.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

terça-feira, 31 de agosto de 2010

O Brasil é estressado sim



Stress
Dizem que é o mal do século XXI designado pela Organização Mundial da Saúde e o Brasil o segundo país no ranking de mais estressado do mundo, perdendo para o Japão.

Se você visualizar o vídeo abaixo, irá compreender melhor, principalmente quem mora fora do nosso país há tempos, pois a tecnologia que está espalhando-se pelo mundo com a globalização, investiu fortemente também num país considerado ainda como terceiro mundo e para todos os lados vemos pessoas com um celular nas mãos ou falando nele, muitas vezes alto demais, usando o espaço do outro, trazendo mais poluição sonora ao ambiente e sossego ou privacidade é coisa do passado, mesmo nas cidades menores.  Carros entopem ruas e estradas provocando engarrafamentos monstruosos e acidentes fatais.   Sem falar nos trastes velhos que circulam à vontade e param por qualquer defeito, em cima de pontes ou vias de grande movimento, deixando centenas de outros veículos e pessoas estressadas, buzinando, driblando o trânsito de modo inconsequente para ultrapassar aquele problema.

Pensa bem, isso dá nos nervos do cidadão que precisa dirigir ou se locomover para o trabalho.  Ainda soma-se a isto a violência desenfreada, sequestros, relações amorosas partidas, famílias separadas, má alimentação, corrida por causa do tempo curto,  ambição desmedida para fazer dinheiro, para trocar carro, comprar imóvel, viajar nas férias, planos de saúde para pagar, competitividade e a longa jornada de trabalho que acaba afetando a qualidade de vida das pessoas e das famílias.

O resultado é que todo esse stress leva à doenças como:  hipertensão, diabetes, depressão, síndrome do pânico, enfarto ou até mesmo o câncer.

Sinto que por aqui, as coisas boas e bonitas da vida estão sucumbindo ao stress e vemos pessoas anestesiadas pela rotina e entristecidas, sentadas em ônibus cheios, atrás de carrões com vidros escuros, buzinando nas primeiras horas da manhã ou para alguém que por um simples descuido, não observa que abriu o semáforo e tem que sair correndo para não atrapalhar quem está atrás e quer logo passar.  Por isso eu não quero uma vida assim, eu renego, eu quero mudanças e estou de olho em tudo isso à minha volta para não deixar que este cotidiano maluco me derrube, já que a saúde é o meu bem maior na vida.





Ghandi comentou com sensibilidade: "O que pensais, passais a ser." O que pensamos afeta a emoção, infecta a memória e gera as misérias psíquicas. Nunca houve tantos miseráveis em carros importados, trabalhando em grandes escritórios, viajando de avião, saindo nas capas de revistas. Quem é escravo dos seus pensamentos não é livre para sonhar.

(Augusto Cury)






28 comentários:

JR disse...

O stress é o mal do seculo ,mas ainda bem que todos temos esta consciencia e se nos deixamos adoecer por ele é por livre escolha.
Temos o livre arbitrio de escolher sobre a saude ou a falta dela ,certamente que a cada ação teremos uma reação que definirá quem realmente somos e para onde caminhamos.
Abraços fraternos

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Acho que vc lembrou de mim qdo postou esse vídeo ne hahah..
Desse stress eu me lembro, qdo morava em SP. O trânsito, violência, gente demais e gente que não respeita o outro. No trabalho era tranquilo, gostava muito (tv manchete) apesar de ter o stress de não receber o salário em dia.
Por isso escolhi morar perto da montanha e do mar... e num emprego que mexe com velhos e crianças...senão ia ficar louco.

Aqui no Japão dizem que a grande fonte de stress é a mentalidade q não mudou após o fim da guerra: crescer, ter que melhorar a cada ano, pressão no trabalho. E tem piorado o quadro, com a economia estagnada por aqui.

Realmente a vida está robotizada.
bom dia

Beth/Lilás disse...

