.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

domingo, 23 de janeiro de 2011

Tirando lições com a vida



Já dizia aquele gordo e feio ministro da era militar, o poderoso Ministro da Fazenda, Delfim Neto, que "O poder é afrodisíaco". Tinha uma cara assim parecida com este bulldog acima e que apesar de sua arrogância e domínio ,fazia chover homens e mulheres com grandes interesses sobre ele, todos sorridentes, tecendo-lhe elogios e quem sabe uma foto pelo menos ao seu lado para mostrar o grau de conhecimento que tinham com ele. 

Quem resiste a tudo isso?  
Só mesmo os fortes de caráter.

Quem não sabe lidar com o poder se destrói, se perde, afinal está acima de tudo e de todos, tem dinheiro e força, pode tudo a qualquer hora, manda e desmanda, fere e não liga para ninguém. Para ele, o mundo  é circunscrito ao seu umbigo.

Por isso o poder não é para qualquer um.  A máxima "Deus não dá asas à cobra" tem tudo a ver em casos de pessoas que detém um mínimo de autoridade e poder, tornando-se arrogantes, inebriados,  esquecem os tempos difíceis e, achando-se imortais, exacerbam seus sentimentos mais mesquinhos e soberbos.

Mas a queda em geral é muito forte, porque ao subirem tanto se arrebentam demais, e o interessante é que para esse tipo de pessoa, ninguém estende as mãos quando caem, ninguém ajuda e geralmente a pessoa fica só, esquecida, com cara de quem acordou pro mundo há poucos minutos, pois a vida ensina, revela-se muito amarga. Mas há saída. Poderá se reerguer exercitando a humildade, o olhar maior para o mundo que a cerca, tornando-se verdadeiramente um Ser Humano.

Nestes dias aqui na serra tive a grata satisfação de encontrar alguém assim, que no passado ostentava grande soberba, mas sei que a vida lhe aprontou e estava diferente, tinha o olhar mais fraterno, mais humano.

A impressão que tive é que o poder, na verdade, não deixava aquela pessoa ser tão leve e tão bonita quanto a achei hoje.











20 comentários:

Lúcia Soares disse...

Beth, o poder transforma as pessoas.
Também é verdade que "o poder corrompe". Pode não ser regra, mas é o mais comum.
Acho que é tão inibriante poder mandar, ter acesso a tudo do bom e do melhor, ter o céu como limite...
Todo cuidado é pouco.
Mas há o que, ainda apanhando, levando tombo do alto em que se colocou, "não abaixa a crista" e tenta de todo jeito voltar ao topo.
Beijo!

Nilce disse...

Oi Beth

O poder e a arrogância leva os políticos brasileiros e alguns "poderosos" a se acharem melhor que todos.
Tomara que a humildade seja preservada na pessoa que você cita e a beleza continue transbordando de sua alma.

Um excelente domingo.

Bjs no coração!

Nilce

Glorinha L de Lion disse...

Eita lelê que fiquei curiosa...quem será o tal ou a tal fulana que era arrogante e baixou a crista...poder, confete, puxa saquismo, dinheiro, falsa humildade, até falsa sensação de poder pois nenhum poder é eterno, tudo isso sobe à cabeça...e pode descer pro pé de uma hora pra outra. Mas, como tb dizia minha mãe: A vida ensina. E ninguém sabe o dia de amanhã...baixemos nossas cristas, quem as têm, pra que o tombo, quando for, não seja tão dolorido...Excelente post! beijos, saudades,

Lucia Cintra disse...

Eu ja acho que depende da pessoa. Tem uns que chegam la no topo com a mesmissima personalidade e sendo a mesma pessoa. Nao gosto de generalizar, mas infelizmente, a maioria deixam se levar pelo poder mesmo. Acredito que sao pessoas fracas e que nao tem um carater forte, nem integridade. Triste.

bjos

Chica disse...

Há os que precisam de una tapas da vida pra ver seu real tamanho,né?A vida ensiina...beijos,chica

lolipop disse...

Querida Beth,
Apesar de eu estar por fora das personagens que comenta, apreciei muito o alcance geral do seu texto que serve a muitas cabeças e situações. Dizem que o poder corrompe e acho que na geração actual de politicos, isso se verifica cada vez mais.
Ainda bem que alguns recuperam a sua faceta mais humana.
Excelente reflexão.
Beijos carinhosos

manuel marques disse...

