis e bem modernas.
Não deixe de ir.
beijos
--------------------------------------------

Mônica,
E eu não nasci lá, mas o tempo em que lá vivi já deu prá me considerar filha da terra.
Você, coMo toda petropolitana, adora a muvuca do Rio, confessa? HAHA
BEIJOS

-----------------------------------------

Lucinha,
Seria impossível você fazer um passeio desses com tão pouco tempo para ver e fazer o que você queria nestes 10 dias. Ficará para a próxima, quem sabe!
beijinhos
----------------------------------------------