.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

O Campo dos Sonhos

-Mailonline-
Clique e amplie


E se todos os terrenos baldios das cidades fossem transformados como este lindo campo florido acima?

Não é impossível, basta querer e fazer. Enfeitar o mundo ao invés de enfeiá-lo, plantar beleza, cores, aromas suaves de flores silvestres.  Foi o que o casal  Brian e Denise Herrick fizeram por um longo período neste ex-terreno baldio em Somerset na Inglaterra. 

"Parece impossível olhar para as flores e reter sentimentos de raiva," disse Brian e eu concordo, pois o contato com a natureza é relaxante, desperta nossos melhores sentidos e faz o contato com o divino que habita em nós.

O casal, (vejam o site) depois de ter limpado o lixo deste terreno, com a orientação de um dos maiores especialistas no país em jardinagem, misturaram sementes e aguardaram o verão europeu chegar e quando abriram os portões para visitação pública e gratuita, algumas pessoas chegaram às lágrimas diante de tanta beleza, enquanto as crianças explodiram em gritos de alegria e emoção. São 57 espécies de flores silvestres abertas, enfeitando a paisagem e promovendo harmonia para as pessoas se deliciarem como estas duas jovens acima.


Dançando na brisa leve de verão, milhares de cores vivas de azul, roxo, vermelho e dourado explodiram, como se o pintor impressionista Claude Monet tivesse derramado o conteúdo de sua paleta em toda esta pequena campina inglesa.
Seus criadores deram o nome de "Campo dos Sonhos" e eu trouxe esta linda imagem e atitude para inspirar os amigos, caso tenham perto de suas casas algum lugar que esteja feio e abandonado, ou mesmo o jardim de seu prédio e os canteiros de sua redondeza.

Lembro que não é impossível, pois lá em Petrópolis há alguns anos, meu vizinho japonês e eu, transformamos uma pequena praça perto de nossas casas, suja, abandonada e virando depósito de lixo e ratos, em um lindo canteiro que tem hoje sua conservação feita por este meu querido vizinho, numa demonstração total de civilidade e amor à natureza.
Que isto sirva de incentivo para qualquer um que queira fazer algo pela preservação da natureza e do meio ambiente que nos cerca. É só olharmos com mais atenção à nossa volta que veremos quanta coisa está errada e que nós mesmos podemos consertar.


Ficou assim a praça

"Quase tudo o que fazemos, parece insignificante, mas é muito importante que façamos.
Você precisa ser a mudança que você deseja no mundo."
-Ghandi-









19 comentários:

Maria Helena disse...

Beth, nossas postagens de hoje se tocam. Falamos dos mesmos sonhos. Fiquei encantada com a sincronicidade! Que gravura maravilhosaaaaa!!!!! Um ótimo final de semna!

Macá disse...

Beth
Que lindo! Porque aqui no Brasil não tem lugares assim não?
Hoje indo para o banco, passei na praça que tem a caixa d´água, e reparei que estava mais claro, diferente.
Atentando bem percebi, cortaram 2 lindas árvores imensas que tinha lá.
A pergunta: porquê?
Precisando tanto de verde, as árvores são cortadas, pode?
um beijo

✿ chica disse...

Podemos , cada um com um pouquinho, fazer muito...Lindo!beijos,chica

Mery disse...

Adorei, vou começar a mudança,primeiro preciso mudar a mim mesma, depois verei ao redor o que posso fazer pra melhorar cada "espaço feio"e transformá-lo em lindo.
Teu post é bonito e um incentivo a todos.
Vamos mudar, sempre pensando em melhorar.
Beijos da Mery.

Celina Dutra disse...

Beth, carioca, querida,

Que lindo post!Parabéns.

Já havia lido sobre o trabalho maravilhoso do casal inglês, mas não sabia do que vc e seu vizinho realizaram. Parabéns!

São os grãos espalhados, um dia o mundo será coberto por esses grãos e ficará maravilhoso!

Girassóis nos seus dias!
Beijos

Valéria disse...

Oi Beth!
Lindo post!
Que trabalho deste casal inglês! E o de vocês também, cada qual no seu quadrado fizeram sua parte por uma cidade mais bela e paz interior.
Parabéns!

beijos e um lindo fds!

Paloma disse...

BETH, muitas vezes passo por lugares que me fazem imaginar o plantio transformando aquele espaço. Existem praças e terrenos que, bem cuidados, ficariam floridos ou, até mesmo, com pequenas hortas. O que não falta é terra, para plantar.

Calu disse...

São notícias assim que deveriam constar das 1ªs págs dos jornais, mostrando que é possível fazer-se mais e melhor pela coletividade e pela mãe Terra.
Parabéns!Aplaudo à vc, amiga, e ao seu vizinho, como tbém ao casal inglês.
Que o exemplo de vcs mova as consciências.
Um post maravilhoso, Betinha.
Bjs mil,
Calu

Luciana disse...