O mal da grandeza é quando ela separa a consciência do poder ...

Beijo.

Astrid Annabelle disse...

Bela mensagem Beth!
Gostei do que li e da foto nem se fala!!!!rss
Beijos direto do paraíso.
Astrid Annabelle

Teresinha Ferreira disse...

Olá Beth,
Eu concordo com a Lúcia. Tem pessoas que chegam no topo e são eternas criaturas do bem. São humildes e não são nada prepotentes.
Sabe, quando eu trabalhava na clínica de cirurgia plástica e estética, presenciava muito isso.
Os emergentes se vislumbram com tantas coisas que saem pisando uns nos outros. Aqueles que detem o poder e o dinheiro tem uma postura totalmente digna. Fortes de espírito.
Mas...Toda regra tem sua exceção, não é mesmo?
Tudo de bom.
Bjs mil

Rose disse...

É que, na verdade, Beth, a vida, em sua sabedoria, aguarda o momento certo para nos ensinar. Pode demorar, mas ela nos desperta. E, quando isso acontece, ainda que sob duras lições, nossa alma vai se despojando, tornando-se mais leve... Então, o belo, que há em nós, brilha feito pérola, produzindo encantamentos!...
Um grande abraço!
Rose

Kelly disse...

A vida dá preciosas lições...bj

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

A vida sempre ensina, né Beth. São poucos os que conseguem poder, sucesso, fama e não se deixam iludir por estes sentimentos. a gente sempre se "distorce", achamos ou que somos sempre menos ou mais que alguém.

e a gente vê cada tipinho adulado por ai, que a coisa assusta... e mais triste: o adulado acredita que é tudo aquilo que os aduladores falam.

e assim segue a 'inguinorança" humana!
boa semana

Lu Souza Brito disse...

Beth,

Eu acho que pouquíssimos são os que se mantem pessoas íntegras e humildes quando o poder lhes chega as mãos (e sobe a cabeça).
Mas a vida ensina, ahhh se ensina. Principalmente nos tombos. Infelizmente o aprendizado geralmente vem de um grande sofrimento.
Beijokas

Yoyo Pizy disse...

Tem toda razão no que diz, Beth.
Porém,já vi pessoas que perdem o poder ficarem "boazinhas",mas depois que conseguiram subir mais uns degraus... Outra vez tornaram-se arrogantes e soberbas.
De qualquer modo, é melhor mesmo enxergar as coisas pelo lado bom, e acreditar que a vida ensina e as pessoas aprendem.
bjos paulistanos e ensolarados

Bombom disse...

Oi, Beth, quanta verdade encontro neste teu comentário! Todas as pessoas que conheço na política se inebriaram com esse "perfume" de tal modo que passaram a achar normal até o que é ilegal e corrupto! Só mesmo os fortes de carácter e de convicções se conseguem manter incorruptíveis. Mas esses onde estão?
Ainda bem que encontraste a excepção à regra! O sofrimento do abandono pode fazer com que as pessoas encontrem ou re-encontrem o Bem dentro de si. Isso para mim é quase um Milagre! Bjs. Bombom

William Garibaldi disse...

A dor com certeza humaniza as pessoas Beth!

Olha esta foto do budog é impagável!

Luz para as pessoas da região Serrana do Rio!

Cacá - José Cláudio disse...

Olá, Beth! Pelo que já rodei pela vida, posso lhe dizer que estes casos são exceção. Mas ainda bem que existem e dão um ânimo na gente, diante de tanta arrogância e prepotência que vemos por ai. Abração. paz e bem.

www.comtextosdavida.com disse...

Se queremos saber como realmente a pessoa é, dê-lhe o poder.
O poder é um dos grandes desafios para o espírito em evolução.
bjs Lais

welze disse...

pena uma pessoa ter que passar por revéz para aprender a ser gente ou se sentir humano, mas disso, tem muito por aí, infelizmente.

ML disse...

Deus não deu asas a cobras, mas a humanidade deu um jeitinho... : > )

Lendo seu post , lembrei daquela música (maravilhosa, adoro, principalmente na gravação dos Rolling Stones) do Bob Dylan: "Like a rolling stone": "now you don´t look so proud, now you don´t talk so loud...".

bjnhs