.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Daquilo que fomos

(Ester Freitas em 1931-Copacabana)
Uma vontade de se libertar, de se jogar no mar.
O vestido é vestido ou roupa de banho?
Os maiôs longos cobriam partes do corpo, mas deixavam
entrever as curvas sensuais femininas.
A mulher mantinha seu recato, mas deixava à mostra a
exaltação do prazer e da alegria.
Elas tomavam o banho em grupo, defendendo o ideal
feminino em sua libertação.
(Revista Flama-Santos-1940)

















9 comentários:

Georgia disse...

Chique nao?

Um beijo querida!!!

Lu Olhosde Mar disse...

TEM MEME PRA VC LÁ NOS OLHOS!!!VEM VER!!!! BJÃO

Renata disse...

bonitos mesmo...
eu queria ter sido daquela epoca... alias, eu acho que pertencia ateh aa uma epoca mais distante... serah que eu era dos tempos dos faraohs...
as vezes acho que sim...
kkkkkkkkkkk
beijos.

Lucia Cintra disse...

Eh pq naquela epoca as pessoas iam na praia pra brincar e se divertir, nao pra exibir o corpo.

Hoje em dia as mulheres se vestem assim pra sair na rua. Eu nao vejo a necessidade de sair mostrando tudo. Qdo era adolescente e morava ai, so usava roupas curtinhas e justas tb, hoje em dia ninguem me pegaria nem morta usando as mesmas coisas.

Bjos

Wilma disse...

Bem que poderia voltar essa moda, iria me sentir tão bem, aliás quando vou a praia muito frequentada, vou assim, muitos panos em cima, hahahaha

Beth/Lilás disse...

Genteeeee!
Lucinha falou tudo o que eu queria expressar neste post, assim meio jogado no ar, só prá fazer isso, instigar a pensar no hoje e naquilo que, nós mulheres, fomos, ou melhor, nossas avós.

Bem como disse a Lucinha, o que vemos hoje em dia é que as praias viram um festival de mulher nua e olhos atentos à paquera ou ao exibicionismo.
Quase não vemos pessoas brincando à vontade com as ondas do mar, se jogando, brincando com as amigas.
Até nisso, parece-me tudo muito artificial hoje em dia.

abraços
..............................................

Lúcia Soares disse...

Insinuar sempre foi mais bonito que mostrar. E olha que "naqueles tempos" o sol não fazia tanto estrago como hoje, a poluição era quase inexistente, a segurança era outro departamento. Então, quanto mais a coisa fica feia, mais as pessoas se exibem. Não dá pra entender, mesmo.

Ana disse...

Ai, ai!

Devia ter nascido nessa época, quando o maiô tapava gordurinhas, pneuzinhos etc...

Mas, sabe? Gosto de bronzear meu corpo, sem ficar com marcas enoooormes...

Mas fico quietinha, na areia. É pessoal, mesmo, nenhum exibicionismo, até porque não me orgulho dos meus quilos a mais e celulites!

Heloisa disse...

Amiga querida, tô sentindo a sua falta por aqui na serrinha....

Tempos bons esses, não?!
As mulheres não faziam parte de todo esse esquema "plastificado" dos dias de hoje, onde a prioridade é "estar bela e "jovem" a qq preço"!
Tô fora!!!!!!
bjsss