.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

sábado, 22 de maio de 2010

Como anda sua criatividade?



Tem gente que me diz: "Nossa, Beth, você inventa cada uma!  Vira e mexe encontra uma novidade para se ocupar e sabe de algumas coisas que eu nunca vi ou ouvi!"

Sinceramente eu não me acho nada inteligente nem intelectual, mas tenho uma característica boa e ela me acompanha desde que me vi como ser pensante, ou seja, gosto de descobrir coisas, tento fugir da obviedade e do senso comum,  presto atenção à minha volta e procuro acompanhar a nova época,  romper os paradigmas da minha geração, principalmente quando a maioria dos meus amigos insiste em continuar com um pensamento preso num tempo que  não volta mais, que já era, e que se não tomarem cuidados, acabarão confundidos como fósseis de dinossauros dos museus por aí.

Eu gosto das novidades como:
- Música - mesmo as atuais eletrônicas como as que meu filho faz (ouça abaixo), não fico só lá no tempo dos Beatles, embora eu os considere hours concours, mas conheço as bandas do momento ou descubro novidades porquê escuto música, sempre gostei disso;



-  Moda - dou sempre uma olhadela em blogs ou revistas que ajudam a pessoa a não parar apenas num conceito, pode-se inclusive misturar alguma coisa que amamos de tempos atrás com uma idéia super contemporânea, claro que sem exageros;


- Leitura diversa - e já ando pensando, junto com minha amiga Glorinha em fazermos um grupo de leitura entre nossos amigos para nos encontrarmos uma vez ao mês, pelo menos;


- Internet - uso para quase tudo hoje em dia, seja para ler jornais, revistas, saber do tempo e das novidades atuais e interagir pelo Blog, este inclusive, minha paixão e é ali que deixo registradas minhas marcas, quem quiser saber de mim é só acessar minha página virtual, digo sempre a alguma amiga que diz ter saudades de mim, mas tem computador em casa, entretanto não caminha por este mundo.  Costumam dizer que não têm afinidades com a máquina e que ainda preferem o telefone.  Eu entendo que realmente falar ou se ver  pessoalmente é muito mais interessante, mas nem sempre nos dias de hoje isso é fácil, portanto a via virtual poderia ser bem mais utilizada.  O Orkut , por exemplo, apresentei-o ao filho e às amigas, já usei muito, mas atualmente não me interesso mais, apenas para ver uma ou outra coisa importante em determinadas comunidades.  Tenho Facebook, mas não apareço por lá e acho uma chatice infantil aquele negócio de ficar jogando fazendinha e mandando besteirinhas pros amigos. Mas, mantenho meu perfil, pois sempre acabamos encontrando um ou outro amigo que estava perdido no tempo.




Fotografia - não largo minha máquina digital, mesmo às vezes pesando demais em minha bolsa, mas posso a qualquer momento encontrar algo interessante, divertido, uma cena rara de repente. E já estou pedindo ao marido uma mais possante.



Já bordei tapeçaria, já pintei quadros, já fiz alguns artesanatos, me dediquei a jardinagem, pizzas na lenha, brinquei com photoshop e já me enjoei de muita coisa também. (Tudo para meu uso, não sou artista, nem me considero)


Comecei outras e estou sempre me renovando, buscando criatividade esta é a palavra.
Mas, ser criativo num mundo meio estressado como o atual é meio difícil, reconheço. E se tivermos algum problema na cabeça que esteja pendente, quanto mais focados estivermos na resolução do mesmo, menos criativos conseguimos ser. 
O certo é que devemos procurar exercitar a mente para que não fiquemos prematuramente  esquecidos, com a memória falha, muitas vezes devido à carga de problemas que acumulamos com o decorrer da vida e aí, de repente, não conseguimos formular frases completas, as palavras não retratam o que queremos dizer na verdade.  Pois é disso que tenho medo.  Medo de parar de funcionar o cérebro, dele enferrujar e eu mesma esquecer de mim.


