.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Vamos a um pic nic?

(Imagem Google)


Engraçado, há meses reclamava com minhas amigas que não lembrava dos sonhos que tenho à noite. Mas, isso parece que está passando em minha vida, pois tenho sonhado e muito, talvez pelo fato de ir mais cedo agora para a cama e aos poucos vencido uma insônia que vinha me incomodando muito.

Daí que, ... ahhhhhhhh não! Peguei a mania da Giovanna que está aqui em casa, tudo que ela começa a falar tem a palavrinha "daí", coisa comum lá no sul, pros lados do oeste do Paraná.

Então, no meu último sonho lembrado, estava eu fazendo um belo pic nic com o filho ainda pequeno, marido e não sei mais quem, não lembro. Mas, estávamos num lugar bonito, verde, plano e debaixo de uma sombra de árvore e abri minha toalhinha xadrez, parecida com esta da foto, só que vermelhinha, e coloquei muitas gostosuras sobre ela e mandamos ver nos bolinhos e sanduiches, refrigerantes e cafezinho que levei numa garrafa térmica da cor da toalha. Depois, fiquei deitada olhando o céu azul e os galhos da árvore balançando. Acordei!
E fiquei ainda na cama com aquela sensação gostosa do sonho quando é bom, quando deixa rastros de cheiros, lembranças do passado em que a gente fazia isso com nossos pais ou com a escola. Detalhe: isso na manhã de sábado, lá em Petrópolis que é calmo e consigo dormir super bem.


Recordei-me das idas ao Jardim Zoológico do Rio e das vezes que minha mãe, meu pai e nós os três filhos, parávamos, já cansados de andar pelo Zoo, no grande parque que tem à volta chamado Quinta da Boa Vista. Era lindo, tinha um lago esverdeado com as plantas aquáticas e um chafariz no meio. Em volta, famílias paravam para descansar depois da ida ao grande zoológico e faziam seus lanches com as coisas que levavam de casa. Não tinha esse monte de vendedores ambulantes poluindo e ajudando a sujar mais a cidade. Não! O máximo que tinha eram os pipoqueiros, que a turminha amava e corria pra eles, o vendedor da Kibon ou os vendedores de algodão doce e balões coloridos. Era tudo muito harmônico naquele cenário e depois do lanche, corríamos pela grama verdinha, em seguida descansávamos um pouco e o passeio continuava no Museu Nacional que foi a casa da família imperial no Rio de Janeiro. Todos esses monumentos ainda estão lá, mas nunca mais retornei aqueles lugares. Imagino que estejam abandonados, como a maioria dos parques desta querida cidade desgovernada.


(Lago da Quinta da Boa Vista-Imagem Google)

(Museu Nacional - imagem Wikipédia)

(Antigo Portal original que é a entrada do Zoológico do Rio)


Como era bom fazer pic nic, gente! E hoje não vejo mais famílias fazendo o mesmo em praças ou parques da cidade, talvez pela falta de segurança ou limpeza dos locais e também porque este tipo de atividade já parece que caiu em desuso, ficou fora de moda por aqui, preferem passear e comerem nos fast food globalizados com seus pimpolhos. Coisa bem sem graça, diga-se de passagem!

Tenho certeza que muitos cariocas que me leem estão lembrando desses dias gloriosos neste lugar que foi um encanto na nossa infância e como seria simplesmente maravilhoso poder re-editar um pouquinho disso nos dias atuais. Ainda mais, depois que vi estas lindas cestas para pic nic numa loja. Vejam que gracinhas!



17 comentários:

gabriela disse...

Piquenique nós cá fazemos alguns no verão é muito engraçado fazemos churrasco, saladas sardinha assada, depois ficamos na conversa até ao final do dia as crianças brincam muito e os adultos também.
Quanto aos sonhos engraçado eu também não me lembro do que sonhei, bem que eu ás vezes gostaria.
Amiga vi o comentário que deixou no blog da minha neta, enquanto a minha filha não arranja o meu pode deixar lá o seu comentário, beijão

Elianne Goff disse...

Beth fazer picnic com a familia e uma delicia , aqui ainda temos este habito, um dia desses o Brian ,eu e
as criancas fizemos um picnic legal, com lanchinhos feitos em casa , sucos, e frutas ... foi bom ,so o tempo nao estava tao amigo e choveu um pouco no caminho , mesmo assim valeu !!!
Outra coisa legal que temos aqui e assistir filmes no Drive -in com a familia parece picnic ficamos fora do carro , levamos pipoca, refrigerantes, e chocolates e ainda temos direito a assistir dois filmes, que sao seguidos . Outro otimo programa em familia !!!

bjs ,

Laura disse...

Oi Beth, sinto saudades do pic nic tambem!!!!!! Mas é verdade que no Brasil não é mais uma coisa comum...; em compensação aqui, tem ate o verbo em frances pique-niquer, conjulga e tudo!!!!
Agora sobre os sonhos... muita das vezes tb nao lembro, mas qdo lembro sinto cheiros, gostos e sensações!!!

Beijos

Ana disse...

Sonho bem bom!!
:))

Vamos por em prática?

Quem sabe o "Meme do Pic Nic"??

Cada um faz o seu e depois conta como foi, no blog! heheheh!

Beijooo!

Lucia Cintra disse...

