.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

quinta-feira, 5 de junho de 2008

Dia do Meio Ambiente

Hoje foi um dia importante para nós - terráqueos, pois comemoramos o Dia Mundial do Meio Ambiente. Dia este em que foram feitas várias reflexões sobre como estamos tratando o planeta e o que fazer para amenizar as agressões por ele sofridas.


No excelente blog Saia Justa da Geórgia (http://saia-justa-georgia.blogspot.com/) foi feito um convite para uma blogagem coletiva hoje e, mesmo um pouco tarde, por falta de tempo, deixo aqui minha mensagem sobre este dia.

Bem, muito já se falou sobre o grave problema das emissões de gases na atmosfera; da extinção da biodiversidade que vem provocando mortes e doenças; do descaso dos governantes mundiais em não se manifestarem conclusiva e definitivamente para resolver estes e muitos outros problemas. E, mais recentemente, o desmatamento crescente, abusivo e criminoso que a nossa Floresta Amazônica vem sofrendo.


Então, sobre estes e muitos outros temas concernentes a este assunto, muito já se falou, portanto não vou me aprofundar neles, pois isto fica para quem entende melhor. Mas, já que estamos festejando este dia, deixo as imagens de algo que podemos fazer, não custa nada, apenas boa-vontade, amor à natureza e consciência de um mundo melhor para todos nós.

Nestas fotos, mostro a sequência do que era uma pracinha perto de minha casa em Petrópolis-RJ, no passado. Uma coletora de lixo indecente que só servia para a proliferação de ratos e insetos e tristemente com a presença de pessoas pobres, miseráveis que ali entravam para catar restos que, com certeza, só serviam para matá-los mais rápido ainda.
Uma ação conjunta de minha parte e de mais um vizinho e sua esposa, pressionando a Prefeitura para que retirassem aquela "coisa medonha" do local e enviassem homens para a limpeza e recuperação do terreno, pudemos então, transformar o local em um bonito jardim que hoje em dia é ele, meu vizinho japonês, com toda sua técnica e cultura nipônica, quem cuida e replanta mudas de hortências e outras diferentes espécies.

Que isto sirva de incentivo para qualquer um que queira fazer algo pela preservação da natureza e do meio ambiente que nos cerca. É só olharmos com mais atenção à nossa volta que veremos quanta coisa está errada e que nós mesmos podemos consertar.


E assim, deixo aqui minha participação neste dia tão importante para todos nós.
















7 comentários:

Georgia disse...

Beth, mas que beleza que ficou a praca. Menina, vocês sao do barulho mesmo. Parabéns pela iniciativa.

Tenho certeza que essa praca é o orgulho de vocês que lutaram e conseguiram.

Olha, a blogagem é do blog Faca a sua Parte. Eu só fiz o convite. Tem o link deles lá no meu post, clica lá para vc deixar um recado que vc tb participou da blogagem, assim quando tiver a próxima eles te avisam.

Lendo o seu outro post, vc sabe que eu tb tenho o mesmo problema? Menina, e olha, ligam até para o meu celuler. Já rodei muita baiana, dizendo que o número do meu celular é particular e que para isso eu pago a minha conta. Qdo eles insistem eu falo: Sabe, eu acredito que tenha alguma lei que me proteja de propagandas desse tipo. Como é o seu nome mesmo? De que firma vc está falando? Ai, sao eles quem desligam.

Experimenta.

Grande beijo

Kenia Mello disse...

Nossa, fizeram um ótimo trabalho na pracinha, viu?
O pior é que esses serviços são pagos por nós para terminarem assim, as prefeituras deitam e rolam em cima de licitações fraudulentas e nisso segue o bonde.
Por outro lado, também acho que a população precisa se conscientizar e deixar de emporcalhar tudo.
Aqui em Recife você vê cada absurdo que fica de cabelo em pé...

Beijo.

Leonor Cordeiro disse...

Que linda transformação, o lugar ficou encantador.
Parabéns pelo exemplo que você passou, fruto de muito trabalho e insistência. Além disso deve ser uma verdadeira dádiva perceber o nascimento de um novo jardim.
Grande abraço!
Com carinho,
Leonor

Participei da blogagem com o meu blog
O MUNDO ENCANTADO DE CECÍLIA MEIRELES
http://leonor_cordeiro.blog.uol.com.br

Uma Brasileira nas Arábias disse...

Nossa! A pracinha nem parece a mesma! Ficou linda! Mãos mágicas vocês têm. Muito carinho e cuidado também contribuíram. Bjs! :) Paty

Lilás disse...

Olha gente, não pense que foi fácil!
O trabalho, digamos assim, chato, ficou por minha conta, pois liguei inúmeras vezes para a Prefeitura, mandei emails, depois liguei e mandei emails para a empresa de lixo da cidade, jornais locais, dei entrevista em frente a esta pracinha suja e fiz um banzé geral, até que estas "otoridades" viram que eu não ia desistir.

É assim que a gente tem que fazer neste país para se conseguir algo. Depois, meu vizinho japonês, que etende muito de botânica, é quem vem cuidando desse pequeno espaço e está atualmente até mais bonito, pois está mais florido.
Estas fotos fiz quando morava lá há 1 ano atrás.

Eu sei que quem tem que fazer alguma coisa neste sentido é o Poder público, mas estamos vivendo uma época de abandono tão grande que não dá para se ficar esprando de braços cruzados. Temos que sujas as mãos (no bom sentido).

Obrigada pela visita de vocês, aqui, nesta pequena pracinha virtual.
Beijos floridos.

Marcos Santos disse...

O tempo é muito curto, e mudar hábitos centenários em poucos anos, inclusive contrariando interesses econômicos, faz parecer tratar-se de uma luta inglória. Mas nós continuamos, até onde podemos.

ro costa disse...

Beth Q. ...só tenho flores para esse gesto.
"Quase tudo o que fazemos parece insignificante, mas é muito importante que façamos. Voce precisa ser a mudança que voce deseja no mundo." - Gandhi.