.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Esta preciosa liberdade

A leitura de diferentes blogs que faço assiduamente, se possível todos os dias, tem trazido para mim muito conhecimento de lugares que nunca pensei em conhecer, talvez pela distância e hábitos tão diferentes.

Com a
Barbrinha aprendo todos os dias como é a vida no Egito - país muçulmano regido pela religião e com hábitos e costumes tão longe do que nós praticamos que chega a ser às vezes meio surreal. Mas, o fato é que lá também moram pessoas que amam e desejam a paz no mundo e por isso vale a pena conhecer melhor aquela gente e não ficar só no que a mídia nos apresenta.

O mesmo a Patrícia tem mostrado lá no Bahrain e até uma escola pública no interior de São Paulo tem acompanhado seu blog para estudar melhor os hábitos e costumes daquele povo tão antigo.

A galera que está nos States, a cada dia nos mostra a sensação do que é morar num país super-desenvolvido, mas como as saudades não as deixam distanciar da língua materna e do que rola por aqui neste Brasilzão. A Renata, Lucia, Leila, Elena e Denise Arcoverde mantem-me informada da vida americana e o dia-a-dia na terra do Tio Sam.


No velho mundo a Georgia na Alemanha, o Rui em Portugal, a Somnia na Suécia, a Teresa nos Alpes Suíços e a Laura na França fazem-me viajar de primeira classe sem precisar aterrisar, fico só na janelinha (no monitor) saboreando as belezas e delícias da Europa.

E não poderia deixar de fora a África tão querida de nós, brasileiros, e que pessoas do bem e para o bem estão por lá, ajudando a reconstruir Angola e nos dando um panorama daquele mundo tão sofrido e esperançoso.


Mas, o que eu queria mesmo falar é sobre um blog que faz um sucesso danado e que eu já mostrei aqui, inclusive, num post chamado Liberdade (pero no mucho),
onde a cubana Yoany Sánchez escreve e é acessado por milhares de pessoas em todo o mundo.

Pois não é que a moça consegue mostrar tudo o que acontece lá na tão fechada Cuba, como por exemplo o fato de que nem Agências de Viagens os pobres cubanos podem ter naquela ilha, não é permitido e é uma atividade ilícita como ela diz aqui neste post.
Yoany é uma mulher admirável, pois mesmo tendo morado na Europa por uns tempos, regressou para viver no seu país querido e suporta todos os absurdos daquele governo.

Em vista disso, penso como somos felizes em poder viajar dentro de nosso país ou até mesmo para fora dele e conhecer este mundo tão lindo e maravilhoso que nos foi oferecido.
Mesmo que essas viagens não sejam de verdade, como eu faço todos os dias virtualmente pela blogosfera, mas com toda a liberdade que desfrutamos num país livre.


9 comentários:

aminhapele disse...

Faço-lhe companhia,na sua apreciação sobre quanto aprendemos e quanto prezamos a liberdade.
Um abraço.

ro costa disse...

A prisão não são as grades, e a liberdade não é a rua; existem homens presos na rua e livres na prisão. É uma questão de consciência.
Mahatma Gandhi

Forte abraço sempre.

Lucia Cintra Stevenson disse...

Por isso e' que eu gosto tanto de manter um blog, pois foi e e' atravez dele que conheco tanta gente interessante pelo mundo afora. E como voce, alem de tb viajar junto com cada um pra tudo quanto e' pais, adoro aprender sobre a cultura e a vida em lugares tao diferentes um do outro.

Teresa disse...

Bom dia Lilas
Interessante este seu poste, andei a conhecer os blogs que aqui mencionou. Aqui na minha casa o Pc faz-me companhia é a minha janela aberta para o mundo. Também viajo através dos vossos blogs. Lilas quanto a pergunta que me fez se eu era fotografa profissional, não sou não apenas tenho uma paixão pela fotografia e ando sempre com a máquina atras de mim. O meu marido chama-me a metralha (risos).
Passei para desejar uma terça feira muito feliz
Beijinhos

Georgia disse...

Beth, o blog me tem sido por companheiro e eu aqui descobri novas amizades que nunca conheceria se ficasse do lado de fora.

Eu só nao tenho tempo de acompanhar sempre, pois nem todos os dias posso vir ao PC, por um lado por causa das criancas na escola e por outro porque trabalho.
Mas bem que se desse estaria aqui mais vezes.
Grande beijo

As aventuras de uma brasileira no Egito disse...

Que coisa mais linda, estou completamnete honrada pelo seu carinho, e com vc pode ter certeza que tambem viajo ai pro meu Brasilzao e mato um pouco da saudade que me invade em alguns dias....

A voce meu carinho mais que especial....vc esta aqui OH (mao na cabeca e no coracao)

Beijos e fiquem com Deus

Kenia Mello disse...

Eu já tinha ouvido falar de Yoany e muito me admira o fato de não ter havido ainda nenhuma repressão ao blog dessa moça.

Durante a minha adolescência, eu via Cuba como um paraíso e Fidel, como um herói. O tempo passa e a romantização também, feliz ou infelizmente, não sei ao certo.

O que eu espero é que Cuba se abra mais e dê aos seus cidadãos pelo menos a liberdade de expressão e escolha.

Beijo.

Wilma disse...

Muito interessante Lilás que sempre que vejo seus comentários eles coincidem com o que gostaria de fazer e às vezes dou modificada para não ficar igual. E este seu post é o que penso também, que através dos blogs conhecemos lugares que dificilmente procuraria conhecer, como o caso do blog da Patrícia, brasileira nas Arábias. E sobre Cuba, aprendi muito com o Alex (link n/meu blog) ele viajou para lá e nos trouxe verdades que difícilmente descobriria mesmo q viajasse pra lá. Irei depois seguir a sugestão que vc deu para conhecer mais de Cuba. Realmente, esta vida de blog é mesmo muito interessante, aprendo muito, muito mesmo com todas vocês e de todos os assuntos. E viva os Blogs!!!!

Laura disse...

=)
Obrigada pela lembrança!!! Assim que eu passar dessa fase de ter que ficar tao de molho em casa vou começar a post fotos daqui, contar mais sobre as diferenças!
Beijossss