.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

E porque este Blog é por amor à Mãe Gaia


Muita gente tem um pé atrás com o mês de Agosto, acham que está ligado a desgosto, mau agouro, porque alguns antigos diziam assim e isso ficou no imaginário popular.
  
Que nada! Agosto é um mês lindo, pois é comemorado uma data muito especial, o dia da Mãe Terra - Pachamama - onde costumes ancestrais dos povos da América do Sul, nossos vizinhos andinos de língua espanhola,  Chile, Peru, Bolívia e algumas regiões selvagens do Equador e Argentina, rendem homenagens e oferendas, rituais indígenas em sua mais profunda raiz, homenageando nosso habitat,- o magnífico planeta Terra.

.

PachamamaPacha Mama, do quíchua Pacha ("universo, mundo, tempo, lugar") e de Mama ("mãe"): "Mãe terra" , é a deidade máxima dos Andes peruanos, bolivianos, do noroeste argentino e do extremo norte do Chile.
(fonte-Google)


Voltamos os olhos para todos os lados e o que vemos: máquinas, carros, objetos, fábricas, construções, um mundo de coisas feitas pelos homens, mas o planeta não precisa de nada disso para se sustentar e continuar girando no espaço.  A Terra é auto suficiente, mas ela precisa apenas de nós, cuidando do solo e de todo o eco-sistema, ajudando na preservação das espécies, como também depois de mortos, com nossos corpos, afinal do pó viemos e ao pó voltaremos, o ciclo natural da vida, a perfeição divina.

E mesmo que você tenha apenas um pedacinho de terra contido num vaso de planta em sua casa, um jardim bonito ou às vezes mal cuidado, um bichinho de estimação ou que saiba valorizar o privilégio de ter o contato maior com a natureza, não esqueça, faça um agradecimento neste mês de Agosto,  designado a isto e que de agora em diante passa a ser visto como um mês especial - o mês desse lindo planeta chamado Terra; que nos dá seres humanos, a natureza e os animais.

Abaixo uma antiga prece para agradecimento que conheci através deste lindo sitee que poderão aprender mais sobre a história antiga grega e romana da Terra Mãe Gaia.





MÃE TERRA – DEUSA MÃE
Terra, Divina Mãe, que gera todos os seres e cria todas as coisas, cuja influência desperta, acalenta e adormece a natureza. Mãe que fornece a nutrição da vida e a protege com um abraço sustentador. Mãe amorosa que recebe o corpo do homem quando o seu espírito se afasta, chamada com razão a Grande Mãe, fonte de poder de deuses e mortais, indispensável para tudo o que nasce ou morre. Senhora, Mãe , Deusa eu A reverencio e invoco Seu sagrado nome para abençoar a minha vida, lhe agradeço pelas dádivas e por me receber no fim da minha jornada!
                                                 Prece inglesa do século XII

























(Imagens Google)







27 comentários:

Mari disse...

O mês da Mãe Gaia deveria ser todo mês. Mas creio tb que datas especiais são importantes símbolos, nos fazem relembrar e renovar nossos votos, nossas esperanças de uma Natureza melhor tratada por nós.

Beijos!

Nilce disse...

Beth,

Que possamos educar cada vez mais as futuras gerações para a preservação do Planeta Terra e toda Natureza nele presente.
E no mês de agosto brindemos a vc pela criação do "Mãe Gaia", bela homenagem também.
Parabéns pelo lindo post e pelas pesquisas super interessantes.

Bjs no coração!

Nilce

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Aqui no Japão agosto é um mês pra lá de esperado rs. Por causa do feriadão de Obon (uma semana inteira, todo mundo de boa) e dá pra curtir muito mar, praia, sol.
é bonita essa história da Pacha Mama. Eu não conhecia.

Foi bacana você lembrar da gente se sintonizar mais com a natureza, animais... criar o elo com o planeta. Quem cria elo, tem carinho. Então com certeza cuida melhor.

Feliz agosto pra vc e para nós todos!
bjs

Regina Coeli disse...

Olá minha querida Beth,

O POST que você viu no meu BLOG é a minha primeira homenagem a PACHAMAMA nesse mês de agosto.
Muito bom seu POST, assim como os anteriores.
Você faz a diferença!!!
Agradecendo pela atenção que você me dispensa, deixo-a a vontade para utilizar as fotos que apreciar...
Abraço afetuoso cád Minas Gerais.
Regina Coeli

Heloísa disse...

Beth,
Sendo assim, agosto é, também, o mês do seu blog, que com primor homenageia a mãe Terra.
A prece é linda, e a foto que está no final é maravilhosa.
Beijos.

Chica disse...

Que coisa linda esse post Beth! Adorei ler!beijos,tudo de bom, de volta,chica

Bia disse...

Eu tb sempre ouvi isso de agosto ser o mês do desgosto. Nunca entendi... para mim qualquer outro mês que acontece mesmo um desgosto poderia ser o mês do desgosto!

bjs

Lúcia Soares disse...

Uma linda homenagem, Beth.
Justifica cada dia o nome do seu blog e você ser tão antenada com as coisas da natureza.
A prece é linda e só não gostei das últimas palavras...rsrsr
Mas é certo, do pó viemos e ao pó voltaremos. Por amis que seja tétrico.
Beijos!

HSLO disse...

Agosto é o mês que cheguei ao mundo....kk....completo 25 anos, dia 28...


abraços

Mariana disse...

Poxa, eu não sabia, quer dizer ignorava esta informação.Dia da mãe terra.
adorei saber todas as informações q passaste neste texto.

Manuela Freitas disse...

