.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Quem ama, cuida.


Noutro dia, tentando acessar o hotmail, entrei num site que não tinha nada a ver com o que eu queria, talvez tenha tocado alguma tecla erradamente e, imediatamente fui direcionada para uma página pornográfica e que se eu tivesse 8, 10, 13 anos, teria visto coisas extremamente proibitivas para a minha idade.

Como proteger nossas crianças no mundo virtual?

Algumas dicas super importantes neste caso:



Primeiramente, as Técnicas de Atração - Com a internet, pedófilos criaram uma espécie de passo-a-passo para atrair crianças.  As táticas mais comuns, segundo a revista Veja, funcionam assim: 
  • Freqüentam salas de bate-papo voltadas para o público infantil como se tivessem a idade do grupo, usando apelidos e o vocabulário abreviado das crianças.
  • Conduzem a conversa de modo a levar a vítima para ambientes como o MSN, em que a comunicação deixa de ser pública e se torna particular.
  • Pedem para ser adicionados a sites de relacionamento, como o Orkut, em que geralmente há fotos e informações pessoais da criança.
  • Oferecem créditos para obter o número do celular da vítima. Pedem que seja um segredo entre eles.
  • Oferecem jogos interativos com personagens de desenhos animados ou filmes, que gradativamente ganham conteúdo sexual. Em alguns, heróis de desenhos da TV aparecem mantendo relações sexuais com crianças e adultos.
  • Passam a enviar fotos e filmes reais de crianças mantendo relações sexuais com adultos.
  • Induzem a criança a mostrar o corpo através da webcam, argumentando que "todo mundo faz". Oferecem presentes, passeios e até viagens para aumentar o grau de exposição.
  • Para forçarem um encontro real com a vítima, ameaçam enviar as imagens capturadas aos pais ou divulgá-las na rede.

São mesmo uns nojentos e, se eu fosse autoridade neste país trancava-os a sete chaves e as jogaria fora. Não gastaria um tostão do contribuinte para manter criaturas tão abomináveis presas.

Bem, mas isso já é outro assunto!


O que fazer, ou melhor, como ficar de olhos bem abertos:


  • Saiba o que a criança faz na rede, quem são seus amigos virtuais e conheça o teor dos diálogos e dos jogos.
  • Converse com seu filho sobre os amigos virtuais dele e acompanhe de perto o desenvolvimento da amizade.
  • Verifique com frequência o histórico dos sites visitados e das conversas por ferramentas como o MSN. Desconfie se a criança passar a apagá-lo.
  • Seja chato: insista e repita que nunca se deve passar informações como telefone, endereço e nome da escola, ou mandar fotos para quem não se conhece pessoalmente.
  • Determine que ligar a webcam requer autorização dos pais a cada uso.
  • Desconfie quando a criança troca de tela rapidamente ao perceber a aproximação de adultos ou faz questão de usar fones de ouvido nas conversas pela Internet.


Espero, assim, estar ajudando de alguma forma a combater este terrível mal que assola hoje em dia o Brasil e o mundo, pois segundo a própria Veja: "No Brasil, a pedofilia anda nas colunas sociais, tem mandato, veste toga, tem patente, anda com a Bíblia e reza o terço".
Portanto, fiquemos de olhos bem abertos.








(Imagens Corbis)





34 comentários:

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

vixe, Beth, vc tocou num ponto muito importante, mas que nem sempre é levado em consideração pelos pais.
Vi muitos amigos que tem filhos...dão de presentes pra eles notebooks e cia. E sequer observam o que as crianças olham pela internet. como vc falou, muitos sites abrem sozinhos, não precisa nem acessar que o "inadequado" chega rapidinho em mãos.

minha prima pegou o filho dela sendo assediado em um site chamado Habbo (só sei que é do R7, um joguinho virtual). Alguém tava pedindo pra ele ligar a webcam (na casa dela nem tem, para evitar esses problemas). dai o menino pediu pra minha prima comprar uma, já que "o moço" no habbo estava falando q precisa ter uma...

é triste.
bjs

Bia Jubiart disse...

É nojento mesmo Beth!

