.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

segunda-feira, 9 de março de 2009

Singrando os mares (parte 1)

(Cabine e vista da varanda)


"Navegar é preciso, viver não é preciso."

E não é que Fernando Pessoa
tem razão quando assim diz, pois depois de nove noites num desses modernos e monstruosos Transatlânticos, podemos constatar que navegar é mesmo muito preciso haja vista a alta teconologia aplicada nessas incríveis naves.

Digo-lhes que é sensacional o passeio, não só pelos procedimentos seguros aplicados pela tripulação, onde nada parece sair do esquema montado, tanto para a entrada e saída de centenas de passageiros nos diversos portos em que o navio ancora, assim como os divertimentos, shows e os vários eventos que acontecem nestes dias e noites que mais parecem um sonho.


(Chegada e triagem no Cais do Porto do RJ, totalmente revitalizado para os Cruzeiros que viraram verdadeira febre nos últimos verões)

Mesmo numa noite de mar agitado como a que ocorreu na 5a. feira passada, quando a conjunção de correntes no Sul do país fez o navio balançar mais um pouquinho do que o normal, mas nada que efetivamente tirasse a alegria das pessoas nos eventos, nem na noite de sono. Também o que é uma ondinha de 3 ou 4 metros diante de um desses gigantes com mais de 10 andares!!!
Nestes caso
s, um comprimido de Dramin, dado gratuitamente a quem necessitasse, resolveu o probleminha e eu fui usuária do mesmo em pelo menos dois dias. Confesso que sou meio molenga e enjoada. Fiquei imaginando numa dessas noites em que estive mareada o quanto os portugueses são apaixonados pelo mar e se lançaram nele desde sempre com valentia.


Os passageiros ao entrarem neste navio especificamente (Costa Mediterrâneo), a primeira impressão que têm, além da enormidade da área do hall central interno, é de um certo ar de incompr
eensão diante das referências arquitetônicas e decorativas, pois chega a beirar o exagero os enfeites de muranos, mármores italianos, texturas, imagens, vitrôs, luzes, espelhos e a própria tripulação (900 no total), toda uniformizada de branco ou azul marinho para orientação dos passageiros.

Lembram daquele filme "O Quin
to Elemento" em que Bruce Willis está num teatro extra-terrestre com uma decoração escalafobética, assistindo ao canto dissonante de um ser feminino com tentáculos tipo uma Medusa!? Pois foi assim a nossa primeira impressão ao adentrarmos este imenso ambiente com elevadores panorâmicos, subindo e descendo os 10 andares dessa nave.
Surreal e instigante em todos os sentidos e por fim, bonito no todo.



Mais tarde, sem conseguir entender esta confusão de ambientes e decorações, descobrimos através de um vídeo que passa nos canais internos de tv na nossa cabine, que são ambientes inspirados em diversos cenários italianos de época e uma celebração à arte romana em geral.
É claro que os exageros acontecem pelo fato de enfatizarem as principais características dos temas, mas com o decorrer dos dias você acaba se incorporando neste contexto.

Na realidade, perigos secundários existem, pois você pode sair dessas 9 noites um pouco mais pesado do que quando entrou no navio. É tanta profusão e variedade de comidas que existem à disposição, em diversas 'ilhas' do navio, já pagas no pacote da viagem.
Você peca e se a
rrepende!
E o nosso Cruzeiro ain
da por cima era o tal "Prata Gourmet" com jantares assinados por Chefs de renome, aulas e degustação! Mas, eu nem havia percebido esse tema quando compramos o pacote para este período.
É um pecar e se arrepender por fim, mas voltando à rotina, na sacola do Hortifruti só caberão abobrinhas, beringelas e rúculas para amenizar o estrago! rsss

No grande restaurante com cozinha franco-italiana, diversos cardápios onde você pode navegar por entradas, pratos frios, quentes, fromages maravilhosos, sobremesas divinas, tudo isso servido por um batalhão de garçons e garçonetes de todos os cantos do mundo - hondurenhos, filipinos, italianos, tailandeses, romenos, brasileiros, enfim uma Babel na tentativa de comunicar-se com o cliente se querem diet, muito sal, pouco tempero, quente ou frio, etc.




Há um Cassino interno e com população fixa, pois as mesmas caras você verá sempre, sentados diante das máquinas ou ao redor das mesas de poquer ou bacarah. Parece que não levantam nem para as refeições ou circulam pelo navio. Verdadeiros 'alienígenas', viciados no tilintar das moedinhas em seu microcosmo.
Num desses dias, vimos um velhote perder em questão de segundos uma nota de 20 dólares engolida por uma daquelas maquininhas coloridas. O dinheiro é sugado vorazmente, como por um aspirador de pó, mas as pessoas não desistem e estão por ali diariamente, em geral idosos e fumantes inveterados.