Maravilha Beth! Gostei muito do teu post e do fascínio de toda essa mitologia ameríndia, que é sempre um tema encantatório, mas sei pouco ou nada!
O mês de Agosto por cá, em pleno Verão, é o mês das férias por excelência, é também o mês em que os emigrantes vêem a Portugal, é o mês dos festivais e romarias, é um mês de muita gente e muita exploração!...É um mês que quem tem casa fora, vai para o seu refúgio.
Beijinhos,
Manú

Amica Philosophiae disse...

Que nada Beth!
Meu livro ainda não chegou!!! Acredita??!!!
A data para ser entregue é hoje, mas até agora nada...Vc acha que não dá pra ler ele todo??
Se for o caso a gente adia uma semana o que acha?
bjo
Cynthia

Bia Pessoa disse...

Beth

Muito bacana seu amor pela naturez. Você da amor a ela e ela lhe retribuirá com o melhor que há.

Espero que este mês de agosto seja assim, repleto de coisas boas!

..estou precisando :-)

Grande abraço,

Bia

..te sigo

Luma Rosa disse...

Bem lembrado!! Dia 1º começaram as festividades em toda a America Andina, dia de La Pachamama!!

Que imagem linda, Beth!! Fiquei olhando pra ela um tempão!!

O conceito de Pacha Mama é bastante profundo e rico que implica além da natureza, a harmonia e a cosmovisão. Os indígenas colombianos dizem "o petróleo é sangue da terra, é nosso sangue, nossa vitalidade, se nos tiram o sangue, nos matam". Esta concepção, que para eles é natural, começou a ser aceita por nós também. Atualmente não está em jogo apenas a crise do capitalismo no hemisfério norte, uma crise que afeta o mundo todo, mas também a sobrevivência da humanidade, caso se mantenha o atual modelo de desenvolvimento. O sangue da terra está jorrando e irá jorrar até que acabe. Sem energia vital, Pacha Mama perecerá.

Boa semana!! Beijus,

Ivana disse...

Beth, eu não sabia desta comemoração...
Quando eu era menina, minha avó sempre repetia que agosto é o mês do desgosto, mas nunca incorporei a mensagem. Ainda bem!
Celebremos então, o dia de hoje!
Beijos!

Astrid Annabelle disse...

Beth! Querida!
Lindo...lindo!
Fui no link indicado e adorei...estava mesmo procurando textos afins!
Um beijo gostoso e agradecido pelo post e pelo link!
Astrid Annabelle

Lucia Cintra disse...

As pessoas e suas superticoes, ne? So devem dizer que eh o mes de desgosto, pois rima com agosto...

Bjo

manuel marques disse...

Excelente post,excelentes imagens,tudo por aqui é de excelência.

Beijo.

lolipop disse...

Não conhecia essa história da Pachamama...uma delícia de post para nos lembrar que a proximidade com a Natureza é geradora de equilíbrio e sanidade...
Beijos....

pensandoemfamilia disse...

Olá Beth
Não conhecia esta homenagem. Muito bom descaracterizar o mês de agosto do desgosto. Muito melhor considerá-lo na concepção que nos trouxa.
Enfim, celebremos tão bela data. Somos todos interdependentes, não cuidados pessoais sem os cuidado com nossa terra.
bjs,

Rosamaria disse...

Maravilhoso o teu post, Beth! Parabéns, Mãe Gaia!
Que todos nós sejamos feliz neste mês de agosto, embora ele estja gelado demais.
Bjim.

Rosamaria disse...

Maravilhoso o teu post, Beth! Parabéns, Mãe Gaia!
Que todos nós sejamos feliz neste mês de agosto, embora ele estja gelado demais.
Bjim.

Glorinha L de Lion disse...

Uau Beth, que post lindo! Fotos, texto, mensagem, oração à grande mãe...tudo! Vc tocou num ponto importante: a terra é nossa mãe, nós fazemos parte dela, sem ela, nós é que não conseguiremos nos manter vivos. Ela seguirá universo a fora, com ou sem a humanidade que a habita, sem as plantas, sem os bichos...ela se modificará e continuará sem nós. Nós não. Beijos.

Mônica Lidizzia disse...

Acho engraçado quem não gosta - de graça - de determinado mês e/ou dia: tipo sexta feira 13 em agosto.

bjnhs

PS: belíssima imagem!

Sonia H disse...

Oi, Beth,
Como aniversariante do mês de agosto, eu também acho muito injusto esta má fama do meu mês em que nasci. O mesmo acontece com os gatos - que são tidos como animais 'traiçoeiros'... pura injustiça que é alimentada pelo imaginario popular.
Amei a sua 'aula' sobre o dia da Mãe Terra. Eu não sabia desta comemoração da Mãe Terra no mês de agosto. Como sempre, aprendo sempre no Mãe Gaia!
Amei o post!
Beijos,

Regina Rozenbaum disse...

Agora sim! Como a Sônia H sou desse mês e o adoro rsrs. Ler os comentários acima, de dois anos, trouxe a imortalidade para bem perto...ai ai saudades.
Beijuuss n.a.
P.S: sem nenhum problema a respeito de mamita Raquel...afinal somos amigas há pouco tempo e não tinha como vc saber da minha história. O divã, de fato, começou com uma intenção (janeiro 2009)e em março fiz dele o meu...elaborando o luto de mamãe.

Toninhobira disse...

Poxa eu não tinha lido e deixei de saber.Mas tudo tem o tempo e cá estou Beth.
Leio a oração e volto a sua ultima psotagem.
Grato pela partilha amiga.
Abraços.
Bjo.