Gozado, me lembro de talvez fazer picnic no Campo de Sao Bento uma vez so, mas nao esse picnic tipico de cestinha e toalha no chao. Aqui ja eh mt o costume de fazer isso.

Qdo voltar ao Brasil, quero visitar esses lugares todos, web-mae, vc vai ter que ir junto, ok?

Saudades de vc! Ah! Vc recebeu meu email com as minhas perguntas? Bjos

Blog do Óbvio disse...

Beth, que sonho bonito. Só quem passou por uma realidade dessas entende como eram bons os pic-nics. Aquí faziamos muito isso no Museu do Ipiranga, Parque Ibirapuera, Represa Billings (era limpa!)... Era uma delícia sair domingo cedinho e já conversando sobre o que íamos encontrar por lá. Sua lembrança foi muito providencial. Valeu Beth. Beijos paulistas.

Barbie Girl disse...

Saudades de passar aqui e sempre ler coisas boas... viajei com vc nesse sonho lindo!!!

Um grande beijo!!

Sonia H. disse...

Querida Beth,

Viajei com você, primeiro naquele sonho celestial e depois com os momentos de infância na Quinta, Zoológico e toda a paz que vivíamos, éramos felizes e nem sabíamos - um Rio de Janeiro tranqüilo.
Acho que a última vez que fiz um picnic aqui no RJ foi nas Paineiras, quando minha cunhada veio nos visitar da Holanda. O Rio é o lugar para se fazer picnic, brincar ao ar livre, mas confesso que por todas aquelas razões enumeradas por você, nós acabamos por optar fazer outros tipos de lazer.
Beijos,

Heloísa disse...

Beth,
Que delícia de lembrança.
Penso que poderíamos tentar resgatar esse costume e, aproveitando suas lembranças, estou até pensando em programar um piquenique com a netinha. Reconheço que hoje em dia deve ser meio difícil, pois não temos parques para isso (ao contrário de outros países). Nos nossos não se pode pisar na grama, e muito menos sentar.
As cestas são lindas!
Beijos.

Lúcia Soares disse...

Oi, Beth. Aqui em BH também não se faz mais pic nic. Lembro-me que às vezes o fazíamos no Zoológico. Era uma cosia considerada "brega", "coisa de pobre", mas o fizemos muito, com frango, farofa, frutas - f , f, f,...coincidência) sucos, etc.
Há bem uns 6 anos fomos lá e vi uma família "classe A" , com uma linda toalha, enorme, e vasilhames bonitos, fazendo um convescote delicioso por lá, na melhor, sem se importarem com os passantes admirados. Me deu saudade e vontade de fazer, de novo. Qualquer dia vamos lá, é só esperar os netos crescerem mais! Adoro! Bj

Luma disse...

Acho que as pessoas se incomodam muito com o que as outras vão falar, sabe? Eu fiz pic nic na última sexta-feira. Peguei a minha cesta com um lanche, toalha e meu filho e fomos ver o por do sol. Tirei fotinha e qualquer hora mostro pra você. Ah, porque disse isto no começo do comentário? Porque aqui no Brasil, confundem pic nic com farofagem. Então! Depois reclamam que as famílias estão desunidas! Pra onde foram os programas em família? Beijus

Somnia Carvalho disse...

lindona, bom dia!
li o primeiro post ali em cima e to lendo esse aqui, nao vou conseguir nem ler tudo nem comentar agora tenho que sair correndo assim como to escrevendo mas so pra dizer que adoro quando voce fala dos sonhos e adoro pensar neles e vou querer escrever muito aqui beijos cheios de sonho e o video e lindo

Georgia disse...

Isso sim que eu chamo de um belo sonho.

Olha, eu corria todos os dias ai na Quinta, neste lago, e ao redor; um total de 5 km por dia; perdi muito peso naquela época.

A Vivi adora fazer pic nic, sempre estamos fazendo aqui mesmo no jardim porque temos muito verde. Ela arruma tudo e depois me convida.

Bjus

rocosta disse...

Beth sou dessa época boa também... fazíamos nos parques e com muitos primos ao redor... muito bom mesmo.
Beijos!
P.s.: Estarei ausente porque minha prova foi marcada para dia 15 de novembro... até a volta ;-)
Beijos muitos!

ML disse...

Pois a minha família (petropolitana) ia mesmo é fazer picnic na praia (Cabo Frio).
Na véspera, nem eu nem minha irmã dormíamos (íamos ver o mar!). Muito engraçado.

bjnhs

Lu Souza disse...

Ai Beth, senti tres coisas lendo este post:
*Alegria por você ter passado o período da insonia (a minha voltou e ultimamente estou a base de maracujina)e sei o quanto dormir bem e sonhar é bom e importante.

* Saudades - da época que faziamos piquenique (mas era com a turma da escola), com a minha mae mesmo acho que so umas 2x e

* Desejo: de tomar um café delicioso com estas guloseimas, comer uma torta de frango, outra de maça, affff.

Abriu o apetite!

Dani dutch disse...

OI Beth tudo bem?
Nunca fui a um pic nic, aqui as pessoas andam muito de bicicleta, e a maioria dos fins de semana vão andar longe e fazerem pic nic,e eu como não sei andar de bicicleta, fica dificil, mas vou propor ao Chris um pic nic.
Bjusss