.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

quinta-feira, 19 de março de 2009

Agora todos somos criminosos


“Esperando por um ônibus em Stockwell / Câmeras atrás de mim / Ouço sirenes / Parece um ataque de pânico / Música tocando na minha cabeça / Entro no metrô / A polícia me mata”, canta Neil Tennant. “Hey, hey / Não me pergunte como / Nós mudamos / Agora todos somos criminosos”, canta Chris Lowe na faixa. “Estamos sempre sob vigilância e tratados como potencialmente culpados por algum crime."

Esta é a música que a dupla eletrônica Pet Shop Boys fez em homenagem à Jean Charles de Menezes - brasileiro morto em 2005 pela polícia de Londres quando foi confundido por um terrorista.

E lendo
na Wikipédia sobre o ocorrido , fiquei sabendo de mais esta: a bala usada pelos policiais era uma munição de ponta oca, chamada dumdum que foi proibida pela Convenção de Haia de 1899 por motivos humanitários (o projétil se estilhaça dentro do corpo do indivíduo atingido, provocando dores lancinantes, o que normalmente não acontece com uma bala comum).
Quanto sofrimento, pobre rapaz! Quem tem filhos sabe o quanto isso deve ter sido doloroso para sua mãe e familiares.

Estranhei também saber que manteem lá, na Inglaterra, na estação do ocorrido, este "Santurário".

("Santuário" de Jean de Charles de Menezes, na entrada da estação de Stockwell)


"O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer"

(A.Einstein)



9 comentários:

Georgia disse...

Ai que este caso doeu, viu.

Foi e ainda é muito triste.

Beijao

Paula disse...

engraçado que aqui o Lula não se meteu exigindo um esclarecimento, indenização e tudo mais... ah é mesmo a familia dele não é rica nem politica....

JAMES PIZARRO disse...

Realmente, estou visitando Itajubá e região mineira pela quinta vez e cada vez me surpreendo e me encanto mais. Se o pessoal soubesse o quanto temos de conhecer o Brasil, seus cantinhos e seus recantos fascinantes, deixaria de pensar um pouco na Europa e em outras baboseiras mais. Obrigado por visitar sempre meu blog e postar lá teus carinhosos e estimulantes recados.
Teu blog continua lindo como habitualmente é !
Beijos.

JP

Beth/Lilás disse...

Paula,
É justamente o que diz o pensamento de A.Einstein no final do post.
abraço

---------------------------------------------------------------------

Mila Viegas disse...

É muito triste quando nos deparamos com notícias assim. É um tipo de assunto que eu não gosto de falar, não pelo fato de pretender ficar alheia, não querer saber e tudo o mais. Mas é delicado e doloroso.
beijos

BarbieGirl disse...

Que pensamente maravilhoso!
Realmente como a Paula disse, o Lula não se meteu, pq será... deve ser pq o coitadinho só interessa nas coisas q afetam ele...
Só que injustiças como essas acontecem sempre a toda hora e em todo lugar e muitas vezes nem viram noticiários e nem dão em nada, por isso que cada dia mais e mais, acontecem e aconteceram casos tristes assim!!
Eu tremo de tristeza a cada injustiça que se comete nesse mundo a fora! Que ele tenha ido com os anjos e que sua família possa fazer justiça!

beijos

ML disse...

Menina:
É por causa de gente sensível como vc que o mundo não está pior...

Muitos bjnhs

Wilma disse...

Ué...pra mim o mundo é perigoso por haver pessoas que fazem o mau...elas são insuspeitáveis muitas vezes, e implacáveis. Mesmo quem não só observa acaba vítima dessas monstruosas criaturas, infelizmente, como foi o caso do Jean. Buscava viver melhor, condições melhores e teve um fim daqueles, muito triste mesmo. Como dizia J.Lennon: Imagine todas as pessoas vivendo em Paz, e ele foi ceifado por um ser mau também. Esse é o mundo perigoso que vivemos.Que medo!!!

Ciça Donner disse...

Ah mana, mas eu tenho esperanca de um dia o povo sair do agente passivo para o ativo, mas sem exageros...