.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Para uma doce libélula

Libélulas se acasalando, formam um símbolo do amor durante o ato.


Faça o seguinte:
Assopre o pensamento triste,
deixe escorrer a última lágrima,
conte até vinte.
Abra então a janela,
aquela que dá para o voo dos pardais,
procure a luz que pisca lá na frente
(evite as sombras que ficaram lá para trás).
Ao encontrá-la,
coloque-a dentro do peito
de tal jeito, que possa ser notada
do lado de fora.
Acrescente agora uma pitada de poesia,
do tipo que passa por nós todos os dias
e nem sequer consegue ser notada.
Aumente o brilho
com toda a intensidade
de que um sorriso é capaz.
A felicidade é o seu limite,
e o paraíso é você mesmo(a) quem faz.
 

Flora Figueiredo

Para Glorinha, com carinho.

  


Vejam quem é a estrela da vez lá no Me and You hoje.  Simplesmente imperdível. Espero-os lá!




22 comentários:

✿ chica disse...

Que linda imagem e poesia! um beijo,tudo de bom,chica

Celina Dutra disse...

Beth!

Esse poema da Flora Figueiredo me fez tão bem! Precisava disso hoje.
Obrigada


Girassóis nos seus dias!
Beijo

Calu disse...

Que Glorinha faça da poesia suas asas e deixe-se enfeitar pelo pó dourado do otimismo,brilhando intensamente a cada vôo.
Uma bela e tocante dedicatória para nossa amiga, Betinha.
Bjinhos ás duas.
Calu

Mery disse...

Tão lindo!
Pena que meu paraíso não está ao meu alcance, dependo mais dos outros, obrigada pela bela postagem.
Beijos da Mery

Glorinha L de Lion disse...

Betita! Que lindoooooo!!! Hoje estou uma manteiga, chorando por tudo...imagina se minhas lágrimas não iam descer com esse poema, essa foto e essa dedicatória tão cheia de carinho? Ai, minha amiga, o que seria de mim sem vc e mais alguns amigos especialíssimos que tem me ouvido, me lido, me apoiado e me dado abraços mesmo que de longe? Sim, a felicidade é meu limite...e ela anda me espreitando, finalmente. Obrigada, querida amiga-irmã, de coração, beijos,

Ives disse...

Abra a janela e veja, eu sou o Sol! abraços

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

que lindo, Beth. um belíssimo poema! foi muito bacana seu carinho com a Glorinha neste post! e é verdade, vamos abrir as janelas, deixar o sol entrar...e mandar embora qualquer nuvem negra!

bom dia!

Márcia Cobar disse...

Linda a poesia Bethita! E a foto, nem se fala. Vou tratar de fazer meu paraíso!
Bjao querida
Márcia

pensandoemfamilia disse...

Um espressivo carinho à amiga. Amei o poema que nos abre oara a real felicidade da vida.
Amiga, você vai semeando carinho pela blogosfera e este é um belo gesto a ser aplaudido.
bjs

Teresinha Ferreira disse...

Olá Beth,
Eu aqui na minha correria.
Tudo muito lindo.
Bjs mil

Valéria disse...

Oi Beth!
Adorei a homenagem! Quanta generosidade! Isto é mesmo lindo, como a imagem e o poema que nos inspiram a abrir as janelas de nosso coração para a felicidade.

Beijão!

Lúcia Soares disse...

Que lindo, Beth.
Você é um exemplo de amiga.
Incrível como você encontra o texto certo para calar no coração da pessoa.
Beijo!

Lu Souza Brito disse...

Oi Beth,

Que lindeza de poema. Glorinha com certeza sentiu a força e a luz emanada desta palavras tão carinhosas.

Um beijo

gabriela disse...

Oi Beth,querida lindo poema e que linda homenagem á tua amiga, está ficando uma poetisa de verdade beijão grande querida amiga

Macá disse...

Beth
Parabéns pela linda homenagem à Glorinha.
Linda a poesia e mais bonito ainda, o seu carinho de amiga.
bjs

Beth/Lilás disse...

Queridos amigos, por favor, atentem para o seguinte detalhe: a poesia acima não é minha, é de Flora Figueiredo e eu a estou oferecendo à amiga Glorinha.

E, por favor, não deixem de ler a poesia e a poetisa (ou poeta) que está lá no Me and You. obrigada.

======================================================================

Batom e poesias disse...

Oi Beth

Já estive no "Me and You" e não sei se meu comentário foi postado. Tenho tido dificuldades em alguns blogs cuja página de comentário não é separada, como aqui.

Só pra dizer que gosto demais dessas suas duas casas. Tão femininas e delicadas, com um esmero na escolha das imagens e das palavras, que dá um prazer danado de visitar.

bj
Rossana

Cacá - José Cláudio disse...

Que delícia de poema, Beth! Adorei! Abração. paz e bem.

Menina no Sotão disse...

E depois de tudo isso basta respirar fundo e deixar ir... rs

bacio

Ana disse...

Adorei, Beth!
Vc é, mesmo, rara...

Cantinho She disse...

Que lindooooooooo! Amei tudo e que foto maravilhosa tb! ;)
Beijo, beijoooooo

Socorro Melo disse...

Oi, Beth!

Esta mensagem nos dá uma injeção de ânimo. É impossível ler e não se sentir motivado a, pelo menos, estampar um luminoso sorriso no rosto.
Li os posts anteriores, não os comentei, mas, adorei. Este das crianças está maravilhoso.

Um grande abraço
Socorro Melo