.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

sábado, 24 de julho de 2010

As aparências enganam


Bonita imagem não é?!   Lembra uma tapeçaria , uma tela de Matisse ou coisa parecida nestes tons pastéis.


E esta, o que lhe parece?  Na verdade é uma composição de trem, meio velha e desgastada em meio ao verde da paisagem.

A foto original é a debaixo, mas garanto que você achou a de cima mais bonita, vibrante e visualmente agrada bem mais.  No entanto, as maravilhas que podemos fazer hoje nas fotos com as ferramentas oferecidas na internet, transformam objetos, paisagens e pessoas em verdadeiras obras de arte.

Não esqueçam - as aparências enganam!  Na vida também acontece o mesmo.
Há tempos o ser humano usa de metamorfoses para escamotear-se, passar pelo que não é ou vender uma imagem nem sempre verdadeira das coisas ou de si mesmo.  Muitas vezes algumas pequenas mentiras do nosso cotidiano,  podem ter um efeito devastador na vida da pessoa ou dos que nele acreditaram.

Aliás, sobre este tema, tenho uma excelente dica para filme em DVD que poderá ser interessante para esta noite ou final de semana.



Educação (An Education)

Um belo filme, ambientado na década de 60 e com atuações muito inspiradoras de personagens que mostram uma estória real, baseada nas memórias de Lynn Barber.

Uma jovem londrina, inteligente, preparada pelos pais e mestres para cursar Oxford, sonho alimentado pelos pais e jovens moças daquela época e, de
repente, vê-se atraída por um homem mais velho que a leva a conhecer o mundo maravilhoso dos prazeres da música clássica, leilões de arte, o encanto de Paris e vida noturna cosmopolita e glamourosa.

Naqueles idos da década de 60, as mulheres já começavam a reagir ao mundo machista e fazer suas escolhas para o futuro, estudando, se preparando para uma vida empresarial, mas ainda assim, muitas cediam ao convite para se realizarem como donas de casa, casamento e "estabilidade" social que acabavam levando-as à  uma vida simplesmente doméstica ou banal.  E é neste ponto que aparece o perigo, as mentiras masculinas que corrompiam até mesmo as cabeças mais conservadoras de pais e mocinhas bem criadas.

Um filme gostoso para se ver em casa, debaixo de um cobertorzinho nestes dias amenos de nosso inverno tropical.  

Um ótimo final de semana é o que lhes desejo!



15 comentários:

Ivana disse...

Bethinha, verdade. Tá cheio de gente camaleoa por aí (no mau sentido da palavra)... Eu mesma conheço algumas bem de pertinho.
Valeu a dica do filme!
Beijos!

ML disse...

Precisava mesmo de um filme pra ver amanhã - ou domingo. Vou na sua dica.
Quanto às aparências enganam, elas podem enganar mais de 1 vez. Mas geralmente, a 1ª impressão estava certa.
Quantas vezes acho alguém "não bacana" de prima, depois a criatura é até simpática, dou corda, acho que eu estava errada e... depois descubro que estava certa...

Intuição é útil, inexplicável, fica no campo das impressões, coisa que não só se explica a alguem muito "close".

bjnhs Beth e ótimo final de semana.

PS: se estiver on line, liga no programa do Jô: tem um "maluco" lá pra lá de engraçado.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Eu não vou mentir...mas eu gostei mais da segunda foto rs.

Pq a primeira é linda, mas tem cara de quadro. É algo que de olhar a gente não entende como algo natural , não dá pra saber o que é (se é pintura, estampa, etc. Jamais daria pra imaginar que é uma folha). é arte.

Ou seja, não é a planta que está na foto de baixo, é algo totalmente distorcido mesmo (como vc falou no texto).

A segunda tem cara de natureza, mesmo, é real. é verde de planta, natureza, coisa q eu adoro rs. É realidade.

Vou ser sincero: num ponto engana-se quem quer se enganar também.
As pessoas tendem muito, para fugir da própria mesmisse ou pequenez da vida, a acreditar em seres iluminados, lugares mágicos e perfeitos, situações utopicamente maravilhosas. Assim alimentam a esperança de encontrar seus próprios paraísos um dia. tudo é bom senso, pessoas são pessoas, com um monte de defeitos e qualidade.

E essa enganação acontece...
O contrário também é muito frequente: gente imatura, que se sente ameaçada, por inveja ou por não querer que o seu mundo seja desvalorizado por algum motivo que só vai na cabeça delas, tenta derrubar o próximo por "considerar a casa do vizinho mais bonita que a sua" e sempre procura o defeito com lentes gigantes e grita por mundo.

vide o último comentário do Mr. Rambo. Pra falar como o mundinho dele é melhor, tacou a pedra no Brasil. Enfim, criancices de gente que não cresceu e tem que dizer que a "minha boneca é mais bonita que a sua'.

afff

Luciana Håland disse...

Muito bonitas as imagens, e realmente a primeira impressiona mais, principalmente pela diversidade de cores.

O filme é muito bom, eu vi esse mês, aproveitando minhas tardes livres, gostei bastante.

Beijo

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

No off:topic rs.
Realmente sumiram as lótus dos rios japoneses. Os rios em sua maioria são limpos. Então, caso um peixe seja jogado nas águas, ele vai crescer e se desenvolver.

Alguns lagos estão perdendo as carpas. Pq apareceu um peixe q por esses lados não existia. Piranhas.
E outras localidades, os peixinhos medaka (um tipo de guaru) estão sumindo porque apareceram peixes óscar (apaiari) no local

Triste... o ser humano acha que bicho de estimação é enfeite. enjoou, solta por ai.
deviam proibir esse tipo de comércio, isso sim.
bjs

Nilce disse...

Beth, posso ser sincera?
Não gostei da pintura não, mesmo antes de notar que era a mesma natureza, um pouco borrada demais para meu gosto.
O pior são as consequências que essas mentiras, máscaras para todo tipo de conquista seja ela sentimental, profissional, ou outra, trazem para o ser humano. Neste caso na vida de uma mulher.
Boa pedida.

Aqui está muito frio. brrrr
Excelente final de semana!

Bjs no coração!

Nilce

Mari disse...

Beth, estive um tempinho afastada da net. Saudades de passar por aqui e ler suas reflexões sempre acompanhadas de belas imagens.

A foto de cima ficou mesmo mais bonita mas não é uma beleza verdadeira. Isso dá pano pra manga para pensarmos sobre as coisas que devemos dar mais valor.

Bia disse...

Oi Beth!

Falou muito bomn com esse texto! Acho que o mais importante é estar de olho nessas pessoas, para depois a 'queda' não ser tão grande, pois a decepção é feia!

Bom final de semana!
bjs

pensandoemfamilia disse...

Olá Beth

Já dizia o ditado "quem vê cara não vê coração". Como isto, hoje, vai ficando assustador, não é mesmo? Nas ruas já não se sabe se aquele que se aproxima, até para pedir informação, bem vestido e de boa aparência, não é um assaltante.
Filmes de época são bem interessantes para refletirmos sobre temas bem atuais.
Obrigada pela dica.
Bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Uepa que disso eu entendo! Gente que se veste de cordeiro e por baixo é um lobo! Mas já tiro de letra! Amiga vou pegar hj mesmo esse filme pra ver sozinha debaixo das cobertas! Adoro poder ver filmes sozinha! Bjs.

manuel marques disse...

Todos nós devería-mos parecer o que somos ou pelo menos, não parecer-mos o que não somos..

Beijo.

Dani dutch disse...

Beth, tudo bem?
Incrível..., e gostei mais da primeira imagem, com mais cor, mais viva...
E obrigada pela dica vou assistir ele amanha ... bjuss e otimo fim de semana

Lúcia Soares disse...

Beth, o Alexandre falou tudo.
Por isso tenho ainda um pouco de medo de me expor.
Mas jamais mentiria para ser aceita.
Quando se gosta de alguém tem-se que aceitar seus defeitos e qualidades.
E entender quando "o santo não bate".
Nem sempre o santo pode estar certo...rsrsr
Ninguém é totalmente aceito, todo mundo tem seus altos e baixos.
Ninguém é só "paz e amor". A vida não é só cor de rosa para ninguém.
Quando às fotos, a primeira tem um colorido lindo e seu objetivo foi plenamente atendido: mostrar que camuflar a paisagem pode ser bonito, mas não condiz com a realidade.
E a analogia que fêz para mostrar que pessoas podem facilmente se camuflar e mostrar o que não são, foi ótima.
Beijo e bom fim de semana!

Dani Etoile disse...

Esse filme é fantástico e sua abordagem, impecável!!!
Beijinhos,
Dani

Marliborges disse...

Beth,
Adorei as imagens, são duas propostas diferentes.
Quanto aos camaleões, ih, menina, isso tem aos montes por aí. Não sei se por imaturidade ou por enganação mesmo. Mas que tem, tem. Bjsssssssss