.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

E lá se vão 7 dias de janeiro!





Comumente é assim

Cada um ao nascer
traz sua dose de amor,
mas os empregos,
o dinheiro,
tudo isso,
nos resseca o solo do coração.
Sobre o coração levamos o corpo,
sobre o corpo a camisa,
mas isto é pouco.
Alguém
imbecilmente
inventou os punhos
e sobre os peitos
fez correr o amido de engomar.
Quando velhos se arrependem.
A mulher se pinta.
O homem faz ginástica
pelo sistema Muller.
Mas é tarde.
A pele enche-se de rugas.
O amor floresce,
floresce,
e depois desfolha.

Vladimir Mayakovsky
(1893-1930)

(Imagem Noma&Jim Bliss)

11 comentários:

ML disse...

Mas que coisa mais linda - e super real - Beth!

É isso aí: a gente se importa com tanta coisa que não leva a nada e quando percebe... o tempo já foi!

bjnhs

Natália disse...

Muito bonito Betty.

Amiga tenho um desafio para ti no meu estrelinha.
Beijinhos.

Flávia Fayet disse...

Lindo como sempre!!! É por isso q amo esse blog!!! Tem um presentinho pra vc lá no meu desabafo para vc não esquecer o qto é especial! Bjs

Glorinha Leão disse...

Ultimamente tenho me dado conta de o tempo já é pouco pra tudo o que quero fazer...ando tristinha tb por isso...a genet nem percebe, quando se olha no espelho um dia, leva um susto! A vida passou, e a gente não viu....
Obrigada pelo seu carinho Beth, ontem fiz uma catarse, acho que chorei tudo o que estava guaraddo há anos...foi bom, mas hoje acordei moída....
C'est la vie, mon amie...
Beijocas.

Silvana disse...

Olá Beth!

vim parar aqui pelo blog Café com Bolo, da efervecente Glorinha...rs

Adorei seu blog e de cara me deparo com Mayakovsky... assim é covardia! Amo esse russo destrambelhado!

Meu blog é apenas de artesanato e outras futilidades, mas apareça por lá pra conhecer.

Estarei sempre por aqui!

Beijooo

Silvana
blog Interior Adentro

Dani dutch disse...

OI Mamys tudo bem?
Adorei o post, é super verdadeiro e foi minha história de vida durante 7 anos,(pois o trabalho tomava todo o meu tempo) agora eu renasci... bjusss

Luciana Klopper disse...

Que lindo!! adorei...

Glorinha Leão disse...

Oi Beth, vc deve gostar muito de mim...me comparar a maravilhosa Cecília Meireles, só me amando de paixão...rsrsrs....quem me dera ter 1/3 do talento dela...
e olha, foi depois que vim aqui e li esse poema que me inspirei pra escrever o meu mesmo...viu? Minha musa inspiradora...kkkkk...
mas foi mesmo, escrevi pra vc e e aí me deu um click.
beijo querida amiga.

Liza Souza disse...

Ai que delicia de texto! Me despertou ainda mais a vontade de viver cada dia com toda a intensidade que eu puder viver, afinal a vida passa tao rápido!
Beijos

Lu Souza Brito disse...

Olá Beth, tudo bem?

Ia te perguntar de quem este poema tão atual, mas já responderam nos comentários, rsrsr.
E quanto a musiquinha do Clubmed, creio que tenha sido desenvolvida especialmente para o tal mesmo.

Beijinhos
Lu

Heloísa disse...

Beth,
Que triste!
Beijos.