.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Um joguinho de gato e rato


Eu twitto, tu twittas, ele twitta.  Não, eu não twitto nada, aliás não me interesso nem um pouco por isto, pra dizer a verdade nem preciso, nem sei para quê twittar.

Mas, aqui no Rio de Janeiro e adjacências, incluindo a cidade do outro lado da ponte que eu moro, Niterói, twittar tem sido uma mão na roda, principalmente para os bebuns de finais de semana que acham que podem beber todas e depois encarar o trânsito.  Já imaginaram esse pessoal atravessando uma ponte imensa sobre o mar, de cara cheia e outras coisas, depois de uma balada eletrizante ou um churrasco na laje e aí enfiam o pé no acelerador, confiantes que nada poderá lhes acontecer, afinal uns twittam pra outros, avisando onde tem blitz.  E aí, o cara pálida pára em qualquer ponto e fica esperando que alguém venha lhe ajudar a levar o veículo, ou muda de todo jeito o trajeto para não dar de cara com a blitz da Lei Seca.

Isso que estou falando, vi com meus próprios olhos noutro dia quando retornava tarde da noite de um jantar, percebendo diversos carros estacionados no acostamento.  No primeiro momento não entendemos o porquê, mas logo à frente uns duzentos metros, vimos a blitz da Lei Seca montada e imediatamente entendemos que aqueles carros parados estavam com motoristas comprometidos, isto é, de cara cheia, aguardando talvez a salvação através de algum amigo para tirá-lo daquela enrascada.

(foto O Globo)

Pelo visto é um grande progresso na área tecnológica para ludibriar a lei e o pior é que já ouvi de gente poderosa que usa o twitter sim para saber onde tem blitz, assim não passa pelo local.

Mas, a Secretaria de Governo do Estado já anunciou que será uma fiel seguidora do TwitterLeiSecaRJ  e, assim,  poderá mudar repentinamente de lugar as blitzes que contará com operações móveis.

Peraí, a Internet é mais rápida do que automóveis, então não vejo muita saída e o pessoal sempre vai dar um jeitinho, aquele que a gente já conhece!

Coisas de um país que cresce vertiginosamente em algumas áreas e estaciona anos luz lá atrás na falta de  consciência e cidadania!



19 comentários:

Yoyo Pizy disse...

Hoje eu apaludi, de pé, a nossa amiga Glorinha.Agora faço o mesmo com você.
Sua ultima frase não poderia ter sido mais pertinente, Beth.
Em questão de cidadania(em várias outras, também) nosso país é uma vergonha!
Bjokas

Lucia Cintra disse...

Mas perai, porque eles anunciam sobre a lei seca desse jeito? So faltava um holoforte ali em cima! Deve ser algo escondido.

Em certas epocas do ano (principalmente no ano novo), voce ve muitos carros de policia rondando por aqui, mas alguns sao ate carros "normais" pra camuflar com o resto dos veiculos. Mas quando eles pegam/param alguem, ai sim voce ve aquelas luzinhas todas fazendo escandalo e tem que parar.

Assim fica mais facil pegarem as pessoas que nao deviam estar dirigindo bebadas correndo risco de causar uma tragedia na vida de um inocente.

Eu acho isso o cumulo dos cumulos! Pra que dirigir se voce bebeu? Custa deixar um outro amigo te levar pra casa ou entao chamar um taxi? Al mesmo tem um amigo que quase matou uma mulher dirigindo bebado e na minha opiniao, tem que ser pegos mesmo e aceitarem as consequencias.

bjos

Beth/Lilás disse...

Lucinha,
Sabe o que é? Por aqui, pra mostrarem serviço, fingem que não sabem e não veem e criam este aparato todo, param o tráfego, engarrafa muito e enquanto isso, lá atrás, uns poucos 200 metros, param os bebuns à espera de ajuda. E os policiais da L.Seca sabem de tudo isso, mas precisam fingir que não sabem.
Acho que é por isso que o povo apronta!
bjs

=========================================================================================================

Sonia Notaro disse...

Somos livres,não somos donos dos desejos de ninguém, a lei existe, todos tem conhecimento, mas se negam a aceita-las por se acharem acima delas,faz um BO, vai para casa então vem o papai e libera a queixa, é o mais comum ,e ainda tem as blistz que são alardeadas com bastante tempo para curar ressaca.Que tal começar a alfabetizar a população com 7 anos,assim eles passam a ter educação , aprendizado, e respeito por leis, pelos outros e por si mesmo.No momento a preocupação do governo é todas na faculdade pra que? Para votar!!!!!!!!!! A cidadania é para vc ter pleno direito de gozo de seus direitos políticos e civis, no caso da "lei beba ", é para vc encher a cara e dizer que é o tal, que é promotor, filho de juiz ,delegado, médico e abafa por aqui!!!!!!!!!Bjs meus

Teresinha Ferreira disse...

Como diz o Boris..."Isso é uma vergonha".
O jeitinho brasileiro é imbatível. Não vejo solução para este problema e tantos outros que nos rodeiam.
É LAMENTÁVEL!!!
Bjs mil

novavidanovelhomundo disse...

É incrível como se acha o tal jeitinho pra encobrir coisas tão perigosas! Como é que se vai fazer pra conscientizar esse Brasilzão, minha gente?
Digo isso porque eu também não era tão consciente, e tenho minhas dúvidas se parei de beber antes de dirigir (explico que nunca dirigi bêbada, mas um pouquinho eu bebia antes) porque com o tempo a gente amadurece ou de ver que essa reacão é tão banal aqui na Suécia.
O que falta aí, então? Tem comerciais, blitz... mais o que?

