.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

sábado, 18 de dezembro de 2010

É verão e já é tempo de abrir o coração e sonhar.




(Praia de Icaraí-Niterói-por do sol)



Ter um destino
é não caber no berço
onde o corpo nasceu,
é transpor as fronteiras
uma a uma
e morrer sem nenhuma.
 

Miguel Torga




23 comentários:

Carla Farinazzi disse...

Beth... Talvez sonho... talvez realidade, pra mim.

Morrer sem fronteiras... Viver sem elas. Simples assim. Transpor a todas.

Linda frase

Beijos, e aproveito para perguntar: como você está?

Carla

Chica disse...

LINDA foto e o poema de Torga! beijos e lindo fds,chica

Cucchiaio pieno disse...

Oi querida
Que foto maravilhosa! Parece uma pintura.
Bjo grande
Léia

lolipop disse...

Bom dia Beth!
Estou aqui tomando meu café da manhã, e não podia haver melhor acordar do que uma praia linda ao pôr do sol e um verso de Miguel Torga.
Eu ainda não conheço as prais do Brasil, mes enquanto não vou, gosto de ficar cantarolando aquela canção...
"Passar uma tarde em Itapuã..."
Beijos e ternuras
Um óptimo sábado para vc!

Suziley disse...

Que venha então o verão, Beth, um grande beijo, bom dia, bom final de semana :)

Zélia Guardiano disse...

Maravilha, Beth!
Maravilha...
Tão poucas palavras, para um conteúdo imenso...
Encantou-me!
Imenso abraço
Zélia

lolipop disse...

Beth!
Voltei para lhe pedir que leve um pouco da sua luz a minha amiga cujo texto está lá no blogue...
Bem haja!

Beatriz disse...

Que lindo poema Beth!
Sempre me encontro além das fronteiras, onde vou em busca de meu destino....
Agora, cá entre nós, este por do sol em Icaraí com o MAC ao fundo é sublime!!!
Beijinhos,
Bia
www.biaviagemambiental.blogspot.com

Lucia Cintra disse...

Eu sempre adoro essas fotos que voce coloca aqui de Niteroi. Bate uma saudade!!!! bjos, Lu

lynce disse...

Aqui é Inverno e do duro, com temperaturas negativas na ordem dos -5º. És uma sortuda...
Beijinhos e bom fim de semana.
:)))

Sônia Cristina disse...

É como um sol de verão queimando no peito, nasce um novo desejo em meu coração...
voltarei com mais tempo, obrigada moça, entendi perfeitamente seu blog, vou apreciá-lo item por item..
bj

Glorinha L de Lion disse...

Betita, como ficou linda a foto! Vc precisa mesmo participar de concursos com suas fotos em 2011! Tem cada uma mais linda do que a outra! E esse poema, que maravilha! Viver sem nenhuma fronteira e sem limites, é o sonho de todos nós...lindo poema.
Vou colar aqui, o que escrevi pra vc lá no meu blog:

Betita, o que teria sido de mim sem vc, amiga querida, nesse ano que está terminando? Nem sei...Vc me ouviu, me escutou com o coração, leu nas minhas entrelinhas, sofreu junto comigo, chorou, riu, enfim, foi a irmã que não tive nas horas em que mais precisei...obrigada, de coração, pela generosidade, pela sensibilidade, pela partilha e por ser uma das minhas maiores incentivadoras! (E por vezes, até mecenas!) beijo grande! obrigada por tudo!

Bia disse...

Com certeza meu coração está aberto, Beth!!! To voando para o calor da Bahia hoje a noite!!!

bjs

pensandoemfamilia disse...

Oi querida
Bela imagem, belas palavras, mas amiga o verão nos traz um calor abrasador....Ufa!!!
Porém sonhar sempre....
bjs

Luma Rosa disse...

Linda foto! Um destino, certamente!
As fronteiras do destino mal sabemos o destino, como saber até onde vai a fronteira? Vale o risco, a vontade de ultrapassar limites!!
Ah, postei um cartão no "Luz" para você! Receba em agradecimento por tudo que compartilhou comigo neste último ano, obrigada!
Bom fim de semana! Beijus,

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

quero para mim todu isso qeu o Torga cantou em seu poema

Kelly disse...

Destino é uma palavra mágica que ora dá medo, ora dá alegria. Adorei sua frase. beijos

Maria Célia disse...

OLá Beth
Belíssima foto, aliás suas fotos são muito boas.
Muito lindo o poema.
Bjos

Eliete disse...

maravilhoso...Não conhecia. Muito obrigada, pelo presente.

Lúcia Soares disse...

Deve ser esse o sentido da vida, Beth: viver sem fronteiras, nada nos prendendo.
Sair por aí, vendo a vida, aproveitando cada passo.
Beijo!

Marilia Marques disse...

Oi Beth....

....essa belissima imagem de Niteroi com toda a certeza que me faz sonhar, mas não é um sonho novo não, é um sonho bem antigo (desde que me conheço por gente) conhecer o Rio...

...adoro viajar e para mim faz parte de um sonho de vida conhecer gente, cultura, lugares ... é um sonho que se vai realizando muito devagar, o que não me impede de continuar sonhando....afinal..."o sonho comanda a vida"...

beijinho grande

Marília Marques

Dani dutch disse...

WEb-mãe ai começando o verão e aqui nós congelando. Mas marquei minhas férias na melhor epoca, vou sair do friozão pra curtir o solzinha da minha terrinha, bjuss

ManDrag disse...

Oh...! Miguel Torga! E a vista desde Icaraí...! Conjugação perfeita! Post lindíssimo! Parabéns!

Pois é, a vida é mesmo para os de coração aberto e mente sem limites. Os outros existem apenas.

Um grande abraço, com amizade

PS: peço perdão pela ausência, mas estou de novo numa fase mais adornada da minha distimia. E como não gosto de passar e falar apenas xau-xau, bye-bye, apenas para me mostrar... É que nem sempre consigo a concentração para ler (com olhos de LER) e por isso pareço ausente.