.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Uma jaca para Elena



Eu tive que parar para fotografar estas jaqueiras em pleno Jardim do Bosque em Petrópolis, porque simplesmente me lembraram da amiga Elena lá nos States.  É que ela adora jacas e já contou lá em seu blog.


As jacas eram enormes e madurinhas, dizem que às vezes caem no chão e chamam atenção para não ficarem ali debaixo delas, pois até é perigoso levar uma 'jacada' na cabeça.


Eu nem gosto desta fruta, o aroma então, não aguento!  Mas, sei de muita gente que tem paixão e uma delas é a Elena, por isso quero dedicar este post a ela, já que não posso enviar a jaca pelo correio.

Elena, taí uma jaquinha, que tal!

















15 comentários:

Heloísa disse...

Beth,
Que jaqueiras enormes.
Lembro que a última vez que vi jaqueiras, ao vivo, foi na subida para o Corcovado.
Eu até gosto de jaca, mas que é uma fruta "estrambólica " é.
Beijo.

Lucia Cintra disse...

Sabe que eu nao me lembro de nunca ter visto jaca na vida? Deve ter la no Rio, ne? bjos

Ana Paula Soldi disse...

Nossa que jacao enome, eu comi uma vez só, a verdade que nao gostei muito, mais sei lá talvez, falta de costume.
beijos

Elaine Maria disse...

Oi Beth! Olha, as fotos estão ótimas (como sempre são as suas!), mas eu acho que nem nunca vi uma jaca de perto!
Beijo!

Ana disse...

Que post mais carinhoso! Sua amiga vai adorar!

As fotos estão lindas!!

Sonhar é Preciso disse...

Hahahahahahaha...que sortuda, poder olhar, cheirar e fotografar essa delicia.
Menina, será que em fevereiro ainda tem jaca por lá ? Tá pintando uma viagem por aqui e eu com certeza vou esticar até aí pra olhar e comer da jaca.
Lindissimas fotos e amiga...me babei sem mentira nenhuma. Obrigada por lembrar de mim. Valeu o post. Ainda morro disso, com certeza !
Beijos congelados,
me

Heloisa disse...

A minha "sogrinha" faz um doce de jaca que é um verdadeiro manjar dos deuses!
rsrsrsr.....

Mila Viegas disse...

Faz um tempão que não como jaca... mas eu até que gosto! Não morro de amores, mas gosto, é docinha!
Na rua que a minha tia mora em Paraty tem jaqueiras enormes, mas da ultima vez que fui lá não observei se ainda existem.
beijos

Beth/Lilás disse...

AHHHHHHHHHHHHH, que reiva!

O Blogger tá comendo os comentários.
Hoje já aprovei mais do que está mostrando, mas não sei o que está acontecendo.
Devolva meus comments seu Blogger safado! Humpf!



---------------------------------------------------------------------

Wilma disse...

Ah que legal!!! acho lindo um pé de jaca, é uma árvore generosa e a fruta é farta e docinha como o mel.

Lúcia Soares disse...

Amoooooo jaca! Bj

Ivana disse...

OI Bethinha!
No quintal da casa que eu morei quando criança, nós tínhamos uma jaqueira enoooorme! Caia cada jaca que parecia que caia o mundo no quintal, tal o barulho que fazia. Lembro muito bem do gosto e do cheiro. Mas nunca consegui apreciar esta fruta e não sei te dizer o por quê, já que até que é docinha...
Beijos!

Dani dutch disse...

Eu amo e aqui não tem ... bjusss

Isabel disse...

Que linda essa árvore! Eu já tinha ouvido falar muito dessa Jaca,mas nunca tinha visto, hihi
Não existe uma expressão que é: "Enfiar o pé na Jaca"?
Bjs

Lu Souza Brito disse...

Beth,
Esse post foi para Elena, mas bem poderia ser pra mim, kkkkkkkkkkk.

Sou a pessoa mais apaixonada por jaca que conheço na vida!!!

Nesta escapadinha que dei no inicio do mes fui pra Ilha e lá é o paraíso dos pés de jaca. Tem pela cidade inteira: dura, mole, enormes, um sonho.
Fui na minha vizinha e pedi uma grandona que já estava rachando. Ela disse que nao estava madura. Achei que nao queria dar. Parece que leu meus pensamentos e meia hora depois mandou entregar a jacona maravilhosa (e verde). O que eu fiz: guardei e pedi a minha mae para assim que amadurecer, abrí-la, tirar os favos e congelar, porque assim como a lichia, podemos congelar por um bom tempo que nao perde nem textura nem sabor.
Ai ai, ano novo vai ser a base de muita jaca. Já tô até vendo! Delícia.