Para a comunicação tornar-se mais fácil nesta pequena cidade à bordo, a primeira coisa é olhar direto na bandeirinha que cada um dos funcionários têm em sua lapela. A turma do Balcão de Informações possui, no mínimo, 5 bandeirinhas e quer dizer que são capazes de se comunicarem em 5 línguas diferentes e o mais bacana de tudo é
que são todos jovens como nossos filhos!

E se você pensa que um 'bichão' desses faz barulho quando está navegando ou quando ancora em algum porto, está totalmente enganado! Os motores atuam com tamanha suavidade, tanto para chegar quanto para sair de um porto. São auto suficientes, isto é, não dependem de nenhum rebocador externo para manobrar o navio. Ele próprio tem esta capacidade. Assim, quando você acorda e abre a cortina de sua varanda, descobre
que já está paradinho em outro lugar com uma paisagem diferente à sua frente.

Bem, se estão gostando e se animando para uma p
ossível viagem num navio assim, continuem lendo amanhã, senão o post vai ficar muito grande e chato. Até lá!

21 comentários:

ML disse...

Que luxo, hein?
Que casal lindo, hein?
Honey moon nos mares do sul!

Show de bola!

bjnhs e aguardo o próximo post

Cristiane A. Fetter disse...

Mas esta minha amiga-blogueira-carioca é muito chique ein?
Lua de mel em um transatlântico é chique do úrrrrrrrrtimo, rs.
bjks

Beth/Lilás disse...

Amigas, o navio é mesmo um luxo, mas qualquer um, classe média pelo menos, pode fazer uma viagem dessas hoje em dia. É só planejar e seguir adiante. Tem também planos para pagamentos em prestações e, se precisarem de alguma dica, posso indicar uma pessoa que trabalha exclusivamente com isso há anos e é ótima.
beijos e obrigada pela visita.

---------------------------------------------------------------------------

Rosane disse...

Minha querida,

Eu, como você, não sabia que era um Cruzeiro Gourmet, e como você explicitou, isto só nos fez degustar com mais atenção a tantas e diversas especialidades dos grandes Chefs...
Porém, atento para uma ressalva:sua nova e eterna amiga insone aqui, aproveitou aquele motivo dos ventos(já que gosto de ficar acordada á noite... compreendo Batman perfeitamente...)para ficar acordada naquela noite de desvario das ondas!
Fiquei alerta...aguardando Netuno acalmar as águas... (se fosse calmaria, ficaria acordada esperando Éolo agitá-las!!)
Enfim, cansada, e com o mar mais tranquilo, adormeci...mansamente naquele balanço de quase ninar...
Ao final, além de alguns inegáveis quilinhos extras... também trago comigo, e, desta vez no coração, a alegria de ter te conhecido, e a seu marido, pois vocês são como os ingredientes dos mais finos doces; ótimos individualmente, e maravilhosos, quando estão juntos!
Obrigada pela "saudável" e inesquecível companhia nestes idílicos dias a bordo, pois nos fizeram bem à alma!!
PS: o corpo a gente põe em forma
rapidinho!!!
Parabéns pela descrição perfeita do ambiente, naveguei em suas palavras!
Beijossss.... e saudades da nossa "mesa" 30!

Rosane

Beth/Lilás disse...

Rosane, queridona!
Que bom que vc veio me visitar aqui no meu cantinho virtual!!!
Eu e o maridex também ficamos honrados em conhecê-los e ter estado juntos nestes inesquecíveis dias.
Acho que somos parecidas também na insônia. hehe
Amanhã, continuarei contando nossas impressões e peripécias neste passeio lúdico. Espero com isso, incentivar algumas amigas que têm medo de mar e navios e dismitificar essa coisa de que navios transatlânticos tem alguma coisa a ver com o famoso Titanic.
Um beijo grande pra você e Maurício.
Smack!
----------------------------------------------------------------------------------

singamaraja disse...

Singamaraja reading your blogs

Georgia disse...

Beeeeeeeeeeth querida!!!

Que sonho essa viagem. O Christian é doido para fazer um cruzeiro desses, mas para estes lados é caríssimo.

Vi o quanto vocês aproveitaram, que delícia!!!

Beijos e obrigada pelos dizeres lá na Saia

Beth/Lilás disse...

Hi, Singamaraja!
Nice To Meet You!
kiss
---------------------------------------------------------------------------

Georgia querida,
Realmente esta viagem para europeus é cara, mas no Brasil virou moda, pelo menos para a classe média em geral. Neste Cruzeiro vi muitos europeus embarcados, talvez chegados ao Brasil pelo aeroporto e depois com uma viagem dessas por 1 semana para conhecer alguns pontos da Am.do Sul. O que vocês, por exemplo, poderão fazer também de uma próxima vez.
Fale comigo antes se tiver interesse que lhe apresento uma excelente agente de viagens.
Nestes Cruzeiros embarcam passageiros de vários lugares do Brasil também que acabam vindo até o Rio de avião e depois fazem este roteiro diferente. O que tinha de gaúchos, mineiros e paulistas era uma enormidade!
Pense sobre isto e converse com o Cristian, ok.
besitos mis
------------------------------------------------------------------------

Lucia Cintra disse...