Oi, Alexandre!
Sim, fiz o post pensando no seu comentário abaixo, pois apesar de parecermos um povo feliz, alegrinho, sofremos com tanta confusão no dia a dia e aí, lembrei-me do vídeo também para que tomasse conhecimento do que rolou no tal programa da TV.
Eu também não tinha assistido a este programa, mas foi bom ver o vídeo e descobrir esta classificação em que estamos atualmente e que não é nada legal.
beijocas

----------------------------------------------------------------------

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Mas a questão da tecnologia realmente eu entendo.
Praticamente não há diferenças entre o que há aqui, ai, em outros países. O que tem aqui rapidamente tem ai e em todo lugar.
A não ser aqueles países que realmente vivem uma realidade muito pobre ou culturalmente muito distinta.
Mas hj é tudo muito parecido tecnologicamente. E o Brasil, a oitava economia do mundo...portanto é berço para muito stress no trabalho e na vida moderna, pais grande tem disso, é o preço do sucesso econômico.
Complicado...

Glorinha L de Lion disse...

Ai como eu queria poder fugir dessa loucura toda e viver num mundo onde houvesse paz e respeito pelos outros seres vivos, humanos ou não. esse seria o mundo ideal. Se lançarmos a semente, será que brota? Quem sabe, a primavera vem chegando....bjs.

Isabel disse...

Beth, o vídeo é muito interessante. Adorei. O stress é a doença do nosso tempo e afecta o mundo inteiro, mas não sabia que o Brasil sofria tanto assim com esse problema.
Muita paz para vocês aí :)
Bjs

Chica disse...

Temos que nos cercar de todas as formas de desestressar que imaginarmos e forem boas pra nós...beijos,chica

Teresinha Ferreira disse...

Pois é minha amiga,
Só de pensar fico estressada.rs..
Temos que rir, pois a situação não está fácil. Você que está certa tendo pensamentos voltados para seu interior na intuição de preservar a sua saúde.
O crescimento está desenfreado. Não temos nenhum planejamento. Obras para todo lado. Muita poluição sonora e visual. Cada vez mais os prédios estão mais altos na orla. Com isso as cidades ficam mais quentes. Ihhhhhhhhhhhhh!!!!!
Problemas com o síndico em executar de forma tão errada determinados assuntos etc...(pelo menos aqui).
Vamos mudar de assunto???
Por isso que eu gosto de ir para a Ilha da Fantasia...Fico relax e emagreço...kkk..
Fique bem.
Bjs mil

Isadora disse...

Beth, eu concordo com a colocação de que somos stressados e precebo, em mim mesma, o reflexo disso.
Acho que alguns fatores externos contribuem mais que os internos, e nào tem como não sermos afetados.
Um beijinho

Nilce disse...

Oi, Beth

O estresse está acabando com todos mesmo.
Engana-se quem pensa que morando no interior foge dele. Há muita cobrança no trabalho, acidentes, rodovias mal cuidadas, gente mal educada e muito mais, do mesmo jeito.
Essa pressão, a cobrança da sociedade, aliadas à idéia de se construir mais e melhor sempre, está transformando as pessoas em feras humanas.

Precisamos de muito controle para viver melhor.

Bjs no coração!

Nilce

Françoise disse...

Uma pena, muito triste esta realidade. Sei bem o que é sentir este stress por ai e nós professores infelizmente aparecemos nesta estatística.
O vídeo ainda relata sobre a qualidade de vida dos brasileiros que está diminuindo. E será que um dia tivemos isso???? Acho que vivemos em constante correria e por isso o stress faz parte do cotidiano das pessoas, infelizmente. Há muitos que nem conseguem distinguir quando a coisa está saindo do seu percurso normal, uma inversão de sentimentos, de valores, nem sei.
Quanto ao barulho, hoje sei de fato o que é escutar os passaros no final da tarde ou de manhã, o que é sentir frio, calor, o que é contemplar uma flor ou um simples pé de maçã....o que é ser respeitada pela simples condição de ser Humana com H maiúsculo. Não quero desaprender, quero apenas mudar ai o meu jeito de viver, que se torne hábito o que aprendi por aqui......Sei que não será fácil.....

Beijos e abraço apertado.

Bordados e Retalhos disse...

Beth concordo com vc, uma loucura está esse mundo. Mas não podemos aceitar isso, vamos fazer a nossa parte para que sermos tratorados por essa loucura. Bjs querida, muita paz.

Mari Weigert disse...

