.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Última cor da Blogagem Colorindo a Vida

love Pictures, Images and Photos



Qual cor escolher?!  Sei não, são todas belas, fazem parte do nosso mundo e seria difícil viver sem elas!

Prefiro então, contar uma estorinha que ouvi há tempos, por meu marido, ao término de um de seus vários  cursos na vida.



- Numa aula de pintura em que os alunos eram levados a um lindo parque, cheio de cores e formas para atrair e despertar a sensibilidade dos jovens estudantes, uma menina em seus tenros 10 aninhos chamava a atenção dos professores, pois era a única que pintava com um lápis de cor branca.  

A posição em que se colocara era ainda mais estranha, com a cabeça de lado, olhando sempre para um determinado ponto e pintando, pintando, completamente absorta com o que via.


(Imagem-Corbis)


Ninguém mais via o que ela via. Tanto os professores quanto os coleguinhas se colocavam ao seu lado e olhavam na direção em que ela fixara seus olhos, mas nada viam, nem na distância, nem na folha pintada por ela.
Entreolharam-se preocupados, já faziam análises psicológicas da menina, antevendo algum problema a ser discutido com seus pais.
Enquanto isso, um professor mais atento e curioso, foi para trás dela e fez o mesmo movimento de cabeça, colocou-se na mesma posição e olhou então para o papel em que ela pintava com o lápis branco , foi aí que  viu claramente seu desenho.  A incidência do sol sobre o papel dava o colorido sobre o traçado branco com matizes dourados que apareciam no belo desenho que ela fazia. 


Foi preciso então que todos fizessem o mesmo movimento para verem as formas e cores que ela, encantadamente, enxergava enquanto pintava.  Ficando todos igualmente encantados com o que viram.



Moral da estória:  Para vermos ou entendermos o que cada um pensa, passa, vê ou sente na vida, é necessário nos colocarmos na posição do outro antes de darmos, precipitadamente, nossa opinião ou emitirmos pareceres. Normalmente é uma terefa muito difícil, mas para expressarmos algum julgamento de valor, temos que  tentar, no mínimo,  entender a visão do outro.



E para não dizerem que não falei da minha cor predileta, aí estão os  mais variados matizes de lilases e rosados que adoro.




Este post faz parte da 'canja' que a querida amiga Glorinha de Lion propôs, como a última da Blogagem Coletiva - Colorindo a Vida.




35 comentários:

Glorinha L de Lion disse...

Sou a primeira uhu!!!! amei teu post Beth! Como deveríamos nos lembrar sempre disso...nos colocar no lugar do outro para que possamos entendê-lo e ao mesmo tempo como é difícil fazer isso...sair de nossa posição cômoda, de nossas certezas e olhar com o olhar do outro...isso é um exercício diário que todos deveríamos fazer! Linda lição! Pediu cola pro maridão é?rsrsrs...beijão!

Beth/Lilás disse...

Ô Pimentinha!
Eu lembrei dessa estorinha há poucas horas antes da meia noite. Confesso que não sabia direito o que escrever, parecia que tinha gasto tudo nestas 8 semanas.
Daí lembrei-me da dita estorinha e fiz o maridex recontar tudinho.
Também gostei desse resultado final, mas tive mesmo que remoer os pensamentos. Foi o post mais difícil pra mim, confesso.
Mas gostei no final.
beijoquinhas

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Lucia Cintra disse...

Lindo recado e muito verdadeiro. E espero que as pessoas leem isso e realmente preste atencao e levem isso ao coracao. bjos

Somnia Carvalho disse...

lilla!

que estorinha mais charmosa esta ai!!! mas eu fiquei pensando ser aque ela lembra de cor? ou o maridao engenheiro tambem???? ou vc acabou por achar na rede tudo? fiquei curiosa!

a ideia da estoria e linda porque no sentido literal ela mostra como o branco irradia as cores e como e so o sol so ele que consegue nos mostrar a beleza e a cor das coisas...

no sentido da vida da mesma forma... fiquei pensando em quantas vezes eu e meurenato dizemos um pro outro: mas nao foi isso que eu tinha querido dizer... a gente avanca o sinal por imaginar coisas e por se no lugar do outro e sabiamente a melhor coisa a se fazer primeiro!

otima segunda proce! vou ver a camilitas daqui a pouco!

