.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Andando com a Mãe Gaia

(Orquidário Binot-Petrópolis)


Espairecer a cabeça pode ser prazeroso para alguns como eu, de uma forma simples, apenas olhando a natureza, observando cores e nuances das flores, plantas e árvores, ver a lua subir no céu entre nuvens e com uma imensa auréola indicando calor pro dia seguinte, descobrir o inusitado como este singelo abacaxi que enfeita a entrada de um pequeno shopping ou simplesmente ficar deitada com as cortinas abertas, olhando pro céu pela manhã e ver balançarem as árvores ao redor da casa, ouvindo o coro animado de pássaros que vão desde os sabiás, bem te vis, canários e as barulhentas maritacas em revoada de  uma árvore para a outra.


Logo assim que cheguei à Petrópolis nesta sexta-feira, fui visitar este delicado orquidário e passei um tempinho fotografando e sentindo o perfume de algumas espécies, como a oncídea e a orquídea chocolate maravilhosa.

Tudo bem , se você não pode estar tão assiduamente próximo da natureza, procure pelo menos uma vez por semana buscar algum lugar perto de casa onde tenha áreas verdes ou o próprio mar e comece a reparar em sua volta e apurar os sentidos, ouvir os sons que a natureza transmite e que você, no dia a dia corrido, já nem percebe mais.

Vi esta semana na revista Vida Simples que no entorno da cidade de São Paulo, um grupo heterogêneo de pessoas que vai desde comerciante, jornalista, educador, idoso ou criança, embarcam no que chamam de "caminhada filosófica" com o intuito de descobrirem áreas naturais preservadas e perceberem a si mesmos na natureza.
(Imagem Google)

“A caminhada filosófica é trabalho de formiguinha, quer ser transformadora na relação do homem com o meio ambiente e resgatar o sentimento de unidade”, conta Rita Mendonça, educadora ambiental e diretora do Instituto Romã que criou o programa.
Percorrer a mata é pura sensibilização, com atividades orientadas que seguem a lógica de que é preciso transformar o sentimento para promover uma renovação profunda.
Todos reparam nas árvores e pássaros, e tentam imaginar suas idades, alegrias, testemunhos.
Em um determinado momento todos fecham os olhos. É a hora de apurar os sentidos e identificar os sons da mata: sabiá, riacho, vento, mosquito. O coração se abre."


(Primavera lá em casa)


E é com esses sentimentos e ensinamentos que as pessoas vão andando, observando e entrando em contato com a natureza e consigo mesmo, saindo realmente transformadas ao interagir de forma intuitiva e sensitiva com o mundo natural que a cerca.

Que tal começar nesta segunda feira mesmo a colocar em prática esta atitude?






30 comentários:

Glorinha L de Lion disse...

Nossa Beth que flores lindas! Suas fotos estão maravilhosas! Vontade de ter estado aí com vc nesse fim de semana, para desanuviar um pouco essa nuvenzinha negra que anda em cima da minha cabeça...estou precisando mesmo de uns dias assim, só de paz...beijos,

Beth/Lilás disse...

Dona Cricri,
Não vai porque não quer, porque inventa um monte de coisa pra cuidar,
tô esperando o dia em que vai sozinha comigo pra lá e a gente possa aproveitar o melhor, até fumar charutinho de chocolate que você nem imagina como é Bão! hehe
beijins

Renata Lopes Costa disse...

Que flores lindas! Que paz tudo isso...também estou precisando de um lugar assim! Esquece-se de tudo não é mesmo?

Bom início de semana!

Luma Rosa disse...

Beth, que coisa linda essas flores! Acho meio engraçado o brasileiro sair para fazer a rota de Santiago e Compostela, sendo que no Brasil existem várias rotas de peregrinação com locais credenciados para dar assistência a essas pessoas.
Tenho uma amiga em Goiás que o marido por trabalhar demais, médico ainda por cima, teve um piripaque. Depois disso ele se acalmou e o único "vício" é a peregrinação - pelo menos de 6 em 6 meses ele sai com uma mochila nas costa para meditar e ir de encontro a natureza. Cumpriu já várias rotas no Brasil, mas ao contrário de alguns nunca foi para a Espanha. Encontrei no blogue do Sidney Rezende, uma matéria para você, se nunca ouviu falar, saber do que ser trata http://www.sidneyrezende.com/noticia/13070
Boa semana! Boas meditações! Beijus,

Glorinha L de Lion disse...

