.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Poesia e Silêncio


-Google-

Há um grande silêncio que está sempre à escuta.

E a gente se põe a dizer inquietamente qualquer coisa,
qualquer coisa, seja o que for,
desde a corriqueira dúvida sobre se chove ou não chove hoje
até a tua dúvida metafísica, Hamleto!

E, por todo o sempre, enquanto a gente fala, fala, fala
o silêncio escuta...
e cala. 

Mario Quintana 







12 comentários:

Camille disse...

O silencio que escuta e cala é um sabio silencio. Perdemos excelentes oportunidades de escutar mais e falar menos. Eu mesmo treinada e treinando escorrego no quiabo, tapo os ouvidos e deito falação. Viva Mario Quintana, tao suscinto e tao sabio!
Beijos da Cam

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida amiga
E ele silenciando nos faz o mesmo... quando somos receptivos à sua ação amorosa em nós...
Bjm de paz

Celina Dutra disse...

Ah! Mas o silêncio quase sempre fala muito mais e mais alto que as palavras!

Girassóis no seu dia, Beth carioca querida.
Beijos

✿ chica disse...

Lindo,Beth! Adoro Quintana!beijos,ótimo dia,chica

Cucchiaio pieno disse...

Adorei, pois estou fazendo o difícil exercício de calar-me!
Nesses dias repensei muito na minha vida, meu modo de ser e vi que converso muita coisa sem necessidade. Estou procurando falar somente o necessário e a prova de fogo foi sair no fim de semana com os amigos. Tive muitas oportunidades de maledicência (por exemplo), mas graças a Deus consegui calar-me (ao menos naquele dia)!
Bjos
Léia

Maria Luiza disse...

Poderoso, esse Mário Qintana! Adorei, minha cara!Bjbj!

Maria Izabel Viégas disse...

LINDO SOBERBO MAGNÍFICO !!!

Betinha , estou aqui correndo, acabei de chegar do me´dico, um gripe doída...

Só pra te dizer:

QUE CADA VEZ TE ADMIRO MAIS E MAIS!!
ÉS LINDA,
AMIGA CARIOCA!

Muitos beijos, iluminada!

Toninhobira disse...

E há o silencio que fala alto aos meus ouvidos amiga.
Muito bom o Quintana.
Um abraço terno de paz.
Bju.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

lindo! Silêncio que fala, que ensina, que nos silencia a cabeça falante demais.

a imagem é belíssima!

bom dia querida mãe Gaia!

Misturação - Ana Karla disse...

Acredito que é no silêncio onde tenho as maiores respostas.
Xeros

Paulo Rideaki disse...

Sábio Mario Quintana, eu sempre falei para as pessoas que apesar do barulho ensurdecedor da cidade grande, eu conseguia ouvir o silêncio.
As pessoas torciam o nariz e me rotulavam como uma pessoa esquisita!
E elas quase me conseguiram convencer,que tinha algo de errado comigo, até hoje ao ler este poema!
rsrsrsrsrsersrsrsrsrsr
Sinto que não sou tão esquizofrenico assim, é só a falta de compreensão alheia!
Beijos mamãe Gaia!

Valéria disse...

Oi Beth!
Existem silencios que incomodam, causam desconforto, mas outros que nos fazem mergulhar em nós mesmos e são transformadores.
Beijinhos!