.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

O Caminho da Vida








O caminho da vida pode ser o da liberdade e da beleza, porém nos extraviamos.

A cobiça envenou a alma dos homens... levantou no mundo as muralhas do ódio... e tem-nos feito marchar a passos de ganso para a miséria e morticínios.


Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado em penúria.


Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência, empedernidos e cruéis. Pensamos em demasia e sentimos bem pouco.


Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido.  

("O Último discurso", do filme O Grande Ditador)
Charles Chaplin





19 comentários:

Lu Olhosde Mar disse...

nossa, tão atual isso!!!

Heloísa disse...

Beth,
Muita lucidez, não?
E continua atual, pois o que continua a faltar é, realmente, o amor, a solidariedade.
Beijos.

Beth/Lilás disse...

Lu e Helô,

Assisti na semana passada, pela tv Educativa, a este belíssimo filme (mais uma vez), aliás gostaria imensamente de ganhar este DVD, mas não sei se tem para venda.
Bem, mas o fato é que toda vez que assisto a este ou qualquer filme de Chaplin me emociono, fico encantada como aquele pequeno homem continha tanta sabedoria, perspicácia, inteligência e talento.
Este filme, assim como Tempos Modernos são os meus favoritos e as palavras desse texto final, como vocês bem observaram, ainda é tão atual, o homem ainda mantém os mesmos defeitos de quase um século atrás.
Coloquei o texto aqui para que pensemos sobre a sua significância para o novo ano que iremos receber.

Feliz Ano Novo a vocês é o que desejo!

beijos

---------------------------------------------------------------------------------------

Glorinha Leão disse...

Amor, lealdade, afeição, respeito...isso nunca sai de moda.Pena que nem todo mundo saiba disso...
Beijos

Lucia Cintra disse...

Nunca vi esse filme, mas parece interessante. Pensei em te da-lo de presente, mas seria em ingles, nunca acharia filme com legendas por aqui, rs. Web-mae... assiste aquela animacao da Disney chamada "UP". Bom demais e bem tocante! bjos

Beth/Lilás disse...

Lucinha, não esquenta não! Quero ele em português, apesar de que é quase todo mudo e as poucas legendas, mesmo em inglês, dá para entender tudo.
Mas, tô procurando por aqui mesmo, acabo achando.
Vou ver este filme aí que recomendas, pode deixar, vejo nas férias agora.
beijocas
-------------------------------------------------------------------

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Beth, o Chaplin foi um artista no sentido da palavra "artista". Sempre teve uma sensibilidade muito grande e soube muito bem expressá-la. Suas obras pareciam modernas para a época, mas no fundo eram uma crítica do futuro. Tanto que tudo que foi expressado por ele hoje é parte do atual. Veja como esse trecho do texto está representando bem o nosso hoje:
"Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido".
Nosso papel é resgatar essa afeição e doçura. Não vai ser fácil, mas se eu e você nos tornarmos assim, já é um grande início.
Êpa, ia me esquecendo (O texto me hipnotizou, kkk!). Um maravilhoso Ano Novo para você e para todos os seus. Beijos paulistas com muita afeição e doçura. Manoel.

Lúcia Soares disse...

Oi, Beth. Estou com problema no blogspot, tem hora que acesso, tem hora que não...Tô "neuvosa"!
Sabe que nunca curti o Chaplin? Nunca entendi isso, já que ele é tão aclamado.
Coisas de Lúcia...
Mas o texto é profundo, realmente retrata nossa realidade. Às vezes falo umas coisas que as pessoas se indignam, mas não gosto de muita coisa que veio pra modernizar a vida. A tecnologia,algumas invenções,alguns avanços da ciência, me incomodam e fico pensando o quanto prejudicaram, em vez de ajudar. Mas a "conversa" é longa, dá um post...Bj

Liza Souza disse...

