.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Negócio da China



A China ainda é uma incógnita para muitos de nós, mas não é quando levantamos algum produto e vemos a marquinha, às vezes bem pequenina, que traz o país toda hora às nossas lembranças.
Como disse minha amiga blogueira Heloísa, "até a porcelana finíssima francesa Limoges passou a ter origem chinesa", num comentário ao excelente post da Isabel que nos alerta para o fato de 'pensar antes de comprar'. 

Já nos acostumamos então a ver os produtos 'made in China', mas não imaginamos como poderá ser a linha de produção de tais manufaturas, o que tem por trás das máquinas - a essência humana..



O fotógrafo Edward Burtynsky foi mais além do simples pratinho com a etiqueta e mostra-nos a metáfora dos tempos modernos, a máquina chinesa tocada por milhões e milhões de criaturas com sentimentos e vidas.


Vejam as fotos e notem como os trabalhadores parecem fazer parte do cenário fabril como uma peça da enorme máquina de produção.  Tudo é padronizado de forma a passar uma imagem muito bem ordenada e, se observarmos atentamente, pode ser até meio doentio tudo isso tão igualzinho.  Meeedo!



E assim caminha a Humanidade!




Fotos Edward Burtynsky

20 comentários:

Luciana Klopper disse...

Meu Deus!! Tá tudo lindo aqui, que legal!

Muito boa as fotos made in china...eles trabalham muito, em condições de maquinas mesmo!

Georgia disse...

Com certeza seu blog nao foi feito Made in China, rs.

Agora também é Made in Tawain e outros que ainda vao surgir. Mas que eles sao uns monstros em tudo que eles poem as maos ah, isso sao.

Um bjao

Dona Flor disse...

Não precisa ir na China não... vai ver como trabalham os bolivianos no bairro do Bom Retiro em São Paulo... e muuuuitas grifes produzem lá, muito mais do que a gente gosta de imaginar. Escravidão no meio da cidade de São Paulo e nós, consumidores de moda, patrocinando.

Beth/Lilás disse...

Oi Dona Flor!

Bem lembrado! Realmente Sampa é uma loucura e por trás de tudo aquilo muita gente explorada, ainda escravizada, coitados!

beijos

---------------------------------------------------------------------

Camila Hareide disse...

Beth, meu pai esteve na China acompanhando um grupo de empresários pela Revista Exame. No blog dele - que ele náo atualiza há tempos,por sinal - tem vários relatos interessantes! Náo pude deixar de lembrar ao ver seu post!

Se quiser conhecer, visite http://blogblander.wordpress.com/

Garanto que vale a visita!rsrsrs
beijo

Mila Viegas disse...

Realmente dá medo! Loucura isso! Mas vendo essas fotos e essas pessoas tão concentradas e produzindo as pampas, me lembro que eu precisaria de 1000 clones meus para trabalhar assim... rsrsrs... Estou correndo contra o tempo!!!!rs

Silvia Masc disse...

Realmente dá uma certa aflição ver essas imagens,além do trabalho escravo, a qualidade dos produtos chineses, principalmente em se tratando de brinquedos, não é lá muito confiável.

beijinho

Lucia Cintra disse...

Meu pai foi pra la justamente pra fazer negocio com um produto feito nesses lugares em massa assim... coloquei os relatos dele la no meu blog se quiser dar uma olhada. bjos, Lu

Lúcia Soares disse...

Oi, Beth.
Que lindo está o seu blog!
E inaugurado com ótimo post.
Não gosto muito de produtos chineses. Além das condições como são fabricados, nem tudo é de qualidade.
A gente crtica o tempo todo a falta de atitude do nosso governo, o nosso povo na miséria, sem assitência nenhuma, e também criticamos o país que dá emprego a todos...Difícil agradar, né mesmo? rsrsrsr

ML disse...

sinceramente, as imagens pssam a impressão de asfixia.
Deve ser terrível morar por lá e não ser milionário.

"Eh, ô, ô vida de gado..."

bjnhs

Georgia disse...

Oi Beth, já te enviei 2 emails perguntando o que aconteceu com o login do blog Movimento Natureza e pensei que você nao estivesse online, mas estou vendo que você está liberando os comentários, mas nao respondeu meus emails.

Nao os recebeu?
Devo te mandar novamente?

Bjao

Heloísa disse...

Beth,
Essas fotos são impressionantes, principalmente por serem atuais. Transmitem um servilismo e um rigor, difíceis de serem imaginados nos tempos modernos.
Beijo.

Sonia H. disse...

Beth,
Você expressou bem o que sinto também: medo.. tudo igualzinho....
Bjs,

Renata disse...

Retribuindo sua visita, e conhecendo seu blog! As fotos da China são impressionantes, concordo com alguem que disse que dá uma certa falta de ar...não conheço, mas está nos meus planos de viagem...tomara que esse dia chegue logo pra eu poder conferir esse universo-continente chamado China!
Parabéns, voltarei!

Sonhar é Preciso disse...

Parecem robosinhos...garanto que eles fazem tudo sincronizado e tem um fiozinho saindo de cada um e plugado na parede.
Gosto nao...prefiro um pouquinho de bagunça que é mais humano.
bjs,

Luma Rosa disse...

Tá lindo o blogue!! Também gosto de fundo claro e não gosto de ler nada com fundo preto, cansa a minha vista, apesar de uma ecologista disse que o fundo preto economiza energia pois a tela reflete menos luminosidade.

Amore, toda linha de produção, as pessoas parecem robozinhas. Na China isto é gritante pelo maior número de pessoas trabalhando.

Sim, dá medo! Poderiam mais pessoas, estar no campo produzindo alimento. A fome no mundo avança, como avançam consumos de bens descartáveis.

Beijus,

Ivana disse...

Bethinha, o que mais me assusta, além de parecerem robozinhos de uniformes, é que todos parecem ser/estar extremamente sós... Não há nenhum vestígio de prazer na atividade, interação, diálogo entre eles... Não é a toa que por lá eles tiram a própria vida em um número cada vez maior...
Beijos!

Dani dutch disse...

OI WEb-mamys, e sinceramente falando, tudo o que olho na etiqueta a maioria é made in China, aqui mesmo nunca vi uma made in Nederlands, pra ser sincera nunca vi um chaminé de fabrica nessa Holanda, preciso olhar com mais atenção por onde eu passo .. bjusss

Cláudia M. disse...

Beth, essas fotos chegam a ser chocantes, aquela em que os operários estão com os uniformes rosa, meu Deus! Pior que formigas!
É impressionante!

E essa da porcelana Limoges feita na China tb me desconcertou! Produtos típicos de uma determinada região serem fabricados noutro país, é demais!!

Esta situação é mesmo bastante problemática, não sei quem irá conseguir travá-la.

bjs

Isabela disse...

Que interessante também.
Lembro-me que em Veneza era tudo made in china também! Até as máscaras venezianas tinham que ter um selinho especial para marcarem a procedência, pois os chineses tinham invadido o mercado!