.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Pela estrada da vida



Olhando para esta bela imagem, senti saudade de minha irmã, mais nova que eu, de quando éramos crianças e brincávamos juntas, caminhávamos de mãos dadas, tínhamos outras amiguinhas e sinto saudade delas também. Esta semana uma destas amigas de infância me telefonou, uma agradável surpresa, foi tão bom, tão mágico ouvir sua voz depois de tanto tempo sem nos vermos e nos falarmos. 
Hoje senti falta de tudo isso, da criança que fomos e dos caminhos que seguimos.


Poema

Encontraremos o amor depois que um de nós abandonar
os brinquedos.
Encontraremos o amor depois que nos tivermos despedido
E caminharmos separados pelos caminhos.
Então ele passará por nós,
E terá a figura de um velho trôpego,
Ou mesmo de um cão abandonado,

O amor é uma iluminação, e está em nós, contido em nós,
E são sinais indiferentes e próximos que os acordam do
seu sono subitamente.



Augusto Frederico Schmidt




- Imagem Google -



19 comentários:

Wilqui Dias disse...

Eu tb tenho muiiiiiitas saudades da minha irma, ao contrario de vc e a sua, a minha é mais velha que eu 7 anos, ela era a caculinha do papai(até hoje é, ainda e chamada pelo meu pai de Nem, que vem vem de nenem) ela era a unica menina de 11 irmaos, ai meu pai me adotou e eu meio que tomei o lugar dela, só meio mesmo....por que tomar de verdade nunca tomei, cresci admirando ela, como uma irma-deusa, eu imitava tudo dela, tudo mesmo, até a letra dela eu tentei imiitar kkk a dela é linnnnnnda, a minha um fiasco.
Ela pra mim é um exemplo de bondade, amor e compreensao, as vezes até chamo ela de boba, por que ela tira da boca dela pra dar pros outros rsrs tb lembrei dela com esse texo, lindo por demais Beth, a vida nos leva pra longe mas levamos sempre que amamos dentro da gente, houve um tempo em que a distancia fisica me castigava, hoje eu me alivio com telefonemas e skype, e faco como sua amiga vez, ligo sempre pra ouvira voz e nao me deixar ser esquecida, rsrs como se isso fosse possivel! um bjao minha loira, bom dia pro cê!

António disse...

Um belo poema, complemento perfeito adicionado a recordações passadas, que jamais morrem no pensamento e coração de quem as viveu.

Bjs!

✿ chica disse...

Maravilhoso poema, imagem e nos remetem ao amor, recordações, voltamos no tempo...beijos,chica e tá lindo o novo visual!

Mariana disse...

amiga de infancia eh tudo de bom, quando vou ao Brasil eh minha grande alegria ver os amigos! obrigada tambem pela sua visita no iciaqui... bjs

Dulce disse...

Simplesmente lindo, Beth!...
Lindas lembranças, lindo poema, lindo e delicado post...

Beijos

silvioafonso disse...

.



Toda véspera do dia 23 eu
seleciono as pessoas que
têm a ver com a matéria que
será, por mim, postada no
Blog , Bar do Escritor.
Por isso eu te convido a
entender o porquê das pes-
soas chorarem por quem já
foi linda e hoje luta de-
sesperadamente para não
se perder da lembrança dos
que um dia a ela se rende-
ram.

Espero por ti, com flores
da serra no DIA 23 na
COLUNA do silvioafonso
.

http://bardoescritor.blogspot.com

silvioafonso







.

pensandoemfamilia disse...

Beyh que boas lembranças e que mágico encontro.

Acho que não me fiz entender no post de hoje. Ele é um convite, post semanal com uma participação amiga. Um contar de qualquer coisa lá. Vou em outro momento explicar a forma.
Grata pelo carinho.
bjs

Valéria disse...

Oi Beth!
Hummm, belas mudanças por aqui.rss
Ahh, as lembranças de tempos que nos marcaram por sua simplicidade e descompromisso é uma maravilha. Me pego nesses devaneios. E que bom este reencontro, é sempre um reviver.
Beijinhos e tudo de bom!

CamomilaRosaeAlecrim disse...

Olá! Lindo texto...algumas pessoas nos deixam marcas e são especiais, andam sempre presente mesmo não estando perto dos olhos!
Bjs e te desejo uma ótima quinta-feira!
CamomilaRosa

Priscila Ferreira disse...

Gostei da mudança do blog!!
Era mesmo bom ser criança!

ONG ALERTA disse...

O amor é vida, beijo Lisette.

Calu disse...

Betinha,
como estas lembranças nos alimentam, ainda mais se vem acompanhadas duma ocasião tão singela, como este reencontro através do telefonema de tua amiga.O motivo, a imagem e o poema fizeram um lindo quadro.
Não tenho irmã, mas esse é um desejo que trago no fundo do coração.
O novo layout ficou uma graça.
Bjkas,
Calu

Lúcia Soares disse...

O importante é deixar essa criança que fomos sempre presente em nós.
Recordar um passado bom é vivê-lo outra vez.
Beijo!

Regina Rozenbaum disse...

Fico um cadiquim de nada sem vir aqui e quando volto encontro tudo novo... Só não é novidade seu jeito único de escrever e partilhar amor e beleza. Beth amaaada, aproveito a visita pra agradecer seu carinho por ocasião do meu natal...OBRIAGADA!!!
Beijuuss, amaaada, n.a.

Georgia disse...

Bethinha, trocou olado do sidebar, rs.

Às vezes me bate uma nostalgia assim tb, eu só nao posso ficar muito tempo com isso na cabeca porque matar as saudades pessoalmente da minha irma fica dificil, rs.

Ainda bem que a tecnologia está super avancada e ai dá para matar as saudades...

A Vivi tem um bloguinho, passe por lá para ver as caretas dela, rs.

http://viviundihrewelt.blogspot.de/2012/08/der-23august-ist-ein-besonderer-tag.html

Grande beijo

Márcia Cobar disse...

Ah Betinha...
Que bom sua amiga ter ligado, é maravilhoso reatar contato com pessoas que marcaram nossa vida!
A lembrança faz um caminho tortuoso a lugares e pessoas... A memória do amor sentido, do bom vivido enche o coração de paz e alegria!
Beijos querida!
Márcia

Lúcia Soares disse...

Beth, esqueci de dizer que seu blog está lindo com esse azul. Amei. Bj

Lúcia Soares disse...

Beth, esqueci de dizer que seu blog está lindo com esse azul. Amei. Bj

Anônimo disse...

Como posso pedir-lhe mais detalhes? Ótimo post precisa saber mais ...