.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Ideias de paz e harmonia.


Nestes dias em férias aqui na serra, temos feito as coisas devagar, sem horário estabelecido pra nada, nem pra acordar, comer ou qualquer outra atividade diária.
Tudo tem fluido de modo natural, uma espécie de tratamento curativo. Só depois de alguns dias é que passamos a perceber o relaxamento que começou a acontecer em nosso corpo e mente.

E com isto, ideias de paz e harmonia vão tomando conta da gente e não ficamos entediados se chove ou não. A chuvinha de primavera não nos incomoda, pelo contrário, achamos bonito olhar pela janela e ver as plantas bem molhadinhas e verdes depois do inverno seco que atravessaram.

A Internet é acessada pelo 3G da Claro que durante o dia é mais escuro do que um túnel, assim eu busco outras atividades e uma delas é olhar livros que já foram lidos, ver filmes em DVD e comprar outros, assim como já fomos duas vezes ao cinema em sessão da tarde, coisa de adolescentes escolares, mas é uma delícia!

Numa gaveta esquecida, achei uma revista antiga de Casa & Jardim e lá continha um ensinamento budista perfeito para exercitar nestes dias ou quem sabe, para todos os dias da nossa vida!

 Cedo pela manhã ou à tardinha, agende-se para ter 10 ou 20 minutos para si . Encontre um local tranqüilo, sente-se e repouse o olhar em algo que seja agradável. Gentilmente retire-se das imagens e barulhos externos. Torne-se o observador dos seus pensamentos. Não tente parar de pensar, não julgue, apenas observe. Gradualmente os pensamentos acalmam e você começa a sentir bem-estar. Crie um pensamento sobre você. Por exemplo: eu sou um ser de paz. Mantenha esse pensamento na tela da mente. Aprecie os sentimentos positivos que surgem a partir desse único pensamento. Termine sua meditação, fechando seus olhos e criando silêncio interior.

Então, vou botar em prática a partir de amanhã ... se escutarem Ommmmm sou eu daqui de cima, ok.


Plantei algumas suculentas num muro de pedras aqui em casa e elas se proliferaram e ficaram assim, sorrindo pra mim.





18 comentários:

Ives disse...

Em busca do silêncio encontramos outras sinfonias tão divinas, como o conjunto de aromas que tocam nosso olfato, e reluz a luz da natureza! abraços

✿ chica disse...

Beth, isso é bom demais mesmo! Dar-se tempo...Nada melhor! Sem compromissos, horários...

Tudo de bom e quaqndo retornamos à rotina, eles aparecem novamente...

As suculentas estão lindas e aproveita bem teu descanso! beijos e OMMMMMMM...

chica

Ritinha disse...

Bom dia
Tão bom quando temos um tempo para coisas que saem da rotina, mudam um pouco nossos rumos, sejam nas férias, nas plantinhas que cuidamos, no que nossos olhos veem e admiram da natureza num todo.
Aproveite ao máximo tudo, pois a vida é curta demais e o tempo está passando tão depressa.
bjs
Ritinha

Lu Souza Brito disse...

Bom dia Beth,

Que paz hein! Um lugar tranquilo, poder fazer as coisas sem cronometrar cada minuto. Isso é uma benção. Quando posso ficar assim, aprecio muito também.
Eu já tinha lido esse ensinamento budista. Pratico, mas nao com a frequencia que gostaria/ deveria. A verdade é que na rotina, a gente acaba esquecendo mesmo.
Ah, e está lindo este muro tão enfeitado e cheio de vida. E vc sabe que adoro suculentas, né?

Um beijo e excelente semana para você!

Maria Célia disse...

Ei Beth
Estou encantada com suas suculentas no muro de pedra, elas adoram este tipo de ambiente, lindas demais.
Você está curtino mesmo seu cantinho fofo, relaxando de verdade, já vai começar até meditar.
Beijo e muito sossego pra vocês.

Pitanga Doce disse...