Oi Beth
Vi a matéria sobre o stress na Globo. Interessante e verdadeira. Mas te confesso que ainda prefiro o stress do brasileiro que tem sorriso na face, do que do europeu que eternamente mau humorado. Nos assusta, nos trata mau.
bjs
mari

Astrid Annabelle disse...

Por tudo isso que saí de São Paulo, Beth!
Eu não agüentava mais todo o stress diário.
O duro é quando a boiada desce a serra e vem em bando estressar meu paraíso!!!rss
Beijos
Astrid Annabelle

pensandoemfamilia disse...

Oi Beth.
Ontem eu postava sobre tourada em analogia as relações humana. Pois é, estamos envolvidos por uma corrente tão forte que vamos deixando de sernos humanos e nos confundirmos com as máquinas. Sabe o que "me tira do sério"? Esttar no cinema vendo um filne e aquelas luzes dos celulares voltadas para os meus olhos.
Incrível, como as pessoas não conseguem estar no que estão fazendo.
Como a Glorinha sugeriu, é preciso lançar sementes. Vamos nesta, eu sou otimista, podemos conseguir.....
Bjs,

Bia disse...

Hoje eu faço parte dessa galera estressada... estou para arrancar meus próprios cabelos!!!

bjs

ML disse...

Pois é, querida, acho tão difícil não estressar, acho que tem um componente pessoal mesmo. Eu sou preocupada. Queria relaxar mais, acho lindo gente zen, mas ainda não cheguei lá. Tomara que chegue - e rápido.
Quer ver uma coisa idiota que me tira do sério? Ler sobre política, fico revoltada! Prefiro até nem ler a reportagem, só o título já enjoa.

bjnhs

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Acho que não ia aguentar o stress duma grande cidade...

manuel marques disse...

Passei para deixar beijinhos meus .

Mariana disse...

O stress é o mal não só do século, mas do homem, e pior q "mata", torna - vazio, sem dar o devido valor ao ser humano, as pequenas mas grandes coisas da vida.

Renata disse...

Quem vive nas grandes cidades sabe bem o que é isso...dirigir no caos, correr pra tudo, quase enlouquecer pra cumprir horários, metas, objetivos...é um enlouquecer diário...mas que já faz parte da minha vida, acho que aprendi a viver assim...não saberia lidar com a calma de um lugarzinho tranquilo...rsss...será?

Wilma disse...

Pois é, a mim o que causa stress é ver a violência crescendo e invadindo todos os cantos, nem no interiorrr se tem paz!! o resto dá pra fugir, desviar.

Amica Philosophiae disse...

Sabe que eu nem penso no Brasil, penso só em Niterói mesmo que está me deixando estressada!! Hoje levei quase uma hora do Ingá até o Centro de Niterói por conta de uma blitz. Ouvi dizer que a melhor forma de não se estressar é ser alegre e fazer o que gosta, vivendo desse jeito será que dá??? Dá sim!!! Sacudindo a poeira e andando a´pé! rsrsrsrsrs.
bjo

Heloísa disse...

Beth,
Gostei muito do post e do vídeo.
Realmente, a luta contra o stress deve ser diária. Mas como é difícil.
Acho que aí também existe um componente da personalidade, ou do temperamento. Para alguns, parece ser mais fácil manter a tranquilidade.
BEeijos.

Blog da Anabela Jardim disse...

Muito bom esse artigo.é O retrato do povo brasileiro. Até as crianças sofrem desse mal. Nos centro urbanos nem dá mais para se lembrar de como é ter tranquilidade...

Lu Souza Brito disse...

Oi Beth,

Eu uso a política que um sorriso e um caloroso bom dia desarma qualquer mau humor. Mas tem dias que não são fáceis. Eu tomo 2 conduções para chegar no trabalho, e além de muito transito, tem a superlotação, muitas vezes fico 50 minutos em pé, espremida, por isso, o stress é alto mesmo, mas tento nao deixar a gentileza de lado.
Beijoos

Ivana disse...

Beth, não estarei mentindo se te disser que faço parte dessa galera estressada. Olha, tem que ser muito vigilante (assim como tu és) para não embarcar nessa de cabeça. Eu tento, juro que tento!
Beijos!

Mila Viegas disse...

Putzzzz, não posso ver vídeo neste computador tiranossauro rex... Ahh! Sacanagem!