Luciana Håland disse...

Beth, amei demais seu post, lindo.
Vou copiar uma parte e linkar no futuro, essa ideia tem que ser espalhada.

Beijo e obrigada por me inspirar tanto.

Manuela Freitas disse...

A história de facto foi um achado, porque com simplicidade passa uma mensagem importante, é de facto necessário sairmos da nossa «redoma» e aproximar-nos dos outros, vestir-lhes a pele e não fazer juízos sem reflexão.
Eu tb. fiquei esgotada com as cores, não sabia o que postar, com pouca inspiração lá saíu qualquer coisa!...
Beijinhos,
Manú

Chica disse...

E arrasaste!Ficou maravilhosa tua participação!beijos,linda semana,chica

Astrid Annabelle disse...

Olá Beth! Bom dia amiga!!!
Que lindo...muito bem bolado! Linda idéia! O Viva também é para o maridex!!!!
Este tema de hoje também foi o post mais difícil para mim...somente ontem depois de muito pesquisar e ruminar é que me veio a idéia....
Como sempre, vir até aqui é a certeza de se encontar com o belo!!!
Um beijo grande e gostoso.
Astrid Annabelle

angela disse...

pode ter sido o mais dificil, mas está muito lindo, perfeito para uma boa reflexão, fotos lindas. bjs

Misturação - Ana Karla disse...

Beth maravilhoso!
Essa história é mesmo excelente para passar adiante.
Uma excelente reflexão.
Bom dia!
Xeros.

Heloísa disse...

Beth,
Que lição tão importante, transmitida pela sua historinha.
Acho que você encerrou a blogagem com chave de ouro.
Beijo.

Lu Souza Brito disse...

Que bonitinha a estória Beth!
Eu também não soube escrever sobre uma cor específica. Caramba, eu gosto da maioria!

PS: vou seguir seu conselho e fazer os exames tranquila e não abri-los antecipadamente (sou mestre em ver antes e ficar "tentando interpretar".

Beijokas

Beth/Lilás disse...

Obrigada meninas!
Mais obrigada ainda pela participação de vocês por aqui.

Soníssima,
Digo-lhe que realmente a cor não foi a importância neste post, já que o branco foi apenas um ilustrativo para falar da mensagem.

beijão e boa semana para todos nós!

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Barbie Girl disse...

Beth, que história fabulosa!!

Realmente as vezes é necessário estar no lugar do outro, para realmente tentar entender o que se passa!

Lindo seu post e sabe que depois dessa blogagem coletiva, mesmo sendo a rosa em pessoa, sinto uma necessidade de todas as cores na minha vida, é como se uma aquarela tivesse sido derramada em mim!!

Bom ver nosso arco íris, tomando forma!!

beijos e boa semana!

Isadora disse...

Oi Beth, que bela mensagem deixada aqui. Precisamos realmente entedermos o olhar do outro. Tarefa difícil mas não impossível.
Um beijo

Lúcia Soares disse...

Beth, esta é uma norma em minha vida: sempre me colocar na situação do outro, pra só depois fazer meu julgamento. Tanto que recebo "na carne" tudo o que vejo.
Seu post, como sempre, lindo e emocionante.
Boa semana!
Beijos!

Teresinha Ferreira disse...

É isso ai minha amiga. Bela mensagem.
Temos que decifrar alguns olhares cúmplices e nos colocar no lugar do outro. Seria fantástico se isso acontecesse. Não veríamos tantas injustiças por ai.
Fique bem.
Bjs mil

manuel marques disse...

Além de um lindíssimo post,estamos na presença de uma lição de vida.

Beijo.

Françoise disse...

Oi Beth, o julgamento e a nossa mania de dizer as coisas sem pensar nos leva a caminhos sem voltas, eu sou mestra nisso e estou aprendendo com a vida a ser menos bocuda. As vezes até para ajudar acabamos atrapalhando com a nossa "boca maldita"...

Thanks pela reflexão amiga,
Bjos e boa semana carioca, ehhhh

Marliborges disse...