Lendo uma matéria da jornalista Adília Belotti hoje, descobri que aparentemente, idéias criativas fazem parte da bagagem de qualquer mortal, e podem ser exercitadas.
E ela indica este site que  dá dicas incríveis para você potencializar os recursos de sua mente, mas deixo abaixo alguma coisa para ir adiantando:





  • Combinar letras para inventar uma palavra;



  • Combinar duas ou mais imagens para formar uma nova (imagine um jacaré comendo um tomate);



  • Segmentar uma imagem em formas novas ou de uma forma nova (imagine um triângulo azul e separe-o em lados e interior);



  • Distorcer uma imagem (imagine seus olhos inchando e saindo das órbitas oculares);



  • Ver uma imagem sob outra perspectiva, um diferente "ângulo de câmera" (veja seus olhos inchando de frente e depois de lado);



  • Combinar algumas notas musicais para formar uma melodia nunca antes ouvida;



  • Combinar palavras para formar uma nova frase.



  • Imaginar a si mesmo executando comportamentos novos.





  • E mais:








      • construir frases com significado e estrutura (sintaxe);



      • construir melodias harmônicas e rítmicas;



      • observar preferências pessoais (gostos, combinações).



      • observar valores éticos e morais;



      • seguir estilos (no caso de imagens, impressionista, realista);



      • usar recursos disponíveis.

Medo de morrer eu não tenho, mas tenho medo de morrer em vida, de não ter o controle sobre minha mente, pois consequentemente isto acarretaria todos os males. 







23 comentários:

Beth/Lilás disse...

No exato momento em que coloquei este post no ar, percebi um novo post da amiga Mila e isto sim é que é criatividade! Ela acaba de lançar um livro. Coisa maravilhosa e mais criativa não poderia ser.
Parabéns Milinha! Adoro ler o que você escreve, você vai longe, menina!
Oxalá!
beijão

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Lucia Cintra disse...

Nossa, essa ultima frase sua disse tudo!

Eu tb sempre fui uma pessoa criativa, desde criancinha - acho que eh por isso que esse trabalho que tenho hoje em dia com a empresa me entedia tanto e me deixa nos prantos!

E como tenho prazer de trabalhar no meu proprio negocio! Me frustra ter que parar de "brincar" com ele todo dia quando sou forcada pra ir pra empresa. Mas falta pouco pra eu ficar FREE!

Criatividade te da asas pra voar e com elas vamos longe! Exploramos coisas e lugares que nunca imaginariamos que existissem, faz bem demais pra alma!

bjos

Luciana Håland disse...

Beth, adorei o post. Também sou bem assim como você, detesto a ideia de ficar parada no tempo, por isso também como você acompanho as novidades musicais, vejo blogs de moda, adoro os de fotos reais do povo na rua, assim vejo as tendëncias, tento me vestir modernamente, também busco leituras diversas. Já fiz tapecaria e adorei, agora estou pensando em pintar, tenho pintado em papel, quero ver se consigo em telas, mas nunca tentei. E por aí vão minhas ideias também, como você tenho medo de morrer em vida.
Vou visitar esse site que você indicou.

Beijo e um ótimo fim de semana!

Eduardo disse...

Beth, esse tema eh muito importante; criatividade nos faz sonhar ao observar novas paisagens, nos faz mais versateis no dia a dia e desenvolve o cerebro. Ser criativo eh visualizar novos horizontes e tocar a sensibilidade dos que nos cercam. Um animal irracional olha uma paisagem e ve a paisagem. Os humanos veem a mesma paisagem no primeiro instante, mas logo estao vendo uma infinidade de coisas, simbolos, imagens, lembrancas e ideias abstratas.
Exercite o cerebro ou, como voce disse, morre-se em vida.
Shrek

lynce disse...

Olá Beth, boa tarde!
No inicio do teu post dizes que não te consideras uma mulher inteligente. Pois eu não acho nadinha, permite que te diga, só uma mulher muito inteligente e emocionalmente equilibrada escrevia como tu escreves.
Adorei o teu blogue e, se permitires, obviamente que voltarei.
Um abraço e bom fim de semana.
:)))

Beth/Lilás disse...

Oi,Lynce!
Obrigada pela gentil retribuição à minha visitinha e, espero sim, contar com sua presença por aqui diariamente, pois eu já me considero tua leitora também.
bjs cariocas

===============================================================================================================

Mila Viegas disse...

Uauuuuuuuuuuu, mas que mulher arteira!!! Adorei!! Penso da mesma forma, não adianta passar pela vida e não viver, dar o seu melhor, descobrir novas potencialidades, exercitar o lado lúdico e criativo que habita em nós.