Ficar atento nunca é demais...
Aconteceu uma coisa parecida comigo, no início do blog, apareceu um seguidor com fotos pornográficas, e também no de várias colegas, não sabia na época como excluir o "distinto" como meu seguidor, pedi SOS p/ Meri Pellens (apareceu no dela também). Espero não ter mais esse tipo de surpresa... Tenho seguidoras adolescentes.

Um bom início de semana para você linda!

Ternurassssssssss

Elisa no blog disse...

Aqui em casa decidimos que o computador não fica isolado num quarto. fica na sala onde todos podem ver o que todos estão acessando. Meu filho tem 14 anos e fico muito assustada quando vejo relatos assim.
Elisa no blog

Vanessa disse...

Beth, ando muito preocupada com este tema pq meu baixinho está crescendo e logo se interessará pelo mundo virtual q é tão perigoso quanto o real. Deus nos ajude.

bjs

Chica disse...

Toooooooooooooodo cuidado ainda é pouco.

Neno aqui só usa ao meu lado e quando quer pesquisar, sento com ele junto... Ele tem apenas 8 aninhos ...beijos,chica, linda semana!

Mãe disse...

Muito bem dito. Devemos ensinar as crianças e jovens a se protegerem e FAZERMOS IGUAL.

Eu fico chocada quando faço busca por imagens - vêm sempre fotos ou desenhos pornôs no meio... Como pode isso???

Minha filha fechou o orkut e me pediu para eu não me identificar (e consequentemente a ela) neste blog recentemente aberto. Eu respeito. A exposição - vulnerabilidade - cresce perigosamente.

Para pessoas com objetivos escusos alguns blogs podem conter informações interessantes sobre a criança, a familia, os hábitos...
Eu, que não tenho cabeça de bandido, às vezes me impressiono com a facilidade com que certas informações são levadas a público - todos os públicos...

Os cuidados devem começar por nós, ao não expormos nossas crianças e jovens.

Zélia Guardiano disse...

Postagem mais do que importante, minha querida Beth!
O perigo, realmente, vive rondando as crianças.
Todo cuidado é pouco!
Grande abraço, amiga!

pensandoemfamilia disse...

Bom dia querida

Este é um cuidsado essencial. Às vezes, por comodismo, deixa-se a criança entregue ao computador. Esses sites são também virus é um outro cuidado que precisamos ter.
Tenho percebido que às vezes ao clicar nos comentários(blogger) de algumas amigas abre uma pégina destas, não entendi ainda o porquê.
Espero que o marido se recupere logo.
bjs

Lu Souza Brito disse...

Olá Beth,

Privar as crianças e adolescentes do contato com a internet é impossível (e também não é correto), mas estas dicas com certeza ajudará os pais a ficar mais atento e não transformar o que deveria ser um beneficio em malefício. Li uma publicação outro dia que diz que as crianças mais solitárias são alvo ainda mais fáceis desses tipos nojentos que as aborda na internet. Isso porque online elas se sentem mais a vontade que entre amigos reais.
Uma boa atitude é nao ter notebooks nos quartos e sim em lugares que pode sempre ter um adulto por perto, vistoriando.

** Ah, te respondi sobre meu ultimo post lá no blog mesmo, dá uma conferida quando puder. Beijooooooooos

Nina disse...

De fato Beth, estamos em sintonia... eu to querendo falar disso já há algum tempo, mas hoje as páginas que vi foram demais, por isso o alerta lá no blog.

sabe o que é Beth? se eu pudesse, falaria sobre esse tema em todas as minhas postagens, nada me deixa mais chateada do que saber que alguma crianca nesse mundo, em algum lugar, neste exato momento, esteja sofrendo abuso sexual. Isso me dói muito!

sobre internet, aqui as criancas só usam no fim de semana, com nossa supervisao, nada de computador ou televisao em quarto, é só na sala e com tempo limitado, além disso, temos um protetor de páginas acessadas, nao sei como se chama, mas ele proíbe certas páginas serem abertas, p ex. E ainda assim, de vez em qd to dando uma olhada... nao to nem aí se meus filhos se chateiam comigo, porque é assim como vc disse, quem ama cuida.

