.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Abobrinhas patrióticas

(Flickr)


A Embrapa Hortaliças pegou carona na Copa do Mundo e lançou no dia 21 a Brasileirinha - abobrinha verde e amarela - resultado do cruzamento de um material silvestre bicolor com a variedade Mocinha. 

Rica em betacaroteno, a brasileira possui duas cores: metade é amarelo-ouro e metade verde-bandeira e, por dentro é alaranjada.

Bom, se não for gostosa, pelo menos poderá servir de enfeite para as mesas neste período de festas patrióticas ligadas ao futebol.






23 comentários:

Meri Pellens disse...

Nossa! Que louco. Mas tomara que seja gosta rs...
Beijos na alma!

Lu Souza Brito disse...

Bom dia Beth!!!!

Eu assisti sobre elas outro dia no Globo Rural, muito interessante mesmo. E bonitinhas né? Ahhhh deve ser gostosa. Adoro abobora. Verde, amarelinha, laranja, de quealquer jeito.
Bjokas

Crica disse...

Bom, se não forem gostosas, pelo menos elas são lindinhas! Bem no nosso ritmo-atual-frenético-copa-do-mundo!
Bjs

Luciana Håland disse...

Também achei bem doido, mas ficaram bonitinhas.
E eu aqui precisando de umas abóboras para fazer uma sopa pra minha dieta da sopa, kkkkk

Beijo

Lúcia Soares disse...

Beth, bonitas elas são. Resta saber do sabor.
Bj

manuel marques disse...

Pelo menos têm bom aspecto...

Beijo.

pensandoemfamilia disse...

Cada um com suas doidices. È bonitinho, mas quanto ao gosto, quem sabe????
bjs

Heloísa disse...

Beth,
Que coisa incrível!
E só você para descobrir essas novidades.
Beijo.

Glorinha L de Lion disse...

Que bonitinhas! Dá pra enfeitar as festas juninas tb! Essa Embrapa faz cada pesquisa legal pra caramba! Pena que de vez em quando aquela quadrilha de sem terra invada e destrua tudo...e ainda fica por isso mesmo...ô raça...Beijos.

Macá disse...

Beth
Nem acreditei; até na abobrinha?
Mas que ficaram bonitas, ficaram.
bjs

Isadora disse...

O que é isso Beth? Nunca vi algo assim - rs.
Sei não será que essa história de cruzamento de material silvestre bicolor faz bem?
De certo que ficou bem agradável aos olhos e diferente.
Um beijo

aminhapele disse...

Desconhecia,em absoluto,tal tipo de abóbora...
Mas são bonitinhas.
Se a parte amarela for consistente,depois de seca,dá uma linda cabaça.

Ana Paula Soldi disse...

Muito lindinha.
Duvido que outros paises tenham uma abóbora assim com as próprias cores.
beijos

Lu Olhosde Mar disse...

rsrsrs adorei!!!! um beijo, Bethinha!! o feriado é finito!!!

Flávia Fayet disse...

O q mais nao inventam!!! Beth, venha tomar um chimarrão comigoooo nesse inverno! Adorei seu comentário no meu DESABAFO! Beijosss querida

Vanessa disse...

Beth, vi o título do post na sidebar e vim ler achando que se tratava de alguma coisa tipo a repercussão dos palavrões do Dunga. E eram abobrinhas mesmo. :-)

bjs

Lucia Cintra disse...

Nossa, cada coisa que inventam, nao? Mas ficou tao bonitinho!!!! bjos

Teresinha Ferreira disse...

Olá Beth,
Tudo em benefício do marketing. Ficaram belas essas abobrinhas.
Saudades de vc.
Fique bem
Bjs mil

Mari disse...

Olha, que idéia original :)))

Astrid Annabelle disse...

Olá Beth!
Cada uma hein?
Mas tem jeito de ser saborosa!!!
Beijos
Astrid Annabelle

Ivana disse...

Beth, que lindas! Ainda não tinha visto. Dá até peninha de cozinhar! rsrsrs
Beijos!

Sonia H disse...

Nossa,
Ficaram bonitinhas! Se forem gostosas, melhor ainda!
Beijos,

Tati Pastorello disse...

OI Beth, vim conferir o post que você falou. Eu, particularmente, não gosto desta parte de comidas geneticamente modificadas, como enfeite vá lá, mas... não é só o consumir, é o alterar o ambiente também!
Eu gosto de outra parte da Embrapa, apesar deles serem muito fortes nesta parte. Inclusive era sobre isso o evento que eu estava: nanotecnologia. Acho incrível, mas tenho minhas ressalvas (lembre-se, sou da saúde!).
Ainda assim, elas são mesmo lindas!
Beijos.