.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

terça-feira, 17 de agosto de 2010

De leoa para gata

 (Foto feita em Itaipava)


Um gato vive um pouco nas poltronas, no cimento ao sol, no telhado sob a lua. Vive também sobre a mesa do escritório, e o salto preciso que ele dá para atingi-la é mais do que impulso para a cultura. É o movimento civilizado de um organismo plenamente ajustado às leis físicas, e que não carece de suplemento de informação. Livros e papéis, beneficiam-se com a sua presteza austera. Mais do que a coruja, o gato é símbolo e guardião da vida intelectual.


Carlos Drummond de Andrade


Dedico este post à minha amiga Glorinha de Leon que às vezes é leoa, outras,  gata assustada.  Beijos.















13 comentários:

Manuela Freitas disse...

Realmente Beth, a Glorinha, surpreende-nos e de que maneira!...
Mas o gato, às vezes , como por cá se diz, não é pêra doce, tenho uma que não admite aproximações de qualquer maneira! rsrsrsrs
Interessante post sobre um texto do Drummond que eu não conhecia.
Beijinhos, tudo de bom para ti,
Manú

Isadora disse...

Beth que barato! Eu, sinceramente, desconhecia que o gato é símbolo e guardião da vida intelectual. Salve, o gatinho que tenho em casa.
Um beijinho carioca e com frio!

Nilce disse...

Justa homenagem, Beth!
E um salve aos gatos.

Bjs no coração!

Nilce

Teresinha Ferreira disse...

Olá Beth,
Só você mesma.rsrsrs...Se você está dizendo...Assino embaixo.
Um grande bj

Kelly disse...

Desconhecia esse significado do gato também.Esse mundo da blogsofera me ensina cada dia mais, beijos

Ana disse...

Que post mais querido para a "gata" Glorinha. Ela vai ronronar! Heheheh!

Ivana disse...

Bethinha, eu não conhecia o texto do Drumond! Adorei!!
Beijos!

Astrid Annabelle disse...

Belo tema de Drumond, Beth!
Bonita homenagem para a querida Glorinha!
Beijo gostoso
Astrid Annabelle

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Ela merece essa homenagem cheia de carinho. Ainda mais com Carlos Drummond de Andrade.
Nossa amiga é uma gatona, em todos os sentidos. Mas tem que vestir a roupa do leão para que não cacem o gato. Esse mundo não é fácil...

Um bom descanso pra vc amiga Beth!
bjs

Glorinha L de Lion disse...

Betita, amei! O que posso dizer de um texto do meu "amigo" Drummond? E que fala em cultura, em salto "preciso para a cultura"?E que ainda é o símbolo da vida intelectual...pronto "paixonei" pelos gatos, como dizem meus amigos mineiros! Vou adquirir um rapidinho...meu marido me mata! rsrsrs...adorei! Obrigada pela linda homenagem, em todos os sentidos. E obrigada por ser minha assessora para assuntos especiais e aleatórios...um dia ainda vamos ganhar dinheiro juntas! hehe amigona! Beijos e miauuu pra vc.

Luma Rosa disse...

Que doce!! A Glorinha vai se derreter com esse carinho na barriguinha :D Para as duas um abraço bem apertado, de quebrar costela!! :=))) Beijus,

Liza Souza disse...

Beth,
tbm nao conhecia esse testo de Drumond. Muito legal! E como o pessoal já disse ai em cima, a Glorinha merece a homenagem.
Beijos

ML disse...

Que gatinha vitaminada!

E brabinha - muito fofa!

bjnhs