Beth, texto maravilhoso! Tbm acho que sentimos pouco demais e o que mais falta nos nossos dias é o amor, o respeito, a compreensao de que somos todos iguais diante de Deus. Nos preocupamos demais em construir, adquirir, evoluir, avancar e para isso nos privamos das coisas que verdadeiramente importam. Apesar de tudo, tenho esperanca de que os homens ainda cairao em si e encontrao um caminho que valha a pena seguir.
Ah, obrigada pelo recado de aniversario do Miguelzinho. Carregado de carinho, como tudo que voce escreve!
Beijos e um ano novo repleto de felicidade pra vc!

Natália disse...

Olá Amiga Betty.


Os fogos anunciam a chegada de um ano novo !
É hora de refazer seus sonhos ainda não realizados
e acreditar que irá concretizá-los.
Soltar um olhar solidário e acalantador para os seus amigos e bocejar para os inimigos.
Aprender com os erros do ano já ido e brindar o ano bem vindo com um sorriso.
Correr ao encontro daquele amor ainda não perdido
ou surpreender mais uma vez o amor já conquistado.

Desejo a você um ano repleto de luz, amor, saúde e prosperidade.
Feliz Ano Novo!

Beijinhos.

Bia Mendonça disse...

Beth! Quase assisti esse filme ontem... tenho certa curiosidade com os filmes de Chaplin! :)
Feliz 2010 pra vc!

bjs

Dani dutch disse...

OI Web- mãe tudo bem?
E as vezes tenho a impressão que as coisas vão piorar cada vez mais, as pessoas estão se fechando cada vez mais, e odiando mais umas as outras, e vivendo só com muita proteção de DEus ... bjuss e um Feliz 2010... bjusss

O que elas estao lendo!? disse...

Beth, obrigada por ter estado conosco este ano.

Temos um selinho prá você no nosso blog.

Boas festas!

ML disse...

É, parece que foi escrito ontem.

Querida:

FELIZ ANO NOVO!

Para Você e sua Família.

bjnhs

Meire disse...

"Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura."
Feliz 2010 querida Beth,

Bjs

Meire

Marilac disse...

Beth,
Esse filme é maravilhoso mesmo, e esse texto final é profundo e continua atual, o mundo corre cada vez mais, novas tecnologias surgem e no meio disso tudo alguns valores essenciais estão sendo esquecidos.
Precisamos urgentemente de mais afeição e doçura, gentileza , sorrisos fazem tão bem não é?

Bjs
com carinho e votos de um 2010 abençoado e muito feliz

Marilac

Glorinha Leão disse...

Oi amiga niteroiense! Que bom que mesmo aí nesse paraíso, continua me lendo!
Ri muito com vc sobre o apego da Silvana ao "molusco"....Ela é uma querida amiga muito amada, e a gente implica uma com a outra, ela porque sabe que eu detesto ele e todo o popululismo dele...e eu com ela, por saber que é uma defensora ferrenha dele...além de inteligentíssima e muito culta, a Silvana é uma dessas pessoas especiais de quem ficamos amigas por pura empatia, mesmo tendo ideias tão contrastantes...
No mais, minha querida, te desejo muito amor, paz e que nos encontremos em 2010 pra tomar um café com bolo juntas!
E aí, tá chovendo muito? Aqui só falta chover guarda chuvas, porque pelo jeito, a chuva não vai dar trégua...
Beijão querida!
Feliz 2010!

Dani dutch disse...

OI WEb-mamy, tudo bem?
Estou passando pra desejar feliz 2010, e tudo de bom pra vc e sua família, que umas das melhores cosias que aconteceram comigo este ano foi ter a ideia de fazer um blog, e asssim pude conhecer vc e tantas outras pessoas nota 10... e é uma sensaç§ao t§ao maravilhosa de abrir o blog e ver os recadinhos das pessoas queridas da gente... bjusss

Luciana Håland disse...

Beth, estou passando para te desejar mais uma vez um ano novo maravilhoso.
Tudo de bom no ano que vem e sempre.
Beijo