.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

O corpo avisou.



Este último mês não foi fácil para mim. Acho que eu não soube trabalhar bem minhas emoções e elas resultaram em problemas que foram somatizando-se e fiquei bastante afetada, mas eu sou também uma pessoa que não deixo de olhar para dentro de mim e por esta razão estou me tratando carinhosamente, apesar disso tudo me trazer muito trabalho e falta de tempo, até mesmo concentração, para escrever ou interagir mais pelo mundo virtual que tanto gosto.

Todos nós passamos por tempos ou momentos de nossas vidas em que o corpo reclama e pede uma parada, pede pra ser olhado, pra ser acarinhado, já que na correria dos dias, nos importamos mais com os outros do que com nós mesmos.

Então, chega o momento que Fernando Pessoa nos alerta:

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos… ''

Muitas vezes precisamos, além de fortalecer-nos com medicamentos e boa alimentação, ler e interpretar as sábias palavras de grandes pensadores, filósofos, poetas e mestres que clareiam e mostram novos caminhos para a total cura interna de nossos problemas e isto faz parte também da cura total do corpo e que tento sintonizar com a mente, pois estou certa de que ela, a mente, é que produz muito de nossas doenças.

"O conhecimento de si passa pelo alargamento, pelo refinamento da consciência do corpo, a fim de que a consciência do corpo se torne o corpo da consciência."
Gerda Boyesen, 
criadora da Massagem Biodinâmica.

Estou consciente que preciso continuar neste caminho de cuidados comigo mesma, e não quero ser fatídica, pois sei que existem problemas muito piores por aí afora. Aliás, sobre 'problemas', deixo abaixo um texto interessante, sem autoria, mas que serve-nos de incentivo e lembrete para quando acharmos que só nós é que temos ... problemas.



O carpinteiro terminou mais um dia de trabalho. Como era final de semana, resolveu convidar um amigo para beber algo em sua casa.
Ao chegar, antes de entrarem, o carpinteiro, parou por alguns minutos, diante de uma árvore que ficava em seu jardim. Em seguida, tocou seus ramos com ambas as mãos.
Imediatamente, seu rosto mudou. 
Entrou em casa sorrindo, foi recebido por mulher e filhos, contou histórias e
saiu para beber com o amigo na varanda.
Dali podiam ver a árvore.
Sem conseguir controlar sua curiosidade, o amigo perguntou o que fizera antes.
- Ah esta é a árvore dos meus problemas, respondeu. - Sei que não posso evitar
ter aborrecimentos no meu trabalho, mas estas preocupações são minhas, e não pertencem
à minha esposa nem aos meus filhos.
Assim, quando chego aqui, penduro meus problemas nos ramos daquela árvore.
No dia seguinte, antes de sair para o trabalho, eu os recolho de novo.
O mais curioso, porém, é que quando saio de manhã e vou procurá-los, alguns
já não estão mais ali, e outros parecem bem menos pesados do que 
na noite anterior.








17 comentários:

✿ chica disse...

Beth, que texto lindo e tocante. E todos nós na correria dos dias deixamos pra trás cuidados conosco mesmas! O corpo realmente avisa e ouvi-lo é questão de sabedoria!

Precisamos e me incluo nessa,rs Te cuida!! bjs, fica bem! chica

Maria Luiza disse...

Interessante, Beth, estou como vc! Tenho refletido muito, mas parece que algum fio se rompeu. Ainda não consegui soldar o fio, mas estarei tentando! Amei o texto! Fique bem! Beijos!

Dra. Cristiane Marino disse...

Oi Beth, todas nós passamos por momentos assim, eu também enfrentei vários problemas de saúde neste ano. O importante é continuar se cuidando amorosamente.
Adorei a parábola do carpinteiro. Sabia que na medicina chinesa fazemos um trabalho de cura interior justamente tocando ou abraçando uma árvore e pedindo para que ela leve as emoções negativas para a mãe terra para serem recicladas e transformada em energia amorosa?
Bjs

Célia Rangel disse...

Uma leitura gratificante e sinalizadora! Obrigada!
Abraços,
Célia.

Ana Paula disse...

