.....................................................................................................................................................................Porque não só vives no mundo, mas o mundo vive em ti. .....................................................................................................

sábado, 24 de maio de 2008

Vai um cafezinho aí?




Prá quem não sabe, hoje é o Dia Nacional do Café. Descobri que era, tomando o meu segundo cafezinho do dia na padaria Beira Mar que é simplesmente a melhor daqui de Nikiti.


Sou louca por café e seu cheirinho atiça logo meus sentidos. Tenho até tentado reduzi-lo, afinal clareamento dentário não combina com cafeína, mas o pretinho me tenta sempre. Agora mesmo, acabei de "passar" um para mim e meu marido.

É muito comum chegar na casa de alguém aqui no Brasil e ouvir a frase "vai um cafezinho?" e depois, quem aprecia um bom café, sabe que além do gosto maravilhoso é o tipo de bebida que aproxima e faz parte de um hábito social.

Mas, e se lhe oferecerem o café mais caro e raro do mundo, chamado Kopi Luwak, você tomaria uma xícara? É melhor averigüar de que é feito, pois o quilo da raridade custa cerca de R$ 1.500 e cada cafezinho é vendido a R$ 20. A iguaria é fabricada à base de grãos recolhidos dos dejetos de um animalzinho típico da Indonésia, o luwak (noutro dia vi numa revista e é igualzinho a um gato).

De acordo com os conhecedores desse café, o processamento ocorre dentro do animal, através da fermentação no aparelho digestivo. Hirrrc!

Dizem que depois do preparo, o aroma fica intenso e o gosto doce, que lembra chocolate meio amargo. Mas, eu, to fora!

Ah, não! Prefiro ainda o nosso bom e tradicional pretinho.


Gosto muito do poema de Manuel Bandeira que Tom Jobim
transformou em música, pois simula o ritmo do trem e faz lembrar
o tempo bom de infância, com café e pão na mesa.


Café com pão

Café com pão

Café com pão

Virge Maria que foi isso maquinista?

Agora sim

Café com pão

Agora sim

Voa, fumaça

Corre, cerca

Ai seu foguista

Bota fogo

Na fornalha

Que eu preciso

Muita força

Muita força

Muita força



3 comentários:

Rita disse...

Hai...thank you for visiting my blog...also thanks 4 ur comment...Is nice blog too, but unfortunately I don't understand you language...nice pictures too....hope to see brazil someday....(maybe???)

Laura disse...

Ola Lilas, seja sempre bem vinda!! Obrigada pela visita e pela força!!!!
Passei no seu cantinho e gostei!!! Tambem voltarei mais vezes!!!
Vi o poema do cafezinho e me lembrei de tanta coisa boa de infancia. Aqui tb eles sao chegados num cafezinho apos as refeicoes. E o cheirinho é aquele!!!!!
Boa semana pra vc!!!
=)

Lilás disse...

Obrigada pela visita Laura.
Imagino vc então, mineira, deve sentir o aroma só de olhar a foto.
beijinhos.