.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

quarta-feira, 3 de junho de 2009

O que poderá ter sido realmente?


O vídeo abaixo mostra em 72 segundos como é o tráfego aéreo nas 24 horas do dia. E, mesmo parecendo apavorante o número de aviões que sobrevoam os céus do nosso planeta, ainda dizem que este é o meio mais seguro de transporte que há. Impressionante!




Bem, mas quando eu me lembro que passo sempre pela fatídica Linha Vermelha aqui no Rio e corro um risco bem maior, fecho os olhos, sento e deixo a vida me levar, ou melhor, o piloto. rss

13 comentários:

ML disse...

Sabe, Beth, eu não tenho medo de viajar de avião.
Adoro a decolagem e a aterrizagem -curto aquela adrenalinazinha.
A "coragem" provavelmente tem a ver com a sorte de nunca ter passado por um "sufoco".
Ou um "sacode".
Mas, se tivesse de viajar hoje ou amanhã acho que embarcaria com o coração na mão.

bjnhs

Dani dutch disse...

OI Beth,
Nossa mas estou de boca aberta, não imaginei que o trafego fosse tão grande assim.
O pessoal de casa estão todos meio apavorados, porque dia 11 vou ao Brasil, e meu pai disse que espera nunca na vida ter que usar esse meio de locomoção.
Bjusss

Georgia disse...

Faz parte da vida de quem precisa viajar de aviao. Eu nao penso muito...senao acabo me torturando.

Bjus

Meire disse...

Realmente ipressionante Beth. Mas como vc mesma diz, o que sera' que aconteceu?

Bjs

BarbieGirl disse...

Meu sonho era ser comissária de bordo, fiz o curso mas tive que parar por conta da gravidez!
Então eu não tenho medo!
Acredito sim que é um dos transportes mais seguros e, que se tiver que acontecer algo conosco, pode ser no avião, em casa, no carro, nas barcas!!
Temos sim, que ser solidários com essas família.
Temos sim, que pedir a proteção de Deus!
Temos sim, que viver cada dia como se fosse o último, pq qualquer dia desses vai ser mesmo!!

Um belo dia!

Beth/Lilás disse...

Oi, meninas!
É incrível, mas como diz a Georgia, faz parte da nossa vida hoje em dia, pois muitos já utilizam este tipo de transporte e eu estou indo terça-feira para Londrina, antes passarei em Santos, então serão dois aviões, isto é quatro, contando ida e volta.
Fico imaginando os céus hoje em dia, cheio de viadutos invisíveis, aviões passando por baixo e por cima um do outro e, se observarem bem, verão o fluxo intenso na Europa e nos Estados Unidos.
beijinhos

Irmão Sol, Irmã Lua disse...

É de impressionar realmente, Beth.
Quanto à “pobreza de afeto”, creio seja na atualidade um dos maiores males. Apesar de todo avanço da ciência moderna, de todo conhecimento e tecnologia adquiridos pelo homem do terceiro milênio, é triste observarmos e sentirmos a falte de Amor entre as pessoas e principalmente nos lares, onde não há mais calor humano, nem tempo para conversar. Sua amiga deve sofrer muito realmente, sentindo-se sozinha em um país estrangeiro. Creio que eu não suportaria viver assim, a solidão é algo que me preocupa.
Beijo do amigo,
Benja.

Wilma disse...

Beth, amiga, pode viajar tranquila, porque com certeza agora todos estão mais zelosos, cuidadosos e não facilitarão, eu creio. O que aconteceu? Eu penso que é uma daquelas fatalidades, que nada seria capaz de evitar, nem a mais avançada tecnologia, NADA vence a morte, quando chega a hora,babou...ela nos leva e nem quer saber o quanto ainda temos a realizar, não sei porque é assim, mas é assim. E pensando bem, sabe que creio pra mim ser melhor dessa maneira, muito melhor do que ficar dias e dias na dúvida se vai ou não vencer alguma enfermidade dentro de um hospital, sendo humilhada pelos planos de saúde, gastando o que não se tem, e no fim morrer. Já que é inevitável, que seja "vapitivupiti"!!! Que papo!!! IRK!!! Que é triste é, mas faz "partii".

Lucia Cintra disse...

Wow, achei esse video o maximo! Eu nao tenho medo de voar, tudo e' muito bem controlado e organizado. Nao devemos viver a nossa vida com medo de acidentes ou qualquer coisa parecida, pois senao nao vivemos. Acidentes podem acontecer em qualquer lugar, inclusive dentro de casa, entao eu nem penso a respeito.

Espero que voce tenha uma boa viagem e consiga se concentrar em outras coisas ao decolar e aterrizar (minhas partes favoritas de uma viagem de aviao). E voce vai ver que quanto mais voar, menos vai pensar a respeito.

bjos

Luciana Håland disse...

Beth, pode ficar à vontade pra usar o post lá no blog.
Menina, relaxe com sua viagem, apesar dos acidentes que acontecem, ainda é um meio seguro, e de todo jeito a gente nunca sabe mesmo quando vai morrer. Dia desses eu tava andando num parque e desisti, fiquei com medo de cair, morrer e ninguém saber, porque até numa caminhada simples acidentes fatais podem acontecer.
Eu te entendo, porque também sou medrosa, medo também de gente ruim nos aeroportos, mas vamos confiar em Deus.
As notícias sobre o acidente ainda vou acompanhando, o que acho estranho é a curiosidade mórbida de algumas pessoas, e a mídia que alimenta em parte.

Gostou das florzinhas lilás?

Beijo

anlene gomes disse...

Oi Beth, que incrível este vídeo... de arrepiar!

Heloísa disse...

Beth,
É incrível o tráfego aéreo, mas também acho que é a viagem mais segura.
Você recebeu meu e-mail?
beijos

Cristiane A. Fetter disse...

Pois é Beth, deve ser o mais seguro mesmo, depois do elevador.
Com tanto avião no céu os acidentes são infimos.
bjks