Beth, você está atenta ao cuidar-se. Precisamos, por vezes nos afastar um pouco para termos esse cuidado.
Tudo isso nos traz aprendizados.
Fique bem! Beijo.

Maria Célia disse...

Que palavras lindas, Beth, ditas com o coração.
Desejo que você se recupere rápido e bem, às vezes a solução para isto esteja num afastamento.
Tudo de bom pra você, querida.
Um beijo

Mariana disse...

Bom caminho, Beth, boas melhoras! e também um abraço apertado que sempre ajuda, mesmo virtual :)

pensandoemfamilia disse...

Corpo e alma andam juntos e portanto não há como jogarmos questões não bem resolvidas "pra debaixo do tapete", pois se assim fizermos o corpo vai dar o alerta. Cuide-se com carinho, confrontar dói mas doi menos que algumas doenças.
bjs

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Beth
Todos nós passamos por momentos difíceis, o importante é termos paciência de esperarmos porque tudo passa. Se cuide.
Bjux

Patricia Galis disse...

Ja passei por isso meu corpo avisou que não estava bem pq o esqueci..
Belissimo post e texto para reflexão.

Os seguidores do Café entre amigos elegeram os melhores blogs de 2014, parabéns o seu está entre os vencedores. Convido com muito carinho para vi conferir o post e receber o selo especialmente criado para os eleitos.
http://www.cafeentreamigos.com/2014/12/seguidores-do-cafe-entre-amigos-elegem.html

Jô Turquezza disse...

Oi Beth, espero que fique boa rapidinho.
Também estou me tratando. Somatizei tudo e aí ......
Este texto do Fernando Pessoa é exato. Adoro.
Gosto de ler tudo que me abra os olhos para minha vida.

Parabéns pelo Troféu Xícara de Ouro!
joturquezzamundial
Beijos.

Beatriz disse...

Oi Beth querida
Bem que senti tua falta! Espero que esteja 100% em breve, viu!
Adorei o texto e as reflexões. A vida é feita de ciclos e uma hora tudo passa, e coisas boas chegam a todo momento!
Beijinhos mil

<°))))< Bia

Lúcia Soares disse...

Também acho que corpo e alma andam juntos, como a Norma disse.
Eu sou mestre em somatizar meus problemas.
Cuide-se bem, como sei que o faz, ainda mais que tem a possibilidade de viajar, mudar de ares, deixar os problemas num galho de árvore e se esquecer de pegá-los de volta...
Linda a história, sempre que a leio quero ser assim, mas acabo deixando todos os problemas me envolverem.
Aproveite os dias morninhos para se recuperar, Beth.
Beijo!

Silvana Haddad disse...

Beth:
Visitar seu blog é sempre um enorme prazer, pois sempre saio daqui diferente do que cheguei (e pra melhor).
Difícil deixar do lado de fora, os problemas, mas gostei demais da ideia do carpinteiro.
Também estava passando por momentos tenebrosos, mas já estou em plena fase de recuperação e desejo o mesmo pra você.
PARABÉNS pelo selinho Xícara de Ouro.
Bjs.:
Sil

Toninho disse...

Pois Beth, há um tempo para tudo nesta vida, mas nunca devemos esquecer de voltar estes olhos para nós e aos devidos pedidos que ele nos faz. O viver cada dia por vez deve ser levado à sério mesmo.
Bela tecnica e sabedoria deste carpinteiro.
Uma vida com mais vida para nós.
Abraços e cuide-se e fique bem.
Bju

Nina Sena disse...

Difícil nao somatizar. Quase todos fazemos isso, Beth. E vc cuida mt bem de si mesma, sempre alerta e mt cuidadosa. É o que basta.
Importante é cuidar do espirito esse sim, merece atencao especial ;-)

Regina Rozenbaum disse...

Ô Bethita...espero que esse tempo, de interiorização, passe em harmonia e restauração das energias. É amiga, crescimento interior dói, mas a gente sai tão, mas tão melhor. E você, cuidadosa como é, se permitindo esse tempo, vai (re)nascer ma-ra-vi-lho-sa!!!
Beijuuss na sua alma