.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Manoel de Barros, indicado ao prêmio Nobel de Literatura 2013


De passarinhos

Para compor um tratado sobre passarinhos
É preciso por primeiro que haja um rio com árvores
e palmeiras nas margens
E dentro dos quintais das casas que haja pelo menos
goiabeiras.
E que haja por perto brejos e iguarias de brejos.
É preciso que haja insetos para os passarinhos.
Insetos de pau sobretudo que são os mais palatáveis.
A presença de libélulas seria uma boa.
O azul é muito importante na vida dos passarinhos
Porque os passarinhos precisam antes de belos
ser eternos
Eternos que nem uma fuga de Bach.
Manoel de Barros
(1916)



E vejam só, o nome de Manoel de Barros, o mais aclamado poeta brasileiro da 
contemporaneidade nos meios literários, consta neste momento de
uma lista interna da União Brasileira de Escritores (UBE) como um
dos possíveis indicados para a Academia Sueca para
concorrer ao prêmio Nobel da Literatura 2013.
O poeta vive em Campo Grande (MS) e nasceu em
Cuiabá em  19 de dezembro de 1916.
Por enquanto, além do nome de Manoel de Barros, constam também na lista os nomes de Ferreira Gullar (poeta nascido em São Luis em 10 de setembro de 1930) e 
Nélida Pinõn (escritora nascida no Rio de Janeiro em 3 de maio de 1937). 
A informação é do jornalista Bosco Martins no Facebook.
Segundo o jornalista, que já entrevistou o poeta algumas vezes, a reunião decisiva acontece
 na próxima semana.
Os três brasileiros indicados são merecedores,
mas gosto muito desse jeitinho de brasilidade, de paz e
luz que Manoel de Barros dá às
suas poesias e isso, com certeza,
tem tudo a ver com um Nobel de Literatura.

Vamos torcer por ele ou por quem você mais curtir?






(O Nobel de Literatura é um prêmio literário concedido anualmente desde 1901. A Academia Sueca é quem escolhe o escritor e o anuncia no começo do mês de outubro de cada ano. Conforme o criador da distinção, Alfred Nobel, o prêmio é atribuído a um autor de qualquer nacionalidade que tenha produzido, através do campo literário, o “mais magnífico trabalho em uma direção ideal”. “Trabalho” significa para Nobel a obra inteira desse escritor, seus principais livros, sua mentalidade, seu estilo e suas filosofias, não distinguindo uma obra em particular.)





13 comentários:

✿ chica disse...

Que legal!!Também gosto dele!! beijos praianos,chica

Calu disse...

È o nosso Manoel, sem dúvida, encantador de versos, mágico da poesia. Merecidíssima indicação e tomara em breve confirmado, merecido prêmio.
Obrigada Betinha, por trazer em tão delicado post as notícias animadoras.
Bjos querida e uma linda noite p/vc.
Calu

Cristina disse...

Poxa, Beth! Também adoro Manoel de Barros. Estou torcendo contigo.

Abração do leste paulista.

Inaie disse...

to com os dedos cruzados!!

Lúcia Soares disse...

Beth, os 3 são excelentes indicações. O que for escolhido representará bem o Brasil.
Beijo!

Alfa & Ômega disse...

Ôba!!! Isso foi muito bom de ler, Beth. Três brasileiros honrando nossa pátria amada e tão difamada! Viva para eles! Pus um poema de Ferreira Gullar no cartão de Natal feito por mim para um grande amigo.Isso foi em i992. Ele pôs moldura e foi parar na parede! Nélida Pinõn, tenho pouca familiaridade, mas sei de sua fama. Manoel de Barros, sempre nos livros escolares. Beijos Beth!

Bombom disse...

Aqui em Portugal não é muito conhecido, mas adorei saber. Ele nasceu no mesmo ano de minha Mãe. Coincidência engraçada! Bjs. Bombom

ML disse...

Amei o texto, Beth, amo passarinhos, quem não ama "bom sujeito não é" ...
Na casa da minha mãe, eles fazem ninhos nas paredes da varanda, cantam um absurdo, é tão lindo, que quando tenho a sorte - rara - de acordar aqui (no Rio) com uma cantoria dos fofinhos até parece que... estou lá!

bjnhsssssssss

Elisa Zambenedetti disse...

Oi, Beth!
Estou voltando após mtas viajens, projetos, trabalhos...
Importantíssimo esse post e lógico, estarei torcendo pelo poeta Manoel de Barros!
Beijos.

pensandoemfamilia disse...

Eu gosto muito de suas poesias. Estou na torcida.
bjs

Maria Célia disse...

Oi Beth
Que poema encantador, desconhecido por mim.
Que maravilha três grandes brasileiros concorrendo ao Nobel de Literatura, sem dúvida um feito histórico.
Vou publicar este poema no Facebook.
Beijo.

Heloísa disse...

Beth,
Já estou torcendo.
Beijo.

Márcia Cobar disse...

Que poesia! Eu nunca parei pra pensar no que os passarinhos precisam, além de alpiste e goiabas... A tal da literatura é mesmo um portal de conhecimento.
Vamos torcer sim pro Manoel, Betinha!!!
Bjim
Márcia