.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Sonhos não Envelhecem

"Porque se chamava homem, também se chamavam sonhos E sonhos não envelhecem."

(de Milton Nascimento, Lô Borges e Márcio Borges-Os Sonhos não Envelhecem)



Estava ouvindo há pouco Flávio Venturini cantando esta linda música que esses mineiros danados de bons fizeram, quando se reuniram em Belo Horizonte e fundaram o fantástico Clube da Esquina. E isso já faz 25 anos! Mas a música é atemporal para poesias como estas e a gente poderá sempre ouvi-las que não cansa e cabe sempre em algum contexto de nossas vidas.

Então, fui procurar uma imagem que combinasse com os versos acima, mas dei de cara com esta e, mesmo não sendo tão romântica, ela passa muito bom humor e até podemos dar umas boas risadas se imaginarmos que algumas de nós, lá pelos nossos 90 ou 100 anos, estaremos assim, mas, sempre com nossos bloguinhos atualizados. Lembrem-se que "sonhos não envelhecem"!




Achei uma outra informação que pode até servir como um presente para o dia dos namorados, claro, se o namorado ou namorada for acima dos quarenta e que curtiu este grupo mineiro tão especial. Mas, se você tem menos de quarenta e quer conhecer música e poesia brasileiras, de primeira qualidade, feita numa época rica de bons compositores e músicos (ouça a música para comprovar) será um lindo presente.

Trata-se do livro "Os Sonhos não Envelhecem" - (Histórias do Clube da Esquina) que foi lançado este ano, em março, e que está à venda, inclusive, pela Livraria Saraiva virtual.

"Romance de geração, memórias de um Brasil conturbado e trágico, mas culturalmente rico? Autobiografia política e artística de um grupo - os músicos mineiros que romperam as fronteiras com sua arte universal? Biografia não-autorizada de Milton Nascimento, um dos maiores músicos do mundo? É dificíl classificar este livro, do qual Milton Nascimento é o personagem central. Como num filme delicado e arrebatador, o poeta e publicitário Márcio Borges, primeiro parceiro de Milton, reconstrói com paixão a história do país nos últimos 30 anos, a partir das lembranças dos meninos que um dia se encantaram com a música. Comovente, sensível, capaz de fazer vibrar e chorar, Márcio Borges nos surpreende com um livro encantador."




11 comentários:

Wilma disse...

KKKKK, Beth esta foto está mesmo hilária...já cheguei a pensar daqui há alguns anos como estaria a blogosfera, quantos blogs permanecerão por mais dezenas de anos...
Muitos se dizem privilegiados por terem tido os Beatles em sua juventude e eu digo o mesmo por ter tidos esses aí e mais Taiguara, G. Arantes, João Bosco...

Beth/Lilás disse...

Wilma,

Boa a foto, né! Também sorrio cada vez que a vejo.

Quanto a esses maravilhosos compositores e músicos só posso dizer que fomos mesmo felizardos em viver aquele tempo, cantando e ouvindo tudo aquilo.
beijão
-------------------------------------------------------------------

Lúcia Soares disse...

Beth, sou fã demais dessa turma de BH, tão pouco divulgados pela mídia. Sou amiga de uma moça, Beth também, que é casada com o mais novo dos Borges, o Telo Borges, que já ganhou até um Grammy. Portanto, irmão do mais famoso, Lô Borges e do Márcio, autor do livro. Estou pensando em fazer uma série sobre Minas Gerais e falar de todos os nossos artistas. ("Pretensão e água benta, não fazem mal"...).

Mila Viegas disse...

Essa música é maravilhosa! Amo Lô Borges. No meu niver do ano passado ganhei um DVD dele super bacana. É uma delícia ouvir!
beijos

Beth/Lilás disse...

Lúcia,
É mesmo, você conhece esse pessoal! Eu amo de paixão todos eles e noutro dia assisti o Lô no programa do Ronnie Von e adorei. Quem sabe você convida a moça para uma entrevista, ia ser legal.
beijos
------------------------------------------------------

Milinha,
E você cantando músicas assim deve ser muito bom, né cantora!?
bjs

-------------------------------------------------------------

Fe França disse...

Hahaha ótima a foto. Beijos.

Aninha Pontes disse...

Beth, a foto é perfeita.
É exatamente assim que estaremos, como você disse, com nossos bloguinhos atualizados.
Agora, cá prá nós, fomos mesmo privilegiados com tantos bons autores, como disse a Wilma, alí em cima. Quem não queria ter feito para seu amor, as poesias que Guilherme Arantes fez? Entre tantos outros bons.
Flávi Venturini, tem lindas músicas.
Um beijo e um lindo final de semana.

rocosta disse...

Já li o livro e também recomendo... é lindo.
Como me sinto privilegiada por minha adolescência ser passada ao som desses mineiros.
Beijão.

Lucia Cintra disse...

Flavio Venturine nao e' do meu "tempo", rs. So conheco seu nome, pois ja estava fora do pais quando ele ficou famoso. Vou chegar o video assim que der. bjos

Mila Viegas disse...

Ah tá bão sua furinga... num é do teu tempo né??? Então não sabe a maravilha que está perdendo... blaaahhhhhhhh!! kkkk

E parei de bagunçar no blog da Beth!!!

Ah Beth, essa música nunca cantei não, vou ver se meu marido toca ela pra mim. Mas Beto Guedes vira e mexe a gente toca... Porém, precisa esperar passar a rouquidão da minha voz porque a gripe me deixou afônica, mal to conseguindo falar... Ia até te ligar semana passada pra bater um papo, mas não ia conseguir falar com a voz de Darth Vader... rs

beijocas

ML disse...

Muito linda essa frase, Beth: "sonhos não envelhecem".

Espero que tenhamos um semblante de alegria quando (se) chegarmos aos 100.

Que os anjos passem e digam "amém".

bjnhs