.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

quarta-feira, 27 de julho de 2011

O Convite



 Não me interessa o que você faz da vida.
O que eu quero saber é pelo que você anseia e se se atreve a sonhar com os desejos do seu coração.Não me interessa saber que idade você tem.Eu quero saber se você se arriscaria a parecer tolo por amor, pelos seus sonhos, pela aventura de estar vivo.

Não me interessa saber que planetas fazem quadratura com a sua lua…
Quero saber se você tocou no âmago da sua própria dor e se as traições da vida enriqueceram você ou se você se fechou e retraiu com medo de sofrer mais.
Quero saber se você pode sentar-se com a dor, a minha e a sua, sem um gesto para escondê-la, atenuá-la ou remediá-la.
Quero saber se você é capaz de viver plenamente a alegria, a minha ou a sua, se pode dançar em total abandono e deixar o êxtase penetrar seu corpo, desde a ponta dos dedos, sem que você seja tentado a nos aconselhar cautela ou a sermos realistas ou sequer lembre das nossas limitações humanas.

Não me interessa se o que você me conta é verdade.
Quero saber se você correria o risco de desapontar alguém para ser verdadeiro consigo mesmo.Se aguentaria ser acusado de traição sem atraiçoar sua alma.Se consegue ser infiel e, por isso, digno de confiança.

Quero saber se você consegue ver a Beleza mesmo quando ela não é bela todos os dias.
E se consegue extrair sua própria vida dessa presença.
Quero saber se você consegue viver com o fracasso, o seu e o meu, e ainda assim ficar de pé na margem do lago e gritar para o reflexo prateado da Lua Cheia, ‘sim!’.

Não quero saber onde você mora ou quanto você ganha.
Quero saber se consegue levantar-se depois de uma noite inteira de tristeza e desespero, exausto e ferido, e ainda assim, fazer o que for preciso para alimentar seus filhos.

Não me interessa quem você conhece ou como chegou até aqui.
Quero saber se você ficaria de pé no centro do fogo comigo, sem recuar.

Não me interessa saber onde, o que ou com quem você estudou.
Quero saber o que faz você permanecer inteiro quando todo o resto desaba ao seu redor.
Quero saber se aguenta ficar sozinho consigo mesmo e se ama verdadeiramente sua própria companhia nos momentos de solidão.




Pessoal, hoje tem poeta novo lá no Me and You, não deixem de ver e prestigiar.














Poema O Convite da autora canadense  Oriah Mountain Dreamer
Para saber mais sobre Oriah, visite o blog:http://www.oriahsinvitation.blogspot.com/





24 comentários:

♕Miss Cíntia Arruda Leite ღ disse...

Estou emocionadíssima!
Parabéns a autora, sabe tocar nossa alma.

Um beijo!

✿ chica disse...

Lindo poema,Beth.Lindas imagens tb.bjs,chica

Mila Viegas disse...

Belíssimo este "convite" que deliciei-me ao lê-lo em voz alta. Um convite à reflexão.

E sim... eu aguento ficar sozinha comigo mesma e amo a minha companhia.

Beijocasss!

ManDrag disse...

Se eu me levanto depois duma noite de desespero, exausto e ferido? Mas é assim que acordo todos os dias e tal não me impede de prosseguir adiante o melhor que posso.
Se eu aguento estar sozinho, na minha exclusiva companhia? Mas sempre foi assim toda a minha vida. É a melhor companhia para os momentos de solidão. O meu lema sempre foi: "O Homem está só."
Quanto ao agir em abandono e em desbragado êxtase... aí sempre procuro conciliar um pouco de bom senso, sem que caia na censura castradora. Afinal a vida é um ritual em que há passos e gestos que devem ser respeitados, para que tudo funcione em harmonia.

Abraços

Maria Célia disse...

Oi Beth
Belíssimo poema, um verdadeiro deleite à alma.
Imagens super bonitas.
Bjos e boa tarde.

Celina Dutra disse...

Beth,

Obrigada pelo "O Convite"! Texto que amei ler hoje.
Sim, consigo ver a Beleza "mesmo quando ela não é bela todos os dias" e aguento ficar sozinha comigo mesma e gosto da minha companhia! E com fracasso ou sucesso, seu e meu, estou sempre atenta ao reflexo prateado da lua no lago.

Imenso sorriso de alegria pra você, Beth! Obrigada.

Girassóis nos seus caminhos!
Beijos

Valéria disse...

OI Beth!
Poema belíssimo e instigante!
Amei o convite!

Beijos!

