.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Não dá pra entender esse povo!



Este blog não tem como objetivo falar das mazelas que acontecem diariamente neste país. Seria, com certeza, um espaço muito triste. Nossa mídia já se encarrega deste serviço e, às vezes, até exagera na manutenção diária de violência que mostra, fazendo parecer que é tão somente esta a vocação do Brasil.

Mas a verdade é que que mesmo diante da enxurrada de notícias ruins, o povo parece que anda anestesiado, resignadamente bovino, chocado e desesperançoso de que alguma coisa mude de verdade. Ninguém se manifesta, não vai pras ruas gritar, exigir correções e atitudes dos nossos representantes legais.

Não. Isto não é verdade.

Tem um grupo que briga, sim. Reinvidicam com garra, mesmo de manhã cedinho vão lá para gritar impropérios, exigir postura, chamar de vagabundos e outros adjetivos até merecedouros e até conseguem alguma coisa.

"Vagabundo" e "mercenário" foram os insultos mais utilizados pelo pequeno, mas exaltado grupo que se posicionou à porta da sede de Lourdes da agremiação alvinegra."

São os torcedores de times de futebol no Brasil.

Como teem garra esta turma, como se preocupam com o time do coração e com a atitude do atleta!!! Chegam cedo à sede do clube para esperar os "meninos" que foram pra balada na noite anterior a um jogo importante para ele - o torcedor - porque para o jogador não é bem assim, não estão nem aí. Como é o caso dos jogadores do Atlético-MG que tiveram seus contratos rescindidos na segunda-feira.


Ai mu Deus duxéu! E
ste país é brincadeira e dá até vergonha! Só Nelson Rodrigues soube expressar tão bem esta natureza do brasileiro.

Quando chegará o dia
em que os homens pensarão e se manifestarão como estes ardorosos e fanáticos torcedores, para exigir mais educação, mais trabalho e cuidados para este povo tão sofrido?

Agora, ligue o vídeo, ponha bem alto o som, cante e se emocione com esta linda música.


8 comentários:

Daniel Lucas disse...

Acho que não há necessidade de exaltação, o país nunca passou por fase melhor na história.
Agora com essa baixa na economia mundial tudo bem que possa estar acontecendo uma queda nesse desenvolvimento ( mas temporario).
O país está crescendo mto, mtas ofertas de emprego, o mundo está vendo o Brasil com outros olhos.
A educação realmente não teve nenhuma melhora significativa. Por outro lado, ofertas de trabalho aumentaram absurdos e cuidados com o povo tbm com os: bolsa escola, familia e etc. Muita gente nao instruida critica essas "bolsa", mas esquece que nos países de primeiro mundo como o EUA e alguns paises da Uniao Europeia essa pratica é mais do que normal.

Renata disse...

Beth,
eu me pergunto a mesma coisa....
vai saber....
:/
beijinhos

Lilás/Beth disse...

Caríssimo Daniel!
Como o espaço aqui é democrático, publiquei seu comentário, mas quero deixar claro que não estamos discutindo política nem partidos e sim postura, atitude e cidadania.
beijins

......................................

Lúcia Soares disse...

Lilás, soube "por alto" sobre os jogadores do Atlético Mineiro. Nem vou me dar ao trabalho de ler o que você indicou, pq o clube não anda merecendo. Eu sou atleticana, só quem vive em Minas, mais ainda em Belo Horizonte, sabe o que isso significa. É um time que há muito não nos dá alegria. Mas continuamos "vestindo a camisa". Eu não acompanho futebol, vou ouvindo, daqui e dali o que acontece.Só posso dizer que meu time me envergonha, atualmente. Quem sabe um dia ele volte a ser o "campeão dos campeões", como fala seu hino. Esperemos...

Uma Brasileira nas Arábias disse...

Eu fiquei até desanimada de ser "obrigada" a votar neste último domingo. Desânimo mesmo, pq não consigo imaginar que nenhum deles vá fazer grandes coisas para mudar.
Sobre a manifestação, a última que me lembro que funcionou mesmo foi a dos "cara-pintadas". Fico com pena deste pessoal fazendo passeata pela paz, pq enquanto eles têm este nobre prpósito os bandidos se esbaldam. :(
Será que ainda tem jeito?
Talvez devêssemos contratar as torcidas organizadas para nos representar no que não estamos satisfeitos. Haha! Bjks.

As aventuras de uma brasileira no Egito disse...

Eu e maridex estamos de boca aberta desde que soubemos quem foi pro segundo turno em SP.

Como que uma pessoa que ja esteve por la e fez da cidade um festival de multas e soh desfilou de salto alto, pode conseguir voltar???????

Nao da pra entender o que passa na cabeca do povo.......

Eh rezar e ainda ter esperancas de ficar o menos pior.....

Talvez se fosse o presidente de um time importante de futebol, iria ter uma memoria mais longa.....

Beijos e fiquem com Deus

Barbrinha

Somnia Carvalho disse...

Salve Lilás!

Comecei a ler de manhã e não tive como terminar e enviar o comentário antes de sair de casa.

Lendo seu post foi impossível não pensar no Zé Ramalho e nessa música incrível... Adoro, sempre adorei. Quando cliquei no vídeo foi como se o pensamento se completasse.

Seu post é muito interessante, traz coisas com as quais sempre pensei e sempre ficava tentando "enfiar" na cabeça dos alunos nas aulas... muitas vezes usei "vida de gado" para tentar abrir um pouco o senso comum de muitos deles...

Independente de quem está ou esteve no governo, pra mim isso não importa, porque não consigo mais diferenciar um do outro, acho que a gente vai assim mesmo, feito gado, pra lá e pra cá... vai pra porta do clube de futebol, vai ver a novelinha das oito, vai no culto, faz o que pode para "sublimar" toda a frustração que tem...

Acho que todos essas coisas funcionam muito bem como ópio do povo. E acho difícil que alguma manifestação passe de algo como por velas brancas nas janelas, ou algo assim... nossas manifestações são fracas. A gente é mais o tipo que reclama no pontode onibus e fala mal dos politicos corruptos, mas age sem ética o tempo todo... mas acho que voce tocou no ponto: não temos formação, falta educação para ser cidadão. Para saber o que devo, o que mereço o que devo cobrar e querer como minimo decente pra minha vida...

Eu não acho que seja sem saída. Sinceramente não. Mas a saída está no esclarecimento, como eu sempre adorei a idéia do Adorno e do Horkheimer (dois filósofos alemães)... o problema é que esse "esclarecimento" não é algo que a gente consiga dar facilmente... a teia é complicada, mas como eu disse esses dias sobre aquele meu post lá: a saída éa gente mesmo. Talvez pôr a boca no trombone seja um dos pequeníssimos passos...

um beijo, falei demais, vou dormir!

Lilás/Beth disse...

Paty,
É muito chato mesmo isso de votar por obrigatoriedade!
É isso aí; poderíamos contratar essa torcida fervorosa pra ir lá na frene do Palácio Guanabara e exigir postura e decoro ao atual governador.
....................................

Barbrinha,
E corre o risco da perua voltar a exercer o posto de prefeita da maior cidade da América do Sul. Pode?
....................................

Somnia,
Seu comentário tem peso, por ser uma educadora e tentar mostar aos nossos jovens como precisam pensar, refletir e irem à luta como já foi feito no passado.

Obrigada a todos pelos comentários.
....................................