.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

A poesia é voar fora da asa (M.deBarros)



Voar voar, subir subir ir por onde for
Descer até o céu cair ou mudar de cor...
(Guilherme Arantes)
Raramente eles vem para este lado onde moro, mas o vento deve tê-los arrastado até aqui para me presentear com a linda visão de vê-los em frente ao meu prédio, livres, leves e soltos na imensidão deste céu azul de inverno.

Cliquei e congelei o momento.

E eles nem sabem que estão aqui nesta página servindo de entretenimento para todos nós.





7 comentários:

Karine Leão disse...

Vim passear por aqui e me encantei! Algumas imagens falam mais que mil palavras.

Uma ótima semana!

Beijos

Renata disse...

sabe que eu morro de vontade de saltar de paraquedas... So nao sei se teria coragem de pular do aviao na ultima hora... Mas que sempre tive vontade, ah, isso tive... kkkkkkkk
Beijocas!
PS: a fotografa de plantao aqui agradece as imagens... :)

Zé Ernesto - Gaia disse...

Cara MÃE GAIA

Haikai
BELA DEIDADE

Com asas de andorinha
voa uma Bela Deidade
traz aromas de felicidade

Um bem haja

Visite e comente o meu blog:
GOOGLE
site:zuluechopaparomio.blogspot.com poetário

Sylvia Regina Marin disse...

Querida Beth,
Como é belo o seu blog. Toda a vez que venho visitá-lo, minha alma fica mais leve. Leio tudo que ficou atrasado e penso: "Que bom! Ainda cheguei a tempo!"
Não sei se você se deu conta, mas o que você escreve são verdadeiras crônicas literárias. Marta Medeiros que se cuide!
Beijos.
Sylvia

Lilás disse...

Karine,
Obrigada pela visita e volte sempre, será um prazer.
abraço

Renata,
Esses são uns loucos de parapentes fora da rota normal, num dia com resquícios do furacão Gustav.
Você é corajosa, heim menina!
bjks

Zé Ernesto,
Obrigada pela visita e passarei lá no seu pedaço, aguarde.
abraço

Sylvinha,
Garotinha que saudades de vê-la por aqui!
Eu, tô longe da M.Medeiros, quem me dera!
Agora, você é que é de+++++++!
beijos saudosos

Kálita disse...

Lá de casa dá pra ver sempre...tem uma escola de aviação por perto e sempre os vejo saltando...consigo ver o salto desde o avião acredita?
dá um friiiio na barriga!

Lucia Cintra Stevenson disse...

Eu sou louca pra pular de para-quedas, minha irma ja o fez e disse q e' o maximo! Bjos