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Em primeiro lugar, agradecendo, com carinho, os votos bons de um feliz níver:

"A felicidade

É como a gota de orvalho"...

Foi um dia abençoado e feliz!!!

Vou ver o poeta novo...
O terceiro parágrafo deste é simplesmente precioso...
Bjs ainda festivos

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Em primeiro lugar, agradecendo, com carinho, os votos bons de um feliz níver:

"A felicidade

É como a gota de orvalho"...

Foi um dia abençoado e feliz!!!

Vou ver o poeta novo...
O terceiro parágrafo deste é simplesmente precioso...
Bjs ainda festivos

Calu disse...

Ao sabermos todas essas coisas, sabe-se mais de nós mesmos.E, como é isso importante!
A poetisa provoca questões que gritam urgências e nos movem a respostas finitas.
Uma mistura de força e beleza!Lindo!
Bjinhos,
Calu

gabriela disse...

Oi Beth, lindo o que acabei de ler até me emocionei, já te disse uma vez porque não escreves um livro?
obrigada amiga pelas lindas palavras que deixas-te no meu blog, tenho a certeza que vais ser um doce de avó, beijão grande

Glorinha L de Lion disse...

Esse convite é feito pelos poetas e escritores todos os dias por eles mesmos...e ainda que não se suporte o peso da vida, ainda assim, temos que carregá-la, como quem leva flores...mesmo nos meus piores dias, quando tudo parece desabar sobre mim, ainda assim, prefiro estar só diante de mim mesma sabendo que não me traí. Lindíssimo, beijos,

Márcia Cobar disse...

Beth querida... lindíssimas as fotos. E o poema sempre convidando o leitor a refletir... Quero saber o que realmente importa...
Beijos!
Márcia

Teresinha Ferreira disse...

olá Beth,
Eu aceitei esse convite com muito carinho. Lindo poema!
Bjs mil

pensandoemfamilia disse...

Lindo este poema e instiga a reflexão de lealdade a si mesmo.

Vou repassá- lo em e-mail para minha lista.
bjs.

Lúcia Soares disse...

Beth, lindo texto.
Às vezes não aceito bem os dias...Hije, por exemplo, foi nublado e frio...Gosto do sol, da luz, da cor.
E gosto de ficar comigo mesma, sempre.

Leila Brasil disse...

Eu aceito esse convite com gosto. Devia ele permanecer em efeito por longo tempo e por muitos dias. É uma convocação deliciosamente difícil além do mais é bela é tentadora oportunidade de se testar e de se experimentar as vontades. Agora o ministério da verdade adverte não ´fácil manter -se de pé se for de mentirinha ...
Beijos agradecidos pela oportunidade

Menina no Sotão disse...

Tão simples e tão intenso, não é? Aliás, se a maioria das pessoas lembrassem de dar bom dia, sorrir, agradecer e se preocupar mais consigo mesmo e não se apegar a detalhes que não servem para outra coisa que não rotular o individuo com certeza teríamos uma utopia, mas o humano prefere os detalhes as pequenas coisas.
Outro dia uma senhora olhou pra mim e disse "nossa como vc engordou desde a última vez que a vi, cuidado com a saúde, viu?" e dias depois ela me encontrou novamente e disse "nossa bem, vc está emagracendo, o que foi, tá doentinha?"
Disse pra ela "bom dia pra senhora também" e segui com o meu passo. rs

bacio

Luma Rosa disse...

Tudo na medida - até mesmo o egocentrismo ou narcisismo - Por que primeiro precisamos nos gostar para depois estender este amor aos outros, não é assim? Bom dia!! Beijus,

Lizete Delmonte Ferraz disse...

Belíssimo texto...nos leva a uma
viagem profunda por dentro de nós mesmos...

Um dia lindo!
bjs
Liz

Pitanga Doce disse...

Beth, é lindo o convite mas posso declinar? É que tenho andado só em dias NÃO! Valhe-me Deus!
Deve ser a tal quadratura com a minha Lua.

Beijos em dia de Sol do lado de cá da poça.

PS: Vou ver as "minhas crianças" na Casa Ronald. Hoje é dia de plantão. Talvez elas me ensinem algum coisa que ainda não aprendi.

Celia disse...

Que texto mais lindo. Valeu a pena ler. Muito bom.
As férias acabaram e agora estou aos poucos colocando a casa em orden e visitando os amigos. Bj

ML disse...

Geralmente... no, no, no : > )

bjnhs e sucesso no seu Meandyou

Kálita disse...

Oi querida...quanto tempo,como voce está?Quero dizer que estou de volta, a saudade bateu e fazer o que né? rs...beijos e fique com Deus