.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Avec Elègance


"Para algumas pessoas, comportar-se de maneira elegante, não dar as famosas “gafes” ou parecer uma pessoa fina e rica é extremamente importante. Para outras, o que importa é ser transparente, sem “frescuras” ou cerimônia.A ética da convivência é chamada de etiqueta, que nada mais é do que o código de relacionamento que permite a harmonia no ambiente social ou profissional.Este assunto é extremamente amplo e serve para nos orientar sobre as melhores práticas da convivência em sociedade. Afinal de contas, passamos a maior parte do nosso tempo cercada por outras pessoas, dividindo nosso espaço e tempo com elas.Para você se dar bem em qualquer situação, segue abaixo, algumas dicas básicas, porém nem sempre “lembradas”.

Ø PALAVRINHAS MÁGICAS:

“Bom dia, boa tarde, boa noite”, “por favor”, “com licença” e “obrigado (a)” são as palavras mais simpáticas e elegantes que você pode usar. Algumas pessoas se esquecem de usá-las e perdem a oportunidade de serem respeitadas e admiradas pelos que as cercam.“Sinto muito” e “desculpe-me” também são palavras que fazem parte do grupo das palavrinhas mágicas, pois demonstram sensibilidade e respeito com o próximo.

Ø A FILA ANDA (CORDIALIDADE, OBRIGAÇÕES, FURAR FILA):

Respeitar a fila é obrigação de qualquer cidadão. Furar fila não tem desculpa, é grosseria e ponto!A pessoa que fura fila é egoísta e acredita que o mundo gira ao redor dela, por isso ela é a “coisa” mais importante do mundo. Conseqüentemente, ela ignora e despreza os outros. Não interessa se vivemos no “país do jeitinho” ou se você tem um compromisso inadiável daqui a cinco minutos. Outras pessoas chegaram antes e por isso têm a preferência.

Ø PONTUALIDADE:

Chegar atrasado aos compromissos, além de atrapalhar demonstra total descaso com a outra parte envolvida.Ser pontual é mostrar que você se importa com o outro e que considera o seu tempo, e o dele, precioso. Para isso, programe-se melhor.

Ø TRÂNSITO:

Independente de concordar ou não com as regras de trânsito elas existem e devem ser seguidas. Não cumpri-las significa falta de respeito e ainda podem gerar situações perigosas. É o caso de ultrapassagens em locais proibidos, estacionar em fila dupla, não dar seta, jogar lixo pela janela, buzinar desnecessariamente, colocar criança no banco da frente, não parar na faixa de pedestres, atender celulares etc.

Ø CRENÇAS E OPINIÕES:

Todos têm as suas, mas devemos nos lembrar que elas nem sempre são iguais as dos outros. Deve-se ter cuidado com os assuntos discutidos, com quem e em que locais. Esteja atento com comentários de: caráter preconceituoso, idéias machistas ou feministas, questões religiosas ou políticas, fofocas ou imitações maldosas de familiares, colegas e chefes.

Ø PERGUNTAS E COMENTÁRIOS:

Algumas pessoas fazem questão de serem desagradáveis, outras apenas perdem a oportunidade de ficarem caladas. Para que você não se enquadre em nenhum desses dois casos: “JAMAIS” faça comentários do tipo:- “Nossa, você engordou” ou “Ta ficando careca, hein!”- “Você colocou silicone?”- “Quanto você ganha?”- “Você não vai casar? Já está passando da idade...”- “Só vai comer isso? Não gostou da comida?”- “Você está grávida?”- “Vocês não querem filhos?”- “Quantos anos você tem?”- “Não se lembra do meu nome?”

Mais importante do que usar a roupa adequada num evento ou saber utilizar vários talheres num jantar é praticar essas regrinhas fundamentais do dia-a-dia, pois elas demonstram o quanto uma pessoa é elegante. "



Fonte: Pequeno livro de etiqueta: guia para toda horaBrasília.


10 comentários:

Georgia disse...

Pois é, Beth, para cada situacao existe um talher apropriado. O difícil às vezes é saber qual usar na hora certa. Entao, nada de ficar nervoso, muita calma que a coisa a certo.

Òtimas dicas.

Beijao

Lúcia Soares disse...

Boas dicas. Posso dizer que eu sou uma pessoa elegante! Que bom! Às vezes a gente "escorrega" e "roda a baiana", né? Mas eu tomo um cuidado danado pra isso não acontecer.E, o mais importante, é que isso tudo não ter nada a ver com dinheiro. Finesse a gente trás do berço, seja ele banhado a ouro ou um simples catre, ou panos amassados no chão de um barraco...

Lucia Cintra disse...

Adorei o texto e hoje em dia devemos adicionar a lista 'etiqueta de celular'. Acho tremenda falta de educacao usar o celular em certos lugares e principalmente aqueles que conversam pra Deus e todo mundo ouvir o assunto. Essas pessoas nao tem classe, me desculpa.

Qto a furar fila, aqui nao tem disso, ou vc quase nao ve - acho q pq tem consequencias se a pessoa faz isso.

Bjos

Beth/Lilás disse...

Georgia,
É isso aí! Observar antes de tudo, também é elegante.
bjs
...................................................
Lúcia,
Como vc disse, ter cuidado, também é elegante, porque quando pensamos que sabemos de tudo, tornamo-nos deselegantes na postura com os outros.
bjs
............................................
Lucinha,
Minha filha, também comungo contigo sobre o celular. Aqui no Brasil isto pode virar tese de mestrado em psicologia ou ciências sociais. Nunca vi tanta gente mal educada, falando alto, ocupando o espaço auditivo do outro, poluindo o ambiente com gritaria ao celular. E ainda tem aquele que é mais barato e fica dando uns apitinhos que nem rádio e a pessoa fala alto e quem está ao lado ouve a conversa tanto de quem está presente, quanto de quem está do outro lado da linha. Um horror!
Totalmente sem classe isso!
bjs
..............................................................

aminhapele disse...

Resumindo,minha amiga,basta respeitar os outros para sermos respeitados.
Um abraço.

Kálita disse...

Gostei dessas dicas...
E ví que ando "pecando" em algumas coisas, vou ficar mais alerta, afinal se semeamos coisas boas, colhemos coisas boas

beijos

Lu Souza disse...

Oi Beth!

Assino e aprovo tudo que disse. Eu, naqueles momentos de egoísmo e fúria, me pego pensando "preciso mesmo agir assim?"
É importante refletirmos sempre antes de agir e ter a postura mais bacana possivel. Não uma coisa automatica e com segundas intenções de parecer bom ou cordial, mas fazer disso uma constante em nossas vidas.

Bjao pra vc!
Lu

ML disse...

Seu post deveria estar colado em todos os postes das cidades.

O que tem de gente sem "noção" por aí...

bjnhs

ML disse...

E, como disse a Lucia Cintra, o celular se tornou um problema.

Dependendo do dono, acaba com o sossego alheio!

Fala sério (e baixo e sai de fininho) ;>)

bjnhs

Luciana Håland disse...

Adorei esse seu post. Também penso que etiqueta é uma questão de respeitar as regras para vivermos bem com os outros. Sou meio, ou bem, exigente com isso.
Também incluiria na sua listinha o que Lucia mencionou, o tal celular, muita gente realmente não tem nocão e ainda não sabe como usar bem um celular, já passei por muitas situacões chatas envolvendo celular.Quando será que o povo vai aprender a usar?
Realmente dá uma tese.
Beijo