Temos que deixar florescer!

Após essa publicação relâmpago de um livro bem modesto (mas feito com muito amor), algumas pessoas me escreveram, ligaram, etc. dizendo que também escrevem e tudo o mais, que minha atitude serviu de motivação para que façam o mesmo. Eu apoio 100%. Mas o que percebo é que a maioria delas não utilizam seus espaços virtuais para se abrirem neste sentido, continuam no terreno óbvio... Seria medo? Bloqueio? O que acontece? De verdade, não sei!

Eu penso que a criatividade precisa ser compartilhada... é um presente que nasce em nosso íntimo e dedicamos a quem estiver disposto a receber.

Então é isso aí: exercício da mente! Blogagens coletivas inspiradores, participar do que estiver a nosso alcance, fazer amigos. Tem gente que pensa que isso é se promover, é baseado em interesse, mas não é bem assim. Interesse sempre há e eu penso que ele deve envolver o fato de conhecer pessoas com afinidades e compartilhar essa troca de experiências e criatividade.

Let's dance, Bethinha!!!! rs

beijocasssss

Beth/Lilás disse...

Milinha,
Você é um exemplo vivo disso hoje, faz artesanatos lindos e escreve maravilhosamente bem.
Sucesso querida!

===============================================================================================================

Dani dutch disse...

Oi web-mãe... só tá me faltando um tempinho a mais pra poder me dedicar as coisas com um pouco mais de calma, uma delas o blog.... mas quando o holandês entrar nos eixos ai sim ... bjuss

Ana disse...

Identificação total com tudo o que vc escreveu!
Filhos e seus amigos por perto dão uma ajudada, nisso da gente se manter ligada às novidades!
Mas reconheço que é uma aptidão natural. Conheço pessoas que ficaram paradas, lá atrás, e se recusam a sair daquela época. Perdem tanto!

Beijos dos Pampas!

Mari disse...

Gostei mt de conhecer seu lado criativo! :))) Tb tenho vontade de pintar, desenhar e assim vou fazer qd puder. Meu marido quer aprender piano mas se acha velho...Mas eu vou fazer uma surpresa e comprar um órgão eletrônico pra ele, assim ele começa devagar.

Então eu acho que cada um tem que seguir seus desejos sem pretensões;Se ligar à arte de qualquer forma nos torna mais sensíveis. Isso é mt importante! Que sempre agucemos nossa mente!
bjs

manuel marques disse...

"Não é conhecer muitas coisas, mas sim pôr muitas coisas em contacto umas com as outras que constitui um primeiro grau de criatividade ..."

Beijo.

Lúcia Soares disse...

Beth, a música é uma delícia. Composição do Daniel? Se for, um ótimo compositor!
Fiquei aqui, me balançando no ritmo gostoso. Movimentado, sem ser barulhento. Gostei muito. Parabéns a ele.
E seu post, mais uma vez, parece ser dirigido a mim...Não sou parada no tempo. Mas ando desanimada. E com essa ideia que tenho, de não ter criatividade, acho que não ouso muito.
Estou me animando pra começar alguma coisa, junto com uma irmã prendadíssima. Vamos ver.
O blog, sem dúvida, deu um "up" em minha vida.
Está pelo menos servindo pra me descobrir.
Beijos e bom fim de semana!

Beth/Lilás disse...

Ô Lúcia, não é pra ti não, amiga!
Você é bem versátil também, já criou filhos, agora ajuda com a netinha, trabalha fora e ainda tem seu blog. Acredito que muito mais coisas em seu curriculum. E certas coisas a gente faz por conta da oportunidade que temos, muitas vezes fica difícil fazer certas coisas com a distância ou lugar em que moramos.
Você está crescendo a cada dia, sinto isso.
beijãozão

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Renata disse...

eu me considero super criativa... mas exatamente nesse momento estou com minha criatividade em repouso.. depois de tantos projetos pra faculdade, meus neuronios precisavam de umas ferias... :) duas semanas e jah voltamos de novo pro batente!! mas isso mesmo! quero fazer tudo logo pra acabar logo e cair de boca no empregao dos meus sonhos! HAHA
mas eu tb sou assim.. nao consigo me acomodar por muito tempo numa coisa.. to sempre inventado algo diferente.. senao, caimos no paradeiro e dai fica mais dificil de "tentar acompanhar". parabens! adorei as ppinturas! e a criacao do Daniel. ta de parabens messssmo:)
beijos!