KKKKKKKKKKKK Tive que rir contigo! Fumar charutinho de chocolate? Só se for da Kopenhagen..pq fumo, qq um tô fora...hehe beijos,

Nilce disse...

Menina que fotos lindas.
E esse abacaxi? Na entrada do mercado? E ninguém leva é? Imagina só isso.rsrs
Também amo a Natureza você sabe, mas não tenho um lugar tão lindo assim.
Estive em Joinville no final de semana passada no Festival das Flores e lembrei de você. Trouxe umas orquídeas lindas.
Marido disse que quando mudarmos daqui, um caminhão vai só com minhas flores. hehe Mas ele também adora. Sonhamos com uma chácara se não conseguirmos voltar logo para a nossa que está abandonada lá. Uma pena.

Bjs no coração!

Nilce

Chica disse...

Lindas flores, camuinhada e propósito para semana e sempre!beijos,chica

Cacá disse...

É Beth, a correria do mundo está tirando a capacidade contemplativa de muita gente. E esta integração com a natureza é parte de nossa essência. Tenha um linda semana. Abraços. Paz e bem.

welze disse...

muito boa essa dica. valeu demais da conta. boa semana

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Beth, como o pessoal se esquece de reverenciar a natureza né. fico doido qdo ouço alguém falar que precisa relaxar e vai ao shopping!
olha ai qta coisa linda pra ver. ainda mais no Brasil, que tem uma natureza tão exuberante, precisando que sempre prestemos atenção nela e a reverenciemos.

como vc disse, estar em contato com a natureza é estar em contato com a gente mesmo. é tão simples, mas faz um bem enorme pra gente.

Lindo demais o seu jardim! lindo que nem o seu coração, mãe Gaia muito querida por mim.

boa semana Beth!

Gina disse...

Sempre que posso faço isso. Esse final semana, por exemplo, foi espetacular. Estivemos no Jardim Botânico, no encontro de blogueiras, um lugar lindo, onde costumo ir às vezes só para fotografar as flores.
Conheci, também, um local chamado Lago Azul, que coisa linda! Há uns 40 minutos daqui um recanto daqueles de lavar a alma.
Tive um final de semana maravilhoso!
Sou apaixonada pela natureza e você nos trouxe imagens lindas.
Boa semana!

Carla Farinazzi disse...

Oi Beth,

Lindas fotos, adorei!

Sabe, eu comecei a me interessar por plantas esse ano. Sempre via minha mãe com as dela (ela tem tudo quanto é tipo de orquídea, ipê, quaresmeira, rosas e muito mais).
Confesso que estou amando as minhas plantas. Tenho uma faixa de terras no meu quintal, já plantei um ipê e diversas primaveras. Além das orquídeas amarradas no pé de cáqui, espadas de São Jorge e outras. Fiz até um canteirinho de ervas e plantei uma outra árvore, linda, de florzinhas vermelhas. Eu uma imensa roseira, que está inteirinha cheia de rosas coloridas, acredita?
Depois do blog, nada tem me dado tanto prazer.

Beijos

Carla

Lúcia Soares disse...

Beth, engraçado que o blog me despertou essa consciência.
Na viagem que fiz a Timóteo (que vc disse que não conhecia de nome,
Acesita - por causa da antiga indústria, que hoje é a ArcelorMitall - mas o município sempre foi Timóteo), ida e volta fiquei reparando tudo a minha volta, cada paisagem deslumbrante. Como chovia, na ida, não tirei fotos, mas na volta tirei várias.
Alguns blogs, como o seu, que falam muito na natureza, nos ensinam a olhar a volta e perceber.
Aplaudo a Luma, sempre pensei nisso também, um país tão vasto e lindo e quem pode vai para fora dele, se deslumbrar com coisas de lá, que às vezes nem chegam aos pés das nossas.
Suas fotos estão primorosas, seu texto também.
Beijão!

orvalho do ceu disse...

Menina Beth,
Que lindeza!!! Começando bem a semana... sim,senhora!!!
A última vez que visitei um orquidário foi em Marechal Floriano no ES em julho e estava fazendo caminhada matinal sem máquina... também pensei exatamente como vc: tirar mil fotos...
Me senti oxigenada só em ler... Obrigada,querida.
Bjm

Heloísa disse...