Web-mae, qual linha de cruzeiro que vcs foram? A foto desse elevador eh familiar, acho que vi num show do history ou discovery channel sobre cruzeiros.

Tudo muito lindo, eh de ficar maravilhada mesmo. Minha amiga Sarah sempre faz um ou dois cruzeiros por ano e eu estou doida de vontade. Vc me animou agora mais ainda pro ano que vem. Acho que ja vou comecar a planejar tb.

Amei suas fotos e que bom que nao ficou enjoada por mt tempo (minha irma Alice sempre ficava enjoada nos barcos do meu tio, coitada e nunca conseguia aproveitar mt).

Bjos

Beth/Lilás disse...

Lucinha,
Fizemos o Costa Cruzeiros que é uma linha italiana. Tudo é italiano por sinal no naavio, desde os muranos e mármores aos oficiais do alto escalão.
Só fiz até hoje este Cruzeiro, mas pelo que ouço dizerem é a melhor linha da Europa e todos os anos eles fazem o circuito América do Sul no nosso verão.
O que é mais legal é que eles vêem da Itália com as comidas maravilhosas como, por exemplo, presuntos parmas legítimos,queijos,doces, bebidas e várias outras coisas.
O padrão é europeu, portanto como sabem, exigente!
Quando retornam agora no final do verão, abastecem com comidas daqui, mas também muita coisa maravilhosa, como nossas frutas.
Rrrrrrrecomendo!
beijocas
--------------------------------------------------------------------------------------

blogdoronaldo disse...

que passeio, hein?

Sonia H. disse...

Beth,
Que maravilha! Amei ver as fotos e ser levada a conhecer este luxo todo através dos teus olhos.
Imagino que você esteja revigorada!
Já estou aguardando a segunda parte! :-)
Um beijo e que bom que você voltou!

Ana disse...

O post ficou interessante e com detalhes maravilhosos!
Aguardo os próximos!!

Beth/Lilás disse...

Ronaldo, amigão!
Você também deveria fazer um desses com sua esposa. Pensa sobre isso!
bjs
------------------------------------------------------------

Sonia, querida!
Teus filhotes iriam adorar percorrer um navio assim e teu marido holandês teria o sangue de navegador mexido com todas as possibilidades vivivas.
bjs
--------------------------------------------------------------------------------

Ana, lindinha!
Já imaginou você e teu Joaquim num passeio desses!
Do jeito que são românticos, iriam amar. Planejem um desses também, pois tinha montes de gaúchos.
bjs
--------------------------------------------------------

Lúcia Soares disse...

Hummmm Já me deu vontade! Mas será que consigo enfrentar o medo?
Parece um sonho, pela sua descrição.
Adorei sua foto, de roupa branca, no hall imenso, acho. Belas pernas, heim? Você é um amor de pessoa, tanto no físico quanto no espiritual. Lindo o seu marido, também. Um casal 20!

Beth/Lilás disse...

Lúcia, querida!
Consegue sim! Eu consegui, venci este medo e a gente pode tudo quando quer.
Se vc puder não deixe de fazer um passeio assim, verá que é inesquecível.
Mas, pára com isso, tô véia e gordinha! haha
Brigaduu!
bjs
---------------------------------------------------------------------

Renata Lopes Costa disse...

Encantador, tudo perfeito! Depois de anos poder fazer uma viajem destas ao lado do maridão deve ser ainda melhor que a lua de mel.

Aguardo os próximos capítulos...

Bjos!

Beth/Lilás disse...

Renata, amiga!
É isso aí, 26 anos de casados, acho que chegou a hora de curtir a vida que já está feita.
Obrigada.
bjs
-------------------------------------------------------------------------

Marilene disse...

Beth..acho que o melhor de tudo foi você ter vencido os seus medos e quem ganhou muito com isto foi você mesma, Parabéns!!!..e me sentí muito feliz por ter tido uma participação nisto!
Sua agente de Viagens

Françoise disse...

9 dias??????? Não sei se aguentaria não, é demais, achei que não voltaria ao normal depois de tamanho enjôo que senti no segundo dia. Belíssimo post, você está linda nas fotos que mais parecem de cinema.
Obrigadíssima pela indicação,
Bjos

Françoise disse...

Cadê a parte 2? Não consigo achar e tô curiosa.
Help,
bjos