Beth, essa praca ficou linda, e que ideia maravilhosa. Por aqui está tudo ja cuidado, salvo os jardins de alguns vizinhos ou terrenos particulares, mas ai ninguém pode meter a mão. Amei a ideia e vou já ver mais fotos do campo e compartilhar no Facebook, quem sabe alguem transforma um lugar feio em algo belo.

Beijo

Heloísa disse...

Ideia maravilhosa.
Seria fantástico se essa ideia se espalhasse e tivesse muitos seguidores.
Beijo.

Palavras Vagabundas disse...

Amei a sua praça!
bjs e bom fim de semana
Jussara

Somnia Carvalho disse...

ai ui ui... tentei antes mas os comentarios nao iam nao iam nao iam! vou de novo!

amiga, nao to acreditando que voces transformaram essa praca nessa coisa linda de se ver!!!

sem contar o bem para a humanidade! vc consegue imaginar se toda a gente fizesse o mesmo nos seus bairros? ao inves de so deixar aquela praca vazia, com terra, esperando a prefeitura arrumar? sem arvore?

eu acho depre demais... a cidade onde eu cresci e no interiorrr de sao paulo... e as casas todas praticamente nao tem mais nenhuma arvore em frente! cortaram tudo e cimentaram! e cimentaram o quintal!

preciso correr, ja volto!
beijo

Beth/Lilás disse...

Soninha!

Na verdade o que tinha nesta pequena praça era uma grande lixeira pública sempre abarrotada de lixo e ratos.
Eu fiz a parte chata da coisa, ou seja, contatei com muitos emails o setor de limpeza urbana da cidade, mandei emails para a Prefeitura e como nada se resolvia, chamei o jornal da cidade e eles me entrevistaram ali mesmo diante da praça nojenta. Surtiu efeito este ato final e no dia seguinte, o sujeito responsável da área de limpeza urbana me contatou e daí enviaram 2 homens para ajudar meu amigo japa e montamos a praça com mudas que doei e algumas pedras também. Desde este dia o meu amigo cuida da praça, mantendo-a limpa e com flores e as pessoas acostumaram a vê-lo por lá limpando todos os dias, assim hoje em dia ajudam também a não deixar que aquele ambiente se degrade como antes.
A história foi essa e por isso eu acho que a gente pode e deve tomar certas atitudes para alcançar o que tanto desejamos.

beijos
======================================================================

Menina no Sotão disse...

Basta querer, não é mesmo? Aqui em São Paulo aconteceram algumas coisas assim. As praças estão sendo adotadas e perdendo aquele ar de solitudine que pairava sobre elas. As pessoas estão ocupando as praças e é bom passar por lá e ver gente sentada, fazendo pequinique, ocupando espaços antes largados ao acabo. rs
A natureza está em nós e nós estaremos nela se assim nos permitimos. rs

Adorei esse post.
bacio e bom fim de semana.

Ps. Não sabia sobre os botões, não encontrei nada a respeito nas pesquisas que fiz. Grata pela informação. bacio

pensandoemfamilia disse...

Oi querisa Bom dia.
Enfeitar a vida com flores. Eun ando procurando me cerca delas. Tenho uma jardineira na janela e ali estou buscando enfeitar os meus dias.
Belo post.
Bom final de semana.
bjs

Cláudia disse...

Que belos exemplos, Beth. O do casal inglês e o seu e do seu vizinho. A praça ficou muito linda. É muito frustrante ver a degradação à nossa volta, e normalmente pensamos que não podemos fazer nada... mas se calhar até podemos! Não é fácil, como vc comprova ao dizer que não tinha resposta aos seus contactos, mas não há nada como chamar os jornalistas para que as situações ganhem logo outra visibilidade, e de repente tudo começa a mexer. :)
Aqui onde eu moro não tenho muita razão de queixa, os espaços verdes estão quase todos muito bem cuidados, mas em Lisboa há certos bairros que me deixam muito triste, sujidade e degradação é o que não falta. Falta iniciativa dos particulares, porque pelos vistos quem de direito não pode ou não quer preocupar-se com isso. É uma pena.

Bjs

Glorinha L de Lion disse...

Eu tenho uma amiga que sempre dizia qu as ruas deveriam ser repletas de árvores frutíferas e que assim não existiria fome no Brasil. Seria lindo de ver, sentir se assim fosse...E se cada um cuidasse pelo menos da calçada à sua frente todas as cidades seriam mais belas, perfumadas...falta um pouco mais de sangue japonês nessa nossa mistureba brasileira, né?

ML disse...

Salve,Ghandi (e todos aqueles que seguem seus sábios e pacíficos conselhos).

bjnhs

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

olha q linda q ficou a praça! vcs fizeram a praça renascer! fora a melhoria no astral de todo mundo, que chega e se depara com árvores, plantas, beleza em vez de sujeira, ratos, desleixo.
a alegria na paisagem, que bonito!


isso é plantar magia, plantar cidadania. parabéns a vc, querida mãe Gaia Beth e pro vizinho!