A gente tem que ficar de olho.

vou linkar o teu post.

Heloísa disse...

Beth,
Esse é um problema seríssimo, e acho que até para os pais zelosos é muito difícil acompanhar os passos dos filhos na internet.
Acho que, hoje em dia, o perigo ronda as crianças por todos os lados, e os pais devem ficar cada vez mais atentos.
Não é fácil.
Bjs.

lolipop disse...

Muito pertinente o seu post Beth. Não tenho filhos, mas se estivesse estaria atenta...a Internet é para ser manejada com cautela...e as crianças são alvos fáceis e preferenciais...
Vi alguém comentando acerca de páginas esquisitas que abrem em blogues amigos...já me aconteceu mais que uma vez!

Hoje , em Portugal é dia de São Valentim, dia dos namorados mas também dos amigos especiais...mil beijinhos para vc Beth!
Muita amizade
Loli

Maria Helena disse...

Oi, minha querida!
Um post como esse deveria ser usado como utilidade pública. Deveris ser veiculado em todos os meios de comunicação, tamanha é a sua pertinência.
Você fez um texto didático que expressa de maneira fácil o que acontece e o que deve ser feito para tentar evitar os dissabores que a internet, que é tão útil, nos traz.
Parabéns por esse olhar de cidadã e de mãe!
Uma ótima semana!
Bjs!

Morbid_Angel disse...

Beth, otima abordagem, mas infelizmente, as pessoas, principalmente as adultas, q naum deviam, saum as mais ingenuas e relapsas em relacaum a internet. E pq digo isso? Pq ja estou EXAUSTO de tanto alertar pais de adolescentes e ateh msm de criancas de oito anos por ai q naum acham "nada dmais" em exporem eles msms seus filhos no orkut, com fotos, nome e sobrenome completos, nome da escola, (jah vi gnt deixando ateh numero de telefone residencial no facebook!),em frente a ksa e tudo o mais.
Pra comecar, menor de 18 nem deve ter orkut, tah na lei do google, mas q soh fala e poko faz, pra se derrubar uma comunidade ou um perfil mal intencionado eh preciso mais de 100 denuncias!
Se eles privassem tanto assim os menores, naum fikriam exigindo numero de celular, afinal, eh mto facil ter acesso a varios chips, mas sim CPF, isso tbm diminuiria em grande parte os trolls (pessoas q criam varios perfis falsos (fakes) se multiplikndo com o intuito apenas de badernar, pratik pedofilia, cyberbullying, incentivar racismo, suicidio e tantas outras coisas)e isso ocorre tbm em salas de bate papo, veja a historia do adolescente Yonlu q se suicidou sendo incentivado por "amigos" da internet. Um deles era um senhor do corpo de bombeiros, pessoas vistas como herois para todos.
Seus aconselhamentos foram excelentes, acrescento a pessoa a deixar o pc na sala, nunk no quarto do menor e sem acesso a webcam tbm.
Pra q essa exposicaum toda?
Enfim, se os pais naum se conscientizam, os sites q naum vaum fzer isso, pq qnto mais popularidade pra eles, melhor.
Em relacaum ao q uma de suas seguidoras flw sobre virus eh fato tbm, mtas dessas paginas pornografiks saum apenas imas para os mais desavisados e pode comprometer seus arquivos e ateh msm sua maquina.
Abracos e otima semana.

Bordados e Retalhos disse...

Beth tenho sempre uma preocupação com isso, principalmente com o Vitor. Ainda mais que não fico em casa monitorando. Conversei váris vezes com ele sobre essa situação e agora somente confio na educação que dei. Hoje fiz um referência a vc no meu post. Bjs

Nilce disse...

Oi Beth

Esses sites abrem mesmo sem a gente querer. Aqui acontece. Coisa absurda.
Criança é muito curiosa e acaba vendo e por muitas vezes ficam observando e caem em história desses nojentos mesmo.
Quem tem criança em casa deve tomar muito cuidado.

Como está o maridão? Espero que bem.

Bjs no coração!

Nilce

Pitanga Doce disse...