Beth,
Que flores lindas, tanto no orquidário como no seu jardim.
E como faz bem observar a natureza.
As beleza estão na nossa volta. É só prestar atenção.
bjs

Bia disse...

Oi Beth!

Estou precisando fazer umas caminhadas dessas no meio da natureza... :)

Aqui perto de casa tem uma estufa de plantas e flores, e até é climatizado, o problema é que é só lá, fora tá quase 0 graus!

bjs

Leci Irene disse...

É um ótimo começo de semana... puxa, eu seria felicíssima se pudesse andar num orquidário...

Nika disse...

Que flores lindas..ai eu amo flores e plantas e verde..que delícia!! Não tenho um quintal mas na sacada do meu quarto já enchi de vasos e jardineiras quando não consigo ir para um lugar mais verde e tranquilo passo um tempo cuidando das minhas flores.
bjs e boa semana

manuel marques disse...

óptima sugestão.

Beijo.

Dri Andrade disse...

Ai!
Era tudo que eu precisava isso.Espairecer e caminhas com a natureza, reduzir a marcha e descansar.

Beth finalmente eu e she nos conhecemos, foi semana passada,
espero te conhecer tbm logo.

beijos querida,fica na paz de Deus

Cantinho She disse...

Quanta foto linda!
Beijo, beijo

lolipop disse...

Oi Beth...
Querida amiga...adoro vir aqui porque em seus posts se respira calma.
Esse orquidário deve ser lindo demais...
Adorei essa ideia da "caminhada filosófica"...de facto só "entrando em contacto com a natureza e consigo mesmo"...a mente pode se abrir para um questionamento filosófico.
Ah,,,fiquei com muita vontade de experimentar esse charuto de chocolate...(risos)!!!!!
BEIJOSSSSS MUITOS

Celia disse...

Amei suas fotos. Sou inteiramente apaixonada por orquideas. Tenho 8 aqui em casa, e trato delas com o maior carinho. Um encontro com a natureza faz um bem enorme pra alma. Boa semana. Bj

Élys disse...

Gosto de ver você falar e apresentar a natureza, não foi atoa que eu passei a lhe seguir.
Beijos.

Teresinha Ferreira disse...

Minha amiga Beth,
Você tem uma vida e tanto, sabia???
De poder desfrutar coisas belíssimas da natureza em um lugar como Petrópolis...Ah!!! Isso é para poucos...
Tudo de bom...
Amei o seu post...
Bjs mil

pensandoemfamilia disse...

Oi querida
Que post, aplaudo de pé.
Suas fotos trazemm a beleza das flores e sua proposta de hoje é excelente.
Para relaxarmos basta que nos conectemos com este nosso belo planeta.
Gosto muito de ir ao Jardim Botânico, à Lagoa e quando caminho, por aqui, procuro me dirigir para o lado do MAC pois dá para ver, bem como ouvir o barulho das ondas,

ML disse...

Que primavera em casa, hein, Dona Beth?
Um luxo de lindo, inclusive a dona da casa - elegantérrima! Na foto, a pulseira parece uma tattoo - adorei!

bjnhs e ótima semana

Luciene de Morais disse...

Que bacana isso! Um grupo heterogeneo de pessoas que caminham juntas, que se recebem, e em meio à natureza, filosofam, lembram o que são: mais um, igual, embora diferente, mas com mesmo valor.
Outra cor, outro modelo, outra vivência, outra idade... apreciar a beleza do outro.
Muito bom existir isso! Sinal dos (bons novos) tempos.
Bjks

Ivana disse...

Oi Bethinhaaaaaaaa! Colocando a leitura em dia por aqui!!
Eu amo orquideas e imagino o quanto que este orquidário deve ser lindo e que energia maravilhosa emana de seu colorido!
Realmente, na correria dos dias, a gente esquece deste contato com a natureza... Ainda bem que temos a Mãe Gaia pra amorosamente lembrar a gente disso...
Um beijo.

Manuela Freitas disse...

Querida Beth,
Venho aqui especialmente dar um grande abraço à Mãe Gaia, porque eu também gosto muito da Natureza!
Tenho encontrado em ti muitos pontos em comum comigo, na apreciação da Natureza, do belo e sempre com a maquineta atrás!
Estás cheia de charme no meio de tão belas flores.
Lindo, lindo, lindo!..
Beijinhos,
Manú