Beth, li teu texto e me transportei para outros tempos, outro lugar...olha, ainda não pensaste em dizer a quem está contigo " vamos ficar aqui. não vamos mais embora, não". Isso acontece demais!

beijos pitangueiros

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia
Beth
Às vezes, o lazer são esquecidos e colocados em segundo plano por causa da nossa rotina , uma "correria desenfreada" ...não podemos esquecer de tirar um tempo livre para descansar a mente. É tão bom quando temos um tempo . Por isso, aproveite ao máximo tudo.Inclusive o 3G da Claro , que fica escuro, leia bastante, assista todos os filmes e nos conte depois.
Lindas as suas suculentas no muro de pedra, elas adoram este tipo de ambiente, e estão sorrindo,mesmo!
Eu li um pouco sobre Osho e meditação...por intermédio da meditação, muitos chegam a conhecer, em seu interior, um som sem som, um som silencioso. Aum, aum, aum - esse som está vindo de dentro, incriado. Ninguém o está emitindo. Ele apenas está ali. Ele é sem som porque o som é sempre criado através do conflito, e não há nenhum conflito. Ele é sem som porque não pode ser ouvido; só pode ser vivenciado. Aum, aum, aum ...
Agradecido pelo carinho
Bela semana
Beijos

Bianca disse...

Estou precisando de dias assim! Adorei suas fotos, transmitem muita paz!
Beijos

http://bluebellbee.blospot.com.br

Rosane Castilhos disse...

Que post encantado! Lindas suas palavras, até senti o clima de harmonia, de paz, de descompromisso que reina por aí. Viver sem pressa, adoro viver assim! Lindas suas suculentas, realmente elas estão sorrindo.
Ommmmmmmmmmm querida!
Beijo e obrigada peo carinho no Trésors, volte sempre que quiser!

Toninho disse...

Pois quem mora lá na serra ja vive pertinho de Deus.
Que beleza beth, estar neste cantinho em sintonia com a natureza e neste inteligente e preciso "deixe acontecer".
Não somos maquinas e precisamos deste encontro que belamente descreve.
Meu carinhoso abraço amiga.
Bjo de paz e luz,

Anne Lieri disse...

Que gostoso esse lugar! As suculentas estão lindas demais!Nada como uns dias de folga pra repor as energias,sair daquela rotina apressada e relaxar. Gostei da ideia da meditação!bjs,

Socorro Melo disse...

Oi, Beth!

Preciso de umas férias assim, minha amiga! Esta semana estou de férias, poucos dias que me restavam, mas confesso que já trabalhei tanto (em casa) que sinto falta de voltar ao trabalho? rsrs
Brincadeira, mesmo trabalhando em casa, a gente se sente mais leve, sem o compromisso do horário.
Tudo que você descreveu é maravilhoso de se fazer, a gente se sente leve.
Quanto a Meditação, posso lhe dizer que terá muito a ganhar, se firmar esse compromisso consigo própria. Há dois anos faço meditação cristã e o resultado é que estou conseguindo muita paz interior e serenidade.

Grande abraço
Socorro Melo

Priscila Ferreira disse...

Sempre bom descansar! hoje estou indo em busca do meu!
beijos

Palavras Vagabundas disse...

Saudades daqui!
Curta bastante esse tempinho sem correria. Eu a mais de 20 anos sigo essa regra budista, pois com marido, fihas e trabalho estressante a gente acaba esquecendo de si mesma. Recebi esse conselho de um monge budista. Hoje isso é bem natural para mim.
bjs
Jussara

Lúcia Soares disse...

Uma paz e energização necessárias, Beth.
Beijo e bom descanso.

Márcia Cobar disse...

Oummmm!
Betinha eu precisava ler uma postagem serena como a sua.
Só de imaginar a chuva molhando as plantas e o barulhinho confortante das gotas estalando na terra eu já foi aquietando a mente.
Temos passado por momentos difíceis na família e estou tão esgotada! Dias atrás eu achei que iria pirar, até que identifiquei que minha mente precisava simplesmente parar de ter pensamentos. Eu precisava de um vazio interior para ter mais lucidez nas decisões.
enfim querida, obrigada pelas fotos e pelo pensamento confortante que compartilhou conosco.
Bjo
Márcia

Cantinho da Selminha disse...

Lindoooo lugar, e fiquei apaixonada pelo seu muro , que idéia lindaa que você teve :) , então nós fomos conhecer Macaé e nos apaixonamos, mas a transferencia de trabalho não deu certo, mas foram dias inesquecivéis, amei demais! beijosss flor

Teresinha disse...

Eu adoro esse lugar, principalmente o seu aconchegante cantinho de muito amor e paz.
Beijos mil