Vivi disse...

Oiiii
Querida..obrigada pelo carinho no meu post...lindo!!!!
e quanto ao seu lembrei-me disto:

"Trata um homem de acordo com o que ele é, ele continuará na mesma; trata-o de acordo com o que pode e deve ser, e ele converter-se-á no que pode e deve ser.
(Goethe)

bjs

Lúcia Soares disse...

Absurdo, Beth. E é verdade que a polícia sabe e faz vistas grossas.
Mas continuo não achando que é só aqui no Brasil.
Em outros países, a lei é dura, mas toda semana se lê notícia de gente que foi pega dirigindo bêbada, foi autuada e vai pagar em liberdade. Principalmente entre artistas, é muito comum. Acontece sempre com Mel Gibson, Paris Hilton, Lindsay Lorran, e outros mais.
Aqui no Brasil as pessoas são mais "corajosas", mais caras-de-pau e se enturmam pra burlar a lei.
De todo jeito, seja onde for, lei é pra ser cumprida e sem discussão. Ou mesmo que se discuta, tem que ser obedecida antes de ser revogada.
Fico indignada é com a nossa impunidade. Esse é o verdadeiro mal do Brasil.
Bj

manuel marques disse...

É no problema da educação que assenta o grande segredo do aperfeiçoamento da humanidade .

Beijo.

Glorinha L de Lion disse...

Oi web mana, concordo em tudo com vc, só quero explicar à Lucinha e a alguns que talvez não saibam o porque desse aparato todo...é porque aqui no Rio existe a tal da falsa blitz feita por bandidos uniformizados com uniformes roubados ou dados por alguém e que se passam por policiais pra assaltar e sequestrar...por isso esse aparato todo...pra mostrar que é de verdade! Até isso a bandidagem daqui faz...blitz falsa! QQ dia vão roubar uma bola da lei seca e fazer a lei seca falsa...ô paisinho...acho que nisso eles estão certos e ainda usam jovens em cadeiras de rodas vítimas de acidentes pra conversar com os jovens....acho que esse choque pode dar algum resultado. beijos.

Mari disse...

Gente do céu, agora essa...

Françoise disse...

Meu Deus, tô viajando literalmente! Não tô acreditando nisso não, só faltava mais essa. Tinha que ter um jeitinho brasileiro de driblar as situações....Esta sua última frase.....é perfeita, infelizmente!

Bjos

Rozani disse...

Oi Beth!
Obrigada pelo seu comentário no meu blog sobre a blogagem coletiva.
Adorei a sua.Que lindo o olho mudando de cor.Que bela estória que vc postou.Quem dera que tudo pudesse mudar de repente, e para melhor.Que as pessoas realmente tentassem se colocar no lugar da gente e parar de julgar tudo que acham que não está dentro do suposto "certo" para ela.
Muito bacana sua estória.
Bjs,Rozani

Manuela Freitas disse...

Olá Beth,
Fiquei admirada com esse aparato! Com esses balões!Por cá, a polícia aparece onde menos se espera e as multas são bastante pesadas.
beijinhos,
Manú

ML disse...

Beth: com tantos trabalhos pra fazer pra faculdade neste semestre de curta duração (por causa da Copa do Mundo o país vai parar mais cedo!)hoje, finalmente, arrumei um tempinho pra ler meus blogueiros caríssimos.
Com relação à Lei Seca, o que me incomoda muito é porque ela "funciona": por causa do valor da multa... Até parece que antes, era legal dirigir bêbado...
Se a multa não fosse astronômica, a lei "funcionaria"?
Acho que as penas deveriam ser mais duras até, mas a multa deveria ser zero.
Aí queria ver o que aconteceria...

bjnhs

PS: quanto ao Twitter, acho o que o cidadão se defende enquanto se arrisca...

Beth/Lilás disse...

Genteeeee, quero reforçar o que a amiga Glorinha deixou.
Seguinte:

Na realidade este não é tão somente um processo policial e sim de postura para que todos tenham um comprometimento e os motoristas, diante de pessoas em cadeiras de rodas que já sofreram acidentes por conta do álcool, mostrem o que sucede quando não tem esta consciêntização. A idéia é boa e é válida, mas o problema é que sempre espertinhos tentam driblar estas blitz e não aprendem nada e nunca.

abraços a todos

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Isadora disse...

Oi Beth fui lendo os comentários um por um, embora já tivesse uma opinião formada, mas queria ver tinha entendido direito o seu post.
Concordo, plenamente, que sim deve haver fiscalização. Que não se pode sair, encher a cara e colocar a vida dos outros em risco. 100% de acordo. E é verdade que o número de acidentes diminuiram.
O único problema é que todas as iniciativas boas acabam sendo deturpadas e sempre tem gente querendo se aproveitar. Isso é que desanima.
Um beijo

Sonia H disse...

Querida Beth,
Dessa não sabia. Já vi várias blitz acontecendo mas não havia reparado nesse detalhe. O pessoal sempre inventa um jeito de burlar a lei, né.
Beijos,

Luciana Håland disse...

Pois é, Beth, o tal do maldito jeitinho brasileiro, e tem brasileiro que se acha esperto com o tal jeitinho... Vergonha!
O jeito é a polícia aderir ao jeitinho e ir contudo de carros que circulam e pegam esses malandros.
Bebem, depois matam um e aí, fica por isso mesmo...

Beijo