.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Como dizem: Esperança é a última que morre.



Para muitos brasileiros a semana começará assim, com muita esperança em dias melhores.
Que assim seja! 




“Hoje não há razões para otimismo. Hoje só é possível ter esperança. Esperança é o oposto do otimismo. “Otimismo é quando, sendo primavera do lado de fora, nasce a primavera do lado de dentro. Esperança é quando, sendo seca absoluta do lado de fora, continuam as fontes a borbulhar dentro do coração.” Camus sabia o que era esperança. Suas palavras: “E no meio do inverno eu descobri que dentro de mim havia um verão invencível...” Otimismo é alegria “por causa de”: coisa humana, natural. Esperança é alegria “a despeito de”: coisa divina. O otimismo tem suas raízes no tempo. A esperança tem suas raízes na eternidade. O otimismo se alimenta de grandes coisas. Sem elas, ele morre. A esperança se alimenta de pequenas coisas. Nas pequenas coisas ela floresce. Basta-lhe um morango à beira do abismo. Hoje, é tudo o que temos ao nos aproximarmos do século XXI: morangos à beira do abismo, alegria sem razões. A possibilidade da esperança ...”

Rubem Alves
(Concerto para corpo e alma)










14 comentários:

✿ chica disse...

ESPERAR,esperar...Que possamos ver dias melhores nesse Brasil!! bjs praianos,chica

Selma Helena. disse...

Ô Beth!
Que bela mensagem!!!
Aqueceu meu coração e de esperanças eu sigo.
Beijos!!!!

JAN disse...

Oi, Beth!
Que mensagem linda... e bem apropriada para a ocasião!

Abração
Jan

Célia Rangel disse...

Os textos filosóficos de Rubem Alves como sempre, fortalecem o nosso viver e pensar...
Abraço.

Calu B. disse...

Isso mesmo, Betinha, vc definiu e ilustrou muito bem os sentimentos que engalanam o coração de muitos brasileiros, e eu dentre eles.
A esperança se faz renovada e oxalá seja concretizada.

Bjkas e ótima semana.
Calu

CamomilaRosaeAlecrim disse...

Olá Beth! Realmente a esperança é uma palavra que nunca deve morrer dentro da gente! Linda a imagem do post, adorei!
Beijos!
CamomilaRosa

Regina Rozenbaum disse...

Ah Bethita, a-do-ro esse trecho de Rubem e é isso VERDE SEMPRE! E vamuquivamu #45!!!
Beijuuss verdim messs

Maria Célia disse...

Oi Beth
Uma beleza este texto, aquela frase bem clichê, é muito verdadeira-" a esperança é a última que morre".
Beijo, Beth.

Silvana Haddad disse...

Beth:
Um texto bem apropriado para refletir o momento atual, pelo qual o País está passando.
E lá vamos nós de novo, com a esperança no peito, para o 2º turno...
Boa semana!
Bjs.:
Sil

Toninho disse...

Que assim seja Beth.
Já que somos os filhos de Pedro pedreiro, que criamos filhos para esperarem também.
Não creio na melhora para a grande maioria amiga, o poder detona a mente destas pessoas e apenas se locupletam e fazem alguma coisinha para amenizar, mas nada de efetivo.
Mas que venha a esperança e que o povo na rua, nas praças faça valer o direito a vida, a igualdade de oportunidades.
Uma linda semana a voce com paz e cores e que a poesia possa nos arrefecer os dias bravos.
Meu carinhoso abraço.

Teresinha Ferreira disse...

Olá Beth,
Perder a esperança? Jamais...
Como ela é a última que morre, temos muito caminho para esperar dias melhores.
Beijos mil

Léia Silva disse...

Querida Beth
Que assim seja!
Estou aqui torcendo. Esperança sempre!
Te desejo uma ,inda noite.
Bjim
Léia

Ana Paula disse...

Beth, precisamos mesmo de concerto e consertos para corpo e alma! Fase difícil para muitos...
Beijo!

pensandoemfamilia disse...

Em Rubem sempre encontramos alentos.
bjs