Ivana disse...

Beth, a criatividade e o amor, eu acredito, são a chama do brilho nos olhos! Ando meio murchinha e, portanto, pouco criativa.
Sem dúvida nenhuma, sua cabecinha fervilha! Isso é claro pra quem te lê. Sou tua fan por esta e outras qualidades que sinto que tens!
Beijos!

Sonia H disse...

Beth querida,

Tento ser criativa nas coisas que faço, nas minhas atividades. Eu gosto muito de artesanato e gostaria muito de me dedicar mais a esta arte, sem pretensões comerciais. Também amo ler e tenho tentado ser mais eclética em minhas leituras. Tento ser eclética na música, mas confesso, não sei o porquê, sou mais relutante... mas tenho me encantado com cantores/autores novos ultimamente, tanto brasileiros quanto estrangeiros.
O blog também é um momento de exercício da criatividade.
Reciclar é importante e nós trabalhamos a criatividade também. Sinto o maior prazer em reciclar. Por exemplo, de um móvel encostado, recriá-lo, mudar sua cor, dar uma nova vida a ele.
Ótimo post! Amei!
Beijos e ótimo domingo,

sonia disse...

Oi Beth,vc possui uma energia da terra mesmo, por isso esta sempre reinventando,antenada com tudo, sou novata no meio virtual,não possuo blog, gosto de ler alguns, entre eles o seu me encanta,música boa, gostei!
bjs, Sonia.

ML disse...

Acho que a gente é parecida em 1 coisinha, ao menos: gostamos de saber...
E me lembrei de 1 música que acho que combina com seu post: "...You live you learn, you love you learn
You cry you learn, you lose you learn You bleed you learn, you scream you learn ..."

bjnhs e bom final de semana.

Teresinha Ferreira disse...

Olá Beth,
Quanta criatividade!!! Você sempre mostrando que é uma pessoa super especial. No falar, escrever e criar coisas, que muitas vezes, parecem pequenas, mas que se tornam grandiosas em suas mãos.
Valeu amiga.
Bjs mil

novavidanovelhomundo disse...

Adorei as dicas que tu adiantou e já estou lá no site vendo mais!
Segundo, os quadros são todos teus? E tu ainda não te considera artista?
Sabe que me reconhecí quando listasse tudo o que tu já provou? Eu e minha irmã sempre procurávamos algo diferente, desde pequenas. Já foi pintura em pano, em caixa, fizemos sabonetes e velas, pintamos móveis antigos da mãe... Hoje mesmo longe uma da outra nós trocamos idéias de scrapbook, coisa que fazemos há quase 10 anos e não nos vemos enjoando! rsrs Trabalho manual é mesmo uma terapia!
Nos dias de hoje a criatividade acaba ficando mais nas pequenas coisas (como numa nova receita ou num novo jeito de ver algo antigo), e talvez por isso tenha escolhido e adore o curso de arquitetura. Mesmo com toda a bagagem técnica, é muita criacão! :D AMO, agora me desse saudade do curso, que continuo a partir de agosto no Brasil...
Beijos e ótima semana!

Beth/Lilás disse...

Lúciaaa,

Obrigada pelo elogio à música do Daniel, ele vai ficar todo bobo, ois é a paixão da vida dele.

Eu não sei explicar direito como se faz isto, mas digo que é feita através de um teclado especial que demos para ele de presente ano passado e o computador. Os dois, conjuntamente, fazem estes sons de vários instrumentos, mas a música quem compõe é ele mesmo.
Já tem muitas músicas feitas e agora só faltava estourar na Europa, pois aqui no Brasil esta música é pouco aproveitada, a não ser em baladas e shows como desfiles de moda e alguns mais intimistas.

Muito legal, né!
beijão

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

William Garibaldi disse...

Beth Lilás!
Linda Loira e Genial!

:)

<3!

Bjus!
Curti o som! Vai embalar minha noite!
Maneras as dicas... parece com os jogos ou brincadeiras que s Seurrealistas da turma do Dali faziam para inventar seus quadros malucos e poemas etc...


Mais bjus!