.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

A importância das novas gerações para o futuro


-Google-

Tempos atrás falei aqui no meu pedaço e pesquisei bastante para fazer este post que mostra a Geração Y, as anteriores e suas características.  Se você não sabe nada sobre este assunto, vale a pena dar uma lida e entender melhor o que vem a ser esta e outras gerações passadas.

A Geração Y que nasceu junto com a internet e o celular nos finais dos anos 80 e início de 90, deu lugar agora a geração que veio depois depois de 1996 e já está aí, mostrando a sua cara.

Agora já se sabe a definição da nova geração -  Geração Z - o perfil desta geração que nasceu há 15 anos ou menos.    Segundo os autores do livro "Generations: The History of America‘s Future, 1584 to 2069" (Gerações: A História do Futuro dos Estados Unidos), "a liderança deles será mais pragmática, menos casada com ideologias". Eles destacam características que são diferenciadas por 5 comportamentos básicos:

1. Mobilidade total - são loucos pelos dispositivos móveis - tablets,  celulares, IPods, Smartphones
2. Rejeição pelo e-mail - adoram torpedos, SMS, MSN, o Twitter
3. Baixo interesse pela universidade - são intelectualmente muito menos ambiciosos do que as gerações anteriores. Não estão interessados em universidades de renomes ou ostentar curriculums brilhantes
4. Preferência absoluta por projetos interessantes e não por títulos.
5. Abertura total para ideias novas - talvez a melhor qualidade do ponto de vista de futuro, porque poderão ser acima de tudo inovadores. 

Eles têm uma maneira de ver e pensar o mundo totalmente influenciados pela tecnologia que já nasceu com eles, pois diferem de seus pais que foram os precursores dos joysticks ou chips, para eles é tudo absolutamente normal, por isso pulam da televisão para a internet, conseguem ouvir música e digitar numa sala de bate papo simultaneamente e ficam à vontade com tudo ligado ao mesmo tempo, assim como para eles o mundo não tem barreiras, já nasceram com a globalização sem saber que foi um valor adquirido a duras penas e um custo elevado.

Preparemo-nos então para as novas ideias que a Geração Z está apresentando ao mundo, vamos tentar adaptar-nos sem intimidação, pois como diz o vídeo abaixo, tudo isso é orgânico, saudável e vale a pena compreender e participar, ou apenas sentar confortavelmente e se acomodar. Mais do que nunca para entender o mundo é preciso entender os jovens.

E se você não sabe em qual geração se posiciona, leia o meu post passado ou assista ao vídeo abaixo e depois me responda qual é a sua.






(Informações baseadas pela rádio CBN-Rio)




12 comentários:

Bia Jubiart disse...

Bom dia Beth!

Excelente análise! Acho que sou um mix da juventude libertária com geração X...

Uma excelente semana p/ vc!

Beijooooo

Lizete Delmonte Ferraz disse...

Não tinha lido nada sobre isso. Que interessante!
Gostei da geração Z. Me parece que serão mais livres, e de uma mente livre, nasce muito mais...

Um dia lindo!
beijos
Liz

Pitanga Doce disse...

Bom dia, Beth! Eu sou da geração Paz e Amor, mas como fui mãe muito cedo passei da minha geração para a dele e vivemos as mesmas coisas juntos e curtimos o mesmo som e jogamos Atari.

A geração Z, é pautada não só em "mobilidade", mas em "ansiedade". Tudo é rápido demais como se tivesse pressa em acabar, e eu nem sei o que.

ONG ALERTA disse...

Fico chateada quando vejo pais dizendo na minha época era...náo existe comparaçóes estas crianças sáo completamente diferentes de nós, pensma, agem, fazem, vivem em outra realidade...
Mas o amor este náo muda nunca....beijo Lisette.

Lúcia Soares disse...

Beth, assusta um pouco, não?
Há uma tênue linha que não pode nunca ser ultrapassada e o que sempre temos que saber é até onde ir.
É a geração dos meus netos, tenho que me adaptar... rsrs
Beijo!

She disse...

Oie! Muito bom Beth! Ficou ótima a sua pesquisa e seu post! Beijo, beijooo!
She

Cacá - José Cláudio disse...

É assustadoramente fascinante isso, Beth. Eu não tenho dificuldade em me adaptar ao novo, desde que eu o compreenda e que ele tenha sentido. Sou a favor de muitas tradições que são continuidade de valores essenciais à vida em coletividade e no mais, que venham os novos e malucos tempos.rsrs. Tenho uma filha assim, completamente avessa a padrões, altamente tecnicista, cibernética e destemida quanto ao futuro. Aos 14 anos está com um gas de dar medo.rsrs. Abração e ótima semana.

Menina no Sotão disse...

Já tinha lido sobre isso em algum lugar, mas não sei em que geração me encaixo. Aliás, juro que não me preocupo com isso. Deixo acontecer. Esses rótulos me enlouquecem. rs
Eu gosto de ver acontecer, fazer acontecer. Ser livre, mas gosto de cursos, idéias prontas, que possam ser questionadas, melhoradas. Sei lá, eu gosto do que a vida me fornecer. Gosto de plantar sementes e colher os frutos depois... Enfim, é preciso deixar que as coisas escorram por nós, não é mesmo?
bacio

Calu disse...

Betinha,
sou da X, numa mistureba que vai da juventude transviada à comportada jovem-guarda.Porém lidei bem com a geração Y e pretendo fazer o mesmo com a Z, afinal já tenho em casa dois representantes dela, não é?
Bjos querida,
Calu

Rose disse...

Você sempre trazendo novidades para nós, Beth! Nunca ouvi sobre isto, mas acho que vai dar o que falar!
Beijocas,
Rose

Dani dutch disse...

web-mãe, eu sou fã do e-mail. Muitos amigos dizem porque ainda nao tenho uma conta no Twitter, dizem que é rapido e pratico.
Mas gosto de escrever e muitas vezes contar detalhes, escrever a novela do dia e por isso o email é meu amigo fiel.

Outra coisa foi que acostumei a ficar mais tempo com meu celular por tempo, pois as vezes alguém me ligava e depois de dias que via a ligaçao.

Estou meio desatualizada, mas hoje conheci a geração Z, obrigada por nos proporcionar conhecimento e informaçao. bjuss

Aleska disse...

Eu andei pesquisando sobre isso na internet tb. Descobri que além da Y e da Z teve a x tb. Olha eu não esqueci de vc hein? só não mandei o livro ainda porque os correios estão em greve assim que eu souber do fim da greve eu envio blz? beijos!