É preciso mil olhos em cima da nossa turminha. O próprio google está cheio de imagens que nem têm nada a ver com o título que você pediu. Eu não consigo entender aquilo! Assim como pesquiso fotos para o blog, crianças pesquisam para trabalhos e encontram aquelas aberrações.

Quanto às Redes Sociais são mesmo um perigo. Agora, quanto à pena para os pedófilos, eu sou um "pouquinho" mais radical que você. Não tem perdão.

Boa tarde e bom começo de semana. E o "maçarico continua ligado". Aff! Credo!

Tati disse...

OI Beth, assunto seríssimo mesmo. Aqui em casa, por enquanto, computador só é ligado na sala, e a gente por perto. Ele começou a circular nestes sites de joguinhos e tem uma porção de links estranhos, que surgem de repente. Então, neste momento, o único site que ele pode entrar é o club penguin. E eu confiro a parte de administração dos pais. Mas sei que quando ele estiver um pouco maior as coisas serão um pouco mais difíceis. Diálogo aberto é a melhor arma de defesa, eu acho.
Concordo com você que deveriam ser trancados e a chave jogada fora! Infelizmente eles são, muitas vezes, os donos das leis. E isso não é privilégio de brasileiro não. No mundo todo há histórias sórdidas. Beijos.

Georgia disse...

Beth, esse assunto é triste, nao deveria existe, nao é mesmo?

Aqui em casa as criancas acessam a net, mas eu estou sempre do lado, se eles querem mudar de link sou eu quem faco e para abrir a net só com uma palavra código que só eu conheco e o pai.

E fora , disso sobre esses assuntos tb já coneversei com o Daniel esclarecendo que nao se conversa com ninguém online.
Que até mesmo para mim, como adulto, tb corro risco e preciso estar atenta. Ninguém está isenta querida, nem nós.

Bjao

manuel marques disse...

Excelente postagem de utilidade pública,parabéns.

Abraço.

Malu Machado disse...

Beth, tô repassando a toda minha lista de mães. Super importante. Obrigada,

Bjs

Kelly disse...

O segredo entre outros é a vigilância constante. Hoje em dia os pais que não conhecem o mínimo de internet e pc já deixam seus filhos a mercê de um mundo de possibilidades perigosas.
Beijos excelente postagem!

Sônia Cristina disse...

Coincidentemente eu acabei fazer um comentário em outro blog sobre o avanço da tecnologia e nossas crianças.
Amiga, isso realmente é um fato preocupante, aqui em casa funciona da seguinte forma: Computador com senha, ele só acessa se eu tiver presente, e quando digo presente é do lado mesmo, monitorando, vendo o que vai acessar.
Mas e o mundo lá fora? eles acessam na escola, eu temo pelo mundo que anda tão diferente, as vezes eu me questiono se esse avanço é realmente bom...

bj amada

welze disse...

nunca é demais um alerta como o que vc fez. nunca é demais o cuidado com nossas crianças. parabéns pela excelente postagem um grande abraço

ML disse...

Beth, querida:

Depois de um texto desse, só me resta 1 palavra: PERFEITO!

Aliás, 2: PARABÉNS!

bjnhs

PS: da blogoesfera "ando meio desligada..." 1º férias - só fiz quicar - e agora volta às aulas. E já tem muito "dever de casa". E como o dia nem bem tem 24 hs e a gente ainda tem de arrumar tempo pra dormir, coitada da minha webcultura. Ainda bem que hoje eu consegui vir até aqui.

Teresinha Ferreira disse...

Olá Beth,

Pois é, isso já aconteceu comigo e fiquei perplexa em ver cenas que crianças poderiam estar vendo.
Os pais tem que ficar sempre atentos a isso.
Bacana seu post. Temos sempre que alertar, pois nem todos estão ligados com o que está acontecendo na net.
Bjs mil

Bombom disse...