Beth, ótima história.
O branco realmente engloba todas as cores e a empatia, todos os sentimentos. Gostei da história contada pelo maridex. Ela transmite com sutileza um recado muito sério: devemos cultivar a empatia para não emitir julgamentos equivocados.
Beijo grande.

Cucchiaio pieno disse...

Oi querida
Empatia é tudo! Adorei a historia.
Minha mae sempre me disse: quando tiver duvida de como agir com alguém, pense "Como sera' que Jesus agiria nesse momento?". Nao tem como errar!
Bjim com muito karim
Léia

Bordados e Retalhos disse...

Lindo demia sesse post. Que é isso gente, lendo o seu e vendo as fotos achei o meu simplésimo. Mas acho que é justamente essa visão diferente da vida e das cores que faz tudo mais bonito. Bjs

Liza Souza disse...

Beth, voce como sempre supera todas as expectativas dos seus leitores. Fechou a blogagem de uma maneira linda e com uma baita licao de vida.
Beijos

Renata disse...

Uma bela lição de moral...uma atitude que sempre fazemos questão de esquecer...ver a vida através dos olhos do próximo!!!se conseguíssemos sempre, quem sabe veríamos tudo mais colorido do que na verdade a vida é?

Gostei, me fez pensar...ótimo post!

Abraço pra vc,
Uma ótima semana!

Mila Viegas disse...

Bethinha, que belo!
Mais que um post, uma lição!
É tão fácil falar, rotular, julgar, sem se dar ao trabalho de se colocar no lugar do outro... affff. Perfeito!

Mil beijos de longe, porque to gripadinha!!! rs

cantinho she disse...

Menina que belo post! Nossa que lindo, amei! Que máximo essa foto com o olho mudando de cor, show de bola! E que lição de vida maravilhosa, guardei dentro de mim, amei tudo, fechou com chave de ouro! Parabéns pelo post! Bjo, bjo! ;)

Tati Pastorello disse...

Beth, que lembrança maravilhosa. Não há mundo colorido com tantos julgamentos de valores. Olhar a visão do outro, entende-la, aceitá-la, mesmo que não concorde. Esta lição é tão importante quanto difícil de por em prática. É um exercício diário.
Um beijo.

Yoyo Pizy disse...

Você sempre nos trazendo memnsagens importantes e pertinentes, Beth.
Um post para encerrar com chave de ouro.
Bjokas paulistanas

Luma Rosa disse...

Flor de Lilás!! Me coloquei no seu lugar e digo, Lilás é quase azul! (rs*) Ou seria o contrário? Beijus,

sonia notaro disse...

Olá Beth, no nosso interior existe um arco iris que emana do branco, é nossa alma interagindo com tantas outras, por isso precisamos uns dos outros, para viver, aprender, auxiliar, amar . E vc me levou numa viagem linda com este post. Adorei!
Bjs meu, Sonia Notaro

sonia notaro disse...

Olá Beth, no nosso interior existe um arco iris que emana do branco, é nossa alma interagindo com tantas outras, por isso precisamos uns dos outros, para viver, aprender, auxiliar, amar . E vc me levou numa viagem linda com este post. Adorei!
Bjs meu, Sonia Notaro

ML disse...

Ficou lindo, querida!
Fechou com chave de ouro!

Taí: dourado, é ou não é bonito tb, Ms. Lilás?

bjnhs e boa semana.

Tida Vieira disse...

O texto é lindo, perfeito e traz uma mensagem maravilhosa.
A imagem do olho que muda de cor com a pupila em forma de coração o complementa, embora cada um desses sígnos por si sós já se explicam.
Simplesmente belo! Magnífico!
Bjs

Regina Coeli disse...

Olá Beth,
Muito bom passar por esse recanto maravilhoso e absorver tanta lição preciosa, tantas fotos belíssimas...
Muito bem escolhido seu post final da BLOGAGEM COLORIDA.Parabéns!!
Enriquece! Obrigada por compartilhar!
Beijinho afetuoso,
Regina Coeli

Olhar Simplismente... disse...

Oi Beth,lindo amei nunca devemos fazer julgamento sem a certeza!
A cor Rosa é igual o amor não tem idade.
Você sempre tão gentil obrigada.
Bjossss