.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Jardim das Delícias por Rubem Alves


"Quem disse foram as Escrituras Sagradas.  Elas contam que Deus estava infeliz.  O vazio em que vivia lhe dava tédio.  Por isso teve um sonho.

Sonhou com um jardim - pois não há nada que dê mais alegria que um jardim.


Decidiu-se, assim, a plantar um jardim para ficar alegre.


Começou nos confins do vazio, criando as grandes estrelas, o Sol, a Lua, e foi afunilando, afunilando, até chegar a um lugar bem pequeno, onde plantou o seu sonho:  o Paraíso.  Fontes, árvores frutíferas, flores, pássaros, borboletas, animais de todo tipo, e até um vento fresco e perfumado que soprava nas tardes.

  
Era o jardim das delícias, destino dos homens, destino do universo, o destino de Deus!   O Paraíso era melhor que o céu.  Prova disso é que Deus passeava pelo jardim ao vento fresco da tarde ...  Terminado o seu trabalho de seis dias Deus parou de trabalhar.

  
Entregou-se então àquilo para que o trabalho havia sido feito:  uma deliciosa vagabundagem contemplativa.  Os olhos olharam para o jardim e experimentaram o êxtase da beleza!  "E viu Deus que era muito bom ..."  Os olhos de Deus brincavam com o jardim.  Nada havia para ser feito.  Havia tudo para ser gozado.


Vejo as pessoas religiosas fechar os olhos para orar.  Elas creem que para se ver Deus é preciso não ver o mundo.  Elas não sabem que a beleza da natureza é o espelho onde Deus se contempla.


Rezam meus olhos quando contemplo a beleza.
A beleza é a sombra de Deus no mundo."

O Rei da França Luis XIV encomendou este belíssimo e perfeito jardim, luxuoso e enorme. 
Admirá-lo causa-nos uma grande emoção quando diante tanta beleza.
Mas, não é preciso tudo isso para se ter um cantinho do paraíso, mesmo se for pequeno e modesto, desde que você consiga enxergar nele a presença divina que vai desabrochar através de seu ato de plantar, cuidar e contemplar.
-Laranjal do Palácio-Foto Urias Takatohi)





-Imagens feitas nos Jardins de Versailles-França-2012
-Texto Rubem Alves-do Universo à Jabuticaba-pag.124





19 comentários:

Nina disse...

Que beleza de lugar e de fotos Beth!
Bom ter amigas blogueiras que mostram coisas que a gente nao conhece. Eu nao fui aí nao, mt pouco tempo :-(

Lindo tudo, dá gosto de ver um jardim bonito assim. Essas flores amarelas que nunca sei o nome (narcisos?) estao por todas parte na primavera colorida por aqui :-)

✿ chica disse...

Lindo texto,Rubens,maravilhoso e tuas fotos, um encanto pra lembrar sempre,né? beijos,chica e lindo fds!

pensandoemfamilia disse...

Maravilha, texto e imagens criando uma tela de beleza com ares do divino.
bjs

Manuela Freitas disse...

Já estive em Versailhes, há quantos anos!! De fato é um explendor e isso foi otimamente revelado no texto e nas fotografias!
Minha amiga, desejo que estejas bem e bom fim de semana!
Beijos

manuel marques disse...

Adorei as imagens e o texto.

Beijo meu e bom fim de semana.

Cláudia disse...

Beth, que fotos lindas. À primeira vista nem parecem bem fotos, eu fiquei olhando e parecia-me uma mistura de foto com "filme animado", não sei se me faço entender. Não sei se é pelo brilho, mas o que é certo é que ficaram mágicas. :)
E o texto está muito certo!
Bjs

Calu disse...

Casamento perfeito, Betinha.Fotos e texto/jardim e palavras.
Vc e Rubem formam uma dupla imbatível, amiga.

Por entre este verde adornado, a natureza lhe sussurrou ao ouvido segredos de ontem e de hoje, e tudo era só contentamento.
Lindo, lindo, lindo...
Bjos floridos,
Calu

Teresinha Ferreira disse...

Olá Beth,
Que marravilha!!!
Esse jardim é lindo demais! Adoro Versailhes. Vou repetir a dose em julho.
Belas fotos, viu??
Bom final de semana.
Beijos mil

Lúcia Soares disse...

Beth, é um deslumbre mesmo! Temos que ficar extasiados frente a uma beleza dessas.
Estou fazendo minha terapia, para enfrentar uma viagem longa e, quem sabe, conhecer esses mesmos lugares esplendorosos.
Achei lindo Rubem Braga me lembrar que não preciso fechar os olhos para rezar, antes tenho que contemplar as belezas à minha volta.
Lindo seu psot, mais uma vez.
Beijo e bom fim de semana!
Carinhos na Cici.

Bia disse...

Esse jardim eh de arrasar hein! Lindo demais Beth!!

Bom final de semana!

bjos

Valéria disse...

Oi Beth!
Lindo post!
Quando você olha com o coração não precisa estar diante de um palácio para ver maravilhas. Bem, mas que está aí neste paraiso bem que ajuda, heim? Lindas fotos, nunca fui na primavera para ver este esplendor.
Obrigada pelas visitas carinhosas!
Beijinhos e um alegre fds!

Monica Lidizzia disse...

Concordo, Beth: Deus está muito mais "dentro" quando a gente olha pra fora (vc é filosófica, ADOREI!).
Olhar pra planta - mesmo que nem seja num lugar tão LINDO assim - pra bicho, pra gente, pro sol... e agradecer por respirar... Isso aqui, pode até não ser o paraiso, mas é uma "amostra grátis", né, não?
Bom, pelo menos pra quem tem o que comer, morar, vestir, logo tem tempo de admirar, ou seja, "os sortudos" que tem nada a reclamar - nós (não que a gente não reclame, mas como "reza" minha vó - sábia... - "olha a fila atrás, menina, e para de reclamar!" ; > )

Amei o post (mais um!)
bjnhss

Georgia disse...

Beth que imagens espetaculares estas.

E ver vc numa delas me fez sorrir.

Sim, temos mais é que ficar com os olhos abertos para vermos as maravilhas que Deus criou para nós.

Bjao

Elisa Zambenedetti disse...

Nossa, dizer o que?!
Tudo lindo por aqui!
Beijos e bom fim de semana.

Elisa Zambenedetti disse...

Bárbaro e majestoso!
Ótima ideia juntar o texto do Rubem Alves as imagens.
Que viagem linda, Beth. Obrigada por compartilhá-la conosco.
Beijos e bom fim de semana.

Rose disse...

Lindas imagens Beth.
Welcome back!!
Adorei seu comentario e o que vc descreveu parece ser super chic.
Faz um post???
Abraco canadense!!

Elisa T. Campos disse...

Beth

Vou voltar. Tenho a impressão que já comentei sobre esta postagem ontem.
Não ligue, acho que estou ficando biruta. Foi por conta da ausência e da correria mesmo.
Bjs.

Wilma disse...

Beth, eu também tenho medo de avião, quer dizer, nem é medo, é a certeza que se houver problema,não haverá solução,mas agora resolvi correr mais esse risco,afinal, um dia chega o fim mesmo, se for de avião, até não será pior,rsrsrs que papo!! mas sabe que quando voltar a Paris vou dedicar um dia ou mais em Versailles, eu estive lá no domingo de Pascóa, eu acho, e estava tão lotado com filas imensas pra tudo que peguei o trem de volta, adorei a viagem e os lugares por onde ele passava,muito lindas as casinhas. Paris é uma imensidão e fico com a sensação de que tenho que voltar pra ver mais, porém os 5pets aqui pesam no orçamento da viagem!! Mas eu voltarei. Uma ótima semana pra você!!

Elisa T. Campos disse...

Beth
Que maravilhosa viagem fizeste.
Obrigada por compartilhar nesta postagem ao sabor das palavras de Rubem Alves.

Beijos