Muito oportuno este assunto, Beth. Com as nossas crianças, todo o cuidado é pouco! É muito frequente ao clicar para comentar, abrir logo um site que parece vir "agarrado". Não sei se é isso que se chama fishing.Acontece com o teu, com muitos a í do Brasil, mas também com os portugueses que visito. Não sei se isso tem a ver com os vossos ou se está é "agarrado" ao meu! Obriga-me a clicar para o apagar primeiro, para poder comentar depois. E já me aconteceu, mas há 2 anos, abrir-seum site pornográfico. E eu tenho a certeza que a dona do blog nem sabia.
Muitos parabéns pelo post que está muito esclarecedor.
Bjs. Bombom

Misturação - Ana Karla disse...

Ai Beth, nem me fale uma coisa dessas que já sou neurótica quando os meninos vem para internet.
Você sabe, os meus ainda são pequenos, mas a atenção tem que ser constante, por isso que determinei uma hora exata de uso e sempre numa mesma hora. Assim fico por perto, dou uma olhadinha, mas nada de msn, orkut. Será que estou sendo ridícula? Sendo que a maioria dos amigos do mais velho tem orkut?
Digo pra ele, que quando ele tiver 18 anos poderá entrar, mas até lá, NÃO!
Sei que logo logo, ele estará nesse mundão sem fim, mas vou segurar até onde der.
Ótimas dicas.
Xeros

Gina disse...

É incrível como o mundo virtual, tão necessário, tenha se transformado em algo tão perigoso, ao mesmo tempo!
Bjs.

Mariana Hart disse...

Abordagme importantísisma! Tem que ser chata mesmo, e eu sou muito! Minha filha só entra no orkut comigo ao lado e ela nem sabe a senha!!

Uma amiga dela da mesma idade(10/11anos) que chegou aqui em casa e me pedem p/entrar no MSN, deixei, qdo ela foi embora deixou a conversa aberta, e eu fiquei chocada com o teor do papo! Papo de gente grande com alguém mais velho! A menina é criada por babá, e mãe tá muito ocupada malhando com personal trainner, falei com a babá, fiz minha parte!

É muito fácil ser pedófilo hj em dia, é muito triste!

Sonia H disse...

Beth,

Um perigo constante. Eu vivo este dilema. A internet aqui em casa é controlada. Mas a minha filha de 9 anos vive me pedindo para deixá-la falar com as amiguinhas...
Ela não tem orkut... Enquanto eu puder, vou evitar que tenha. Ela não tem acesso a bate-papos e nós escolhemos as páginas que ele pode/deve acessar.
Precisamos estar sempre em estado de alerta porque infelizmente o mundo está cheio de monstros 'vestidos' de homens.
Beijos,

LILIANE disse...

assino em baixo Bete
tem que ser insistente com os filhos, falar, falar e falar de novo, né.
mostrar o perigo dessa exposição.
pois olha só o perigo.
eu que já sou "cavalona" num encontrei uma tranqueira dessa
no msn?
ah "sartei de banda"
"vai cantá a mãe dele, ora" e pior que o bicho era mais feio que a peste
tem que fiscalizar mesmo!
excelente iniciativa a sua.
beijos.

LILIANE disse...

Beth
estou muito apreensiva
de verdade,
fui de novo ler o post e os comentários.
o Alexandre comentou do HABOO e a tonta aqui tava deixando os meninos verem isso.
eu olho, oriento mas nem de perto imaginei que isso estava assim.
confesso.
ai que vergonha da minha ingenuidade.
tô até chorando viu.
não aconteceu nada.
mas muito mesmo obrigada pela ajuda.
como eu ficava muito ruim deixava eles brincarem vendo os joguinhos na internet.
mas agora, vou arrumar outro jeito.
sei lá como...
ai Bete me orienta por favor, agora eu tô apavorada.
desculpa o desabafo.
bjo

LILIANE disse...

Beth
voltei
passou o medo
medo demais também não é bom.
acho que os pedófilos encontram nos pais grandes aliados, sabia.
primeiro porque os pais estão desempenhando pouco o seu papel e segundo porque nós adultos precisamos aprender a falar de sexo, de corpo nu pra as crianças sem tanta frescura. Isso acaba gerando vergonha, medo, etc
conversei com os meninos, com marido e comigo mesma, e cheguei a conclusão que a internet é como uma faca que pode ser bom e pode ser ruim. Depende da responsabilidade de quem usa.
